Câmara de Taquaritinga (SP) acata veto e não reajusta salário de prefeito e vice

Porém, os subsídios dos secretários serão de R$ 8.000,00 a partir de 2021. A Câmara acatou o veto parcial do prefeito Vanderlei Mársico ao projeto que reajustava os subsídios do Executivo. Na sessão de segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020, o placar registrou 11 votos favoráveis ao veto, um contrário e uma abstenção.  A única parte do projeto que será sancionada é a que aumenta o salário dos secretários municipais, de R$ 6.171,15 para R$ 8.000,00 a partir de janeiro do próximo ano. Os subsídios do prefeito (R$ 12.000,00) e…

Read More