Elementos da mesma família são detidos suspeitos de praticarem furto no Cemitério de Taquaritinga (SP)

Na madrugada desta terça-feira (10), policiais militares receberam informação via CAD, a respeito de uma denúncia oferecida por um morador, vizinho do Cemitério Municipal, relatando ter sido acordado por barulhos, advindos da rua.

Porém, quando foi até a janela, percebeu que acabava de estacionar pelo local, um veículo VW/Kombi, ocupado por um homem e duas mulheres. Na denúncia, o informante declarou ter visto as duas mulheres pulando o muro do cemitério com sacos plásticos nas mãos, enquanto o indivíduo aguardava do lado de fora.

Na sequência, foram ouvidos novos barulhos, oriundos de dentro do cemitério, com as pessoas remexendo os jazigos, típicos de sinais de furto. No local dos fatos, os PMs localizaram o veículo Kombi, detendo o indivíduo que lá estava, conhecido nos meios policiais no envolvimento com furtos.

As duas mulheres, irmãs do indivíduo, que retornavam do cemitério, também foram detidas pelos PMs, os quais perguntaram ao trio o que faziam ali, pois moravam em bairros distantes do acontecido.

Novamente em contato com os PMs, o denunciante informou que no momento da chegada das viaturas policiais, as mulheres estavam com vários sacos plásticos cheios de objetos e que ao verem os policiais chegando, depositaram os sacos em cima dos jazigos, retornando ao veículo, quando, então, foram abordadas.

Um dos PM subiu no muro indicado pelo denunciante, longe apenas 5 metros do veículo, visualizando quatro sacos cheios em cima de um jazigo, sendo encontrados dentro deles, 7 vasos e 4 imagens de Nossa Senhora, tratando-se de peças cuja constituição é feita de metal amarelo, aparentando ser bronze.

Os detidos, indagados, negaram estar furtando os objetos, tendo o irmão dito que estava sozinho e que suas irmãs não estavam com ele. Ainda dentro do veículo, foram encontrados 3 sacos semelhantes aos utilizados para transportar os artefatos furtados dentro do cemitério.