Giro Político – 15 de maio de 2020

Pegando fogo – A sessão ordinária realizada segunda-feira (11) na Câmara Municipal foi bastante agitada, com participação da maioria dos vereadores presentes. Apenas 13 dos 15, já que Mirão Basso e Cido Bolivar estiveram ausentes. Um ofício, enviado pela diretoria da Santa Casa de Taquaritinga à presidência do Legislativo, lida em plenário pelo vereador Beto Girotto, dando conta da falta de repasse financeiro da Prefeitura àquela unidade de saúde, foi o tema da noite. Porém, indicações e requerimentos propostos pelos vereadores receberam destaque na reunião.

Tonhão da Borracharia – Indicação encaminhada ao prefeito para que, juntamente com os órgãos competentes, estude a possibilidade da liberação de funcionamento na cidade de bares, restaurantes, lanchonetes, trailes de lanches, igrejas e templos religiosos, condicionado ao atendimento dos protocolos editados pela Vigilância Sanitária do Município, Organização Mundial da Saúde e Ministério da Saúde. Bem lembrado.

Valcir Zacarias – Uma indicação do vereador pedindo ao prefeito que determine a realização de reforma das salas que foram afetadas pelo incêndio que atingiu a EMEB Dona Maricota Ramalho, além da colocação de um vigia no local, no período noturno. Certinho vereador, aliás já passou da hora NÉ?

Marcos Bonilla – Novamente, uma solicitação do vereador ao prefeito, para que o chefe do Executivo conceda bonificação salarial aos servidores municipais da área da saúde, que trabalham na linha de frente à Covid-19, durante o período de combate da pandemia do novo Coronavírus. Segundo Bonilla, coberto de razão, os profissionais estão arriscando, além da própria vida, a de seus familiares e grupo social. Vereador, vai tentando, viu?

Fotos: Gabriel Bagliotti / Jornal O Defensor

Gilberto Junqueira – Indicação para que o prefeito, através da Divisão de Promoção Social do Município, providencie, de alguma forma, um auxílio emergencial às famílias que estão sofrendo perdas com a quarentena, decorrente da pandemia da Covid-19, principalmente às pessoas que perderam seus empregos. Para isso, solicita que seja feita uma triagem para constatar os casos de necessidade, a fim de serem aplicadas as providências, visto que o Município está recebendo verbas federais e estaduais para atuarem no combate ao vírus e nada mais justo do que prestar essa ajuda às pessoas. Valeu, garoto.