Minha Mãe É Uma Peça 3: filme se torna a maior bilheteria da história do cinema nacional

Após superar blockbusters mundialmente famosos como Star Wars: A Ascensão Skywalker e Frozen 2 nas bilheterias nacionais, Minha Mãe É Uma Peça 3 realizou mais um marco ao se tornar a maior arrecadação na história de um filme nacional.

Com os  R$ 13,7 milhões obtidos de ingressos vendidos, somente no último final de semana, a comédia da diretora Susana Garcia superou o longa Nada a Perder, primeira parte da cinebiografia do bispo Edir Macedo que arrecadou R$ 120 milhões durante seu período em cartaz, e bateu a marca histórica de  R$ 137 milhões até o momento. Vale lembrar em sua primeira semana em cartaz foi arrecadado pela comédia mais de R$ 30 milhões, em bilheteria.

Na nova trama, Dona Hermínia (Paulo Gustavo) terá de lidar com a expansão de sua família após sua filha Marcelia (Mariana Xavier) aparecer grávida. A direção de Minha Mãe É Uma Peça 3 é de Susana Garcia, que já trabalhou com Paulo Gustavo no recente filme,  Minha Vida Em Marte (2018). 

Lançado em 2013, o primeiro filme de Minha Mãe é uma Peça se tornou o mais assistido do país naquele ano, com mais de 4,6 milhões de espectadores. A primeira sequência estreou em 2016 e também bateu recorde, tornando-se o quarto filme mais assistido da história do país.