Curta metragem: “As Meninas que se cortam” já estão disponíveis nas redes sociais

O curta metragem “As Meninas que se cortam” já está disponível no Youtube para as pessoas assistirem desde a última quarta-feira (22) e traz em seu enredo a história de Luciana, uma jovem que sofre não só com a prática da automutilação mais também com o preconceito. Isolada pelos colegas de escola e incompreendida pelo seu pai, que desconhece a gravidade da situação, Luciana se encontra totalmente sozinha, tentando lidar com uma situação que não escolheu e que não sabe como sair dela.

O curta “As Meninas que se cortam” visa humanizar o problema, deixando claro a importância em acolher, buscar informações e deixar de lado preconceitos e estereótipos.

A apresentação tem a participação dos alunos do projeto Oficina de Iniciação ao Fazer Teatral de Taquaritinga e de alguns convidados, como a atriz e professora Casturina Lima e Grazi Sacomano.

A direção, roteiro e produção são do professor Marcelo Rosa, estreando seu primeiro curta metragem, “mas não tem como dizer que foi o último, afirma Rosa”. Ele ainda agradece a todos que tem compartilhado e curtido o curta nas redes sociais, alcançando, até o último domingo (26), mais de 1300 visualizações.