Futebol: Palmeiras bate São Paulo por 3 a 0; Tricolor é a maior vítima do Verdão no Allianz

Na noite desta quarta-feira (30), pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras recebeu a equipe do São Paulo no Allianz Parque pela 9ª vez na história, desde que a arena alviverde fora inaugurada em 2014, e venceu por 3 a 0 (gols de Bruno Henrique, Felipe Melo e Gustavo Scarpa). O retrospecto no território palestrino é extremamente favorável ao Verdão: 8 vitórias do Alviverde e um empate.

Considerando jogos disputados no Parque Antarctica todas suas formas físicas (incluindo seu formato atual, a arena, inaugurada em 2014), o São Paulo não vence do Palmeiras há 11 anos: o último triunfo Tricolor aconteceu ainda no velho Palestra Italia, em agosto de 2007 (gol de Jorge Wagner pelo Brasileirão daquele ano). Desde então, entre 2008 e 2019, a história contabiliza 13 duelos, com 3 empates e 10 vitórias esmeraldinas – sendo 8 delas em sequência.

Bruno Henrique inaugurou o marcador – Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

O duelo desta noite marcou o encontro do melhor e do pior visitante em clássicos pós torcida única: apesar de o Verdão não ter sido visitante contra o São Paulo no jogo de hoje, ele detém o melhor aproveitamento dentre seus rivais jogando em clássicos fora de casa desde a implantação do sistema de torcida única, em abril de 2016 (6 vitórias em 19 jogos fora de casa). Já o São Paulo (este sim visitante desta quarta-feira, 30, pela 29ª rodada), é o pior no quesito: 1 vitória em 21 partidas fora de seus domínios.

Palmeiras chega ao inédito 29º jogo invicto como mandante por Brasileiros

De quebra, o Palmeiras de Mano Menezes chegou a 29 duelos invictos como mandante pelo Brasileirão – são 25 vitórias e quatro empates. Essa marca atual superou o antigo recorde, que havia sido imposto entre 1985 e 1987: à época, o time ficou por 27 jogos sem perder pelo Nacional em seus domínios.

Resumo do jogo

O Palmeiras entrou confiante no clássico e, logo nos minutos iniciais, vazou a meta adversária pela primeira vez e passou a ditar seu ritmo, mesmo estando menos tempo com a posse de bola sob seu domínio em relação ao time adversário. O primeiro tento nasceu de um lançamento para Dudu que disputou com Arboleda: o zagueiro tricolor se atrapalhou e a pelota sobrou para Deyverson, que finalizou; no rebote, Bruno Henrique inaugurou o placar: ele não pensou, com toda sua velocidade, invadiu a área cabeceando e acertando a bola de forma certeira: um foguete para dentro do gol no contrapé do goleiro Volpi. (Palmeiras 1×0 São Paulo)

Após o tento marcado, o Verdão soube administrar os ânimos do embate e, ainda antes da pausa para a segunda etapa ampliou sua vantagem, desta vez com Felipe Melo, de cabeça, aos 41 minutos de bola rolando: o Pitbull subiu mais do que todo mundo e aproveitou cruzamento de Dudu na área, sem chance para Volpi. (Palmeiras 2×0 São Paulo)

O Pitbull também fez o dele – Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Quando o São Paulo tentava esboçar uma reação diante de um cenário em que havia sido acuado pelo time da casa, o Alviverde, mesmo sofrendo algumas jogadas perigosas, encontrou com Gustavo Scarpa o terceiro gol, aos 11 minutos do 2º tempo, em uma linda finta de Zé Rafael no meio de campo, deixando para trás a defesa adversária e concedendo uma assistência na medida para o camisa 14, que recebeu e chutou de pé esquerdo, tirando do goleiro (Palmeiras 3×0 São Paulo). A partir daí, o Alviverde cresceu novamente no jogo voltou a dominar as ações, inclusive levando perigo com Deyverson, Willian e Dudu.

A tabela

Com o triunfo no clássico, o Verdão foi a 60 pontos, e agora está a sete do Flamengo, que ainda joga pela 29ª rodada, diante do Goiás, no Serra Dourada, nesta quinta-feira (31), às 20h. Na terceira posição, aparece o Santos, isolado, com 52 pontos, que encara o Bahia na Vila Belmiro pela 29ª rodada também na quinta (31), porém às 19h15.

Deyverson: 100º jogo

Individualmente, o Deyverson também foi um dos destaques da noite: o atacante, que chegou ao clube em julho de 2017, fez sua 100ª partida (possui, hoje, 25 gols marcados). Vale lembrar que nos dois jogos anteriores o camisa 16 fez gols fundamentais para que a equipe palmeirense somasse importantes pontos.

Bruno Henrique

Com 8 gols marcados no Campeonato Brasileiro, diante do Fortaleza, na 1ª rodada, contra o Atlético-MG, duas vezes, na 4ª rodada, diante do Avaí, na 9ª rodada, do Cruzeiro, na 19ª rodada, do CSA, duas vezes, na 21ª rodada, e do São Paulo, na 29ª rodada, o capitão Bruno Henrique é o homem gol do Palmeiras no Campeonato Brasileiro 2019. Além disso, o camisa 19 é quem mais participa das partidas do time nesta edição do Nacional, ao lado de Dudu: jogou 27 de 29 duelos possíveis.

Felipe Melo

O camisa 30 do Palmeiras vem se destacando não apenas nos desarmes e na recomposição tática no meio de campo do time palmeirense, mas também nos gols. O volante de 36 anos já faz sua temporada mais artilheira no Verdão com o gol desta noite, seu 11º pela agremiação (foram 7 em 2019, 3 em 2018 e 2 em 2017).

Gustavo Scarpa

Artilheiro do Palmeiras na temporada 2019, agora com 13 bolas na rede, o meio-campista Gustavo Scarpa aumentou sua vantagem na liderança do quesito nesta noite, fechando a goleada sobre o Tricolor em 3 a 0 após aproveitar belo passe de Zé Rafael. Além dos gols, o dono da camisa 14 já concedeu sete assistências neste ano. Ao todo, Scarpa soma 67 jogos pelo Maior Campeão do Brasil e 19 tentos.

Confira os gols do Palmeiras diante do São Paulo pela 29ª rodada

https://youtu.be/lBXAUIe6eGE

Por: Bruno Alexandre Elias – Departamento de Comunicação