Nossa Palavra – Prefeito e vereadores, difícil entendimento!

Essa “briguinha” entre prefeito e alguns vereadores de Taquaritinga, desde os primeiros meses do atual governo, em nada tem colaborado para o bom desenvolvimento do município.

Eleito com média votação, o atual chefe do Executivo taquaritinguense tem encontrado dificuldades em seu governo, devido às críticas constantes recebidas por parte da ala oposicionista na Câmara. Primeiro, na administração de Rodrigo De Pietro e agora, com Beto Girotto.

Por outro lado, o prefeito não abre mão de governar a cidade, sem consultar o Legislativo, mesmo tendo ao seu lado vários vereadores que o defendem, ou, pelo menos, o defendiam, até pouco tempo atrás.

Foto: Reprodução

Ele, prefeito, que já foi vereador por três legislaturas, inclusive presidente da Câmara Municipal, sabe, perfeitamente, como é difícil administrar o Legislativo, principalmente, quando os dois poderes não se entendem.

Foi assim, dessa mesma forma, em 2005/2006, quando o atual prefeito era o presidente da Mesa Diretora da Câmara e o prefeito, na época, Paulo Delgado. Legítimos adversários políticos (até hoje), sem que um pudesse ver o outro na frente. É bem verdade que naqueles anos, a Câmara de Taquaritinga era composta por pessoas mais experientes, politicamente falando e atuavam de maneira mais sólida, diferentemente de alguns vereadores que hoje fazem parte do nosso Legislativo. Não que os atuais sejam menos atuantes, mas alguns se deixam levar pela conversa mais afiada do prefeito, sem uma cobrança administrativa mais firme, como teria que ser feita contra o chefe do Executivo.

Faltando exatamente oito meses para o término de seu mandato, o prefeito se prepara para concorrer às eleições, torcendo para que o ex-prefeito Paulo Delgado, até agora impedido pela justiça eleitoral de participar do pleito, fique definitivamente fora das disputas, pois sabe, perfeitamente, que se assim acontecer, dificilmente sua reeleição estará garantida.

Como as atenções estão voltadas para a pandemia do Coronavírus, tudo ainda, a respeito das eleições municipais é especulação. No entanto, grupos políticos começam a se movimentar, com objetivos maiores de buscar soluções e nomes para as disputas para prefeito. A ida do chefe do Executivo para o PSDB pode fortalecê-lo na campanha, uma vez que a base do partido em Taquaritinga é forte, com bons nomes à disputa pelo cargo de vereador. Mas também não se pode deixar de lado que MDB e DEM são dois partidos fortíssimos na cidade e ambos, propensos, a apoiar Paulo Delgado nas eleições deste ano. Aguardemos, então!