Interior de SP reduz homicídios, estupros e roubos e furtos em geral em fevereiro

Houve queda nos casos e vítimas de homicídios dolosos, em todas as modalidades de furtos e nos roubos de veículo e carga.

O interior do Estado de São Paulo terminou o segundo mês do ano com reduções na maioria dos indicadores criminais (na comparação com o mesmo período do ano anterior). Houve queda nos casos e vítimas de homicídios dolosos, em todas as modalidades de furtos e nos roubos em geral, de veículo e de carga. Além disso, as extorsões mediante sequestro permaneceram zeradas no período.

Com queda de 7,1% ou, em números absolutos, oito casos a menos, as mortes intencionais passaram de 113 para 105 boletins registrados, se comparado fevereiro de 2019 e 2020. O A quantidade de vítimas deste crime também caiu 8,5% – passou de 118 para 108. É a primeira vez na série histórica, iniciada em 2001, que os índices ficam abaixo de 110.

As reduções permitiram que as taxas dos últimos 12 meses (março de 2019 a fevereiro de 2020) também recuassem, ficando em 6,54 casos e 6,80 vítimas de homicídios dolosos para cada grupo de 100 mil habitantes. Os índices também são os menores das análises históricas.

Os estupros caíram 11,2% no segundo mês do ano. Foram 509 boletins registrados em fevereiro de 2020, contra 573 em igual mês do ano passado. Pela 7ª vez na série histórica no interior de São Paulo, não houve registros de casos de extorsões mediante sequestro no período.

Em contrapartida, os latrocínios, tanto o número de ocorrências como de vítimas, subiram. Foram contabilizados seis casos (cada um como uma vítima) em fevereiro de 2019, contra 13 casos e 15 vítimas no mês passado.

Furtos e roubos

Todos as modalidades de furtos diminuíram em fevereiro e tiveram as menores quantidades se analisada a série histórica. Os furtos em geral reduziram 7,8%, passando de 18.222 para 16.792.  Nos furtos de veículo a queda foi de 4,6%, já que a quantidade passou de 2.583 para 2.463.

O mesmo aconteceu com os roubos em geral e de veículo. O primeiro indicador caiu 1,1%, com 49 registros a menos (de 4.476 para 4.427). O segundo recuou 10,4%, com uma diferença de 84 boletins (de 805 para 721). Ambos apresentaram os menores números da série histórica.

Com 109 casos registrados no segundo mês deste ano, contra 157 em fevereiro de 2019, os roubos de carga tiveram 48 ocorrências a menos (-30,6%). O indicador de roubo a banco, por sua vez, registrou um caso, após ter zerado no segundo mês do ano passado.

Mais indicadores

O trabalho das polícias paulistas no interior do Estado, em fevereiro, resultou em 9.148 prisões e na apreensão de 592 armas de fogo ilegais. Também foram registrados 2.213 flagrantes por tráfico de entorpecentes.

*Com informações do Portal do Governo do Estado de São Paulo