Clikando – Direita e esquerda batem cabeça diante do Coronavírus

Realmente estamos vivendo tempos sombrios amigo leitor! E nesta semana a pandemia causada pelo Coronavírus colocou dois dos principais líderes políticos desta nação novamente no mesmo balaio. Jair Bolsonaro e Luiz Inácio “Lula” da Silva!
De um lado o atual presidente Sr. Jair Messias Bolsonaro, na última terça-feira, 19 de maio, dia em que o Brasil atingiu a marca história de mais de mil mortes em um único dia, causadas pela Covid-19, em entrevista ao Blog do Magno, realizada em uma rede social, ao defender o uso da cloroquina por pacientes que apresentarem sintomas leves do novo coronavírus, o presidente afirmou em tom de ironia que “toma [a substância] quem quiser”.
“Pode ser que lá na frente digam que foi placebo. Mas pode ser que digam que curava. Na minha consciência, não vai ter isso. Toma quem quiser. Quem não quiser, não toma. Quem for de direita toma cloroquina, quem for de esquerda toma tubaína”, ironizou o presidente.
As gargalhadas de Bolsonaro durante a sua fala demonstram seu desinteresse pelo tema e principalmente sua face raivosa e autoritária, fazendo com que diversas pessoas nesta gigantesca nação se encham de um remédio que até o momento não há comprovação científica de sua eficácia e que tem grandes efeitos colaterais.
Se não bastasse tudo isso, ainda na terça-feira, 19 de maio, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em entrevista à Carta Capital, conclamou a existência do vírus para criticar o governo de Bolsonaro.
Lula afirmou que “quando eu vejo essas pessoas acharem que tem que vender tudo que é público e que tudo que é público não presta nada… Ainda bem que a natureza, contra a vontade da humanidade, criou esse monstro chamado coronavírus porque esse monstro está permitindo que os cegos enxerguem, e comecem a enxergar, que apenas o estado é capaz de dar solução a determinadas crises”.
No dia seguinte, assustado com a repercussão de sua fala, Lula teve vergonha na cara e pediu desculpas pela frase, Bolsonaro nem isso fez.
A verdade é uma só amigo leitor, direita e esquerda batem cabeça enquanto o vírus se espalha e a cada dia que passa atinge um número maior de pessoas, não se importando ou querendo saber se ele é eleitor de direita ou de esquerda.
Enquanto a politização da pandemia for a pauta dos líderes desta nação, seu povo sofrerá a cada dia.
Até a próxima!!!

* Gabriel Bagliotti é jornalista e diretor proprietário de O Defensor