Bandidos disparam tiros contra carro de vigilantes de empresa no Tenis Park

Na noite de segunda-feira (30), um elemento foi preso, acusado de ter atirado em um veículo da empresa RUMO Logística, que estava em seu interior com duas pessoas. Ambas as vítimas pertencem ao quadro de vigilantes, que na noite anterior, matou um indivíduo, depois de um roubo de mercadorias na conhecida linha do trem em Taquaritinga.

Consta, em Boletim de Ocorrência, que ambos os vigilantes transitavam com o veículo da empresa no condomínio Tenis Park e, ao cruzarem com um VW Gol, por pouco não foram atingidos por disparos de arma de fogo, certamente desferidos pelos ocupantes do carro. A seguir, buscaram auxílio na Delegacia de Polícia, sendo acionada a Polícia Militar, cujos PMs, sob orientação do capitão Coelho e PM Robson Ferreira, se dirigiram então para a região de atuação dos vigilantes, onde se depararam com os automóveis Ford Versailles e VW Gol, sendo que os respectivos motoristas, empreenderam fuga.

Os policiais militares obtiveram êxito em interceptar o automóvel Gol, após o motorista perder o controle da direção, saindo em disparada, a pé, sem ser alcançado. O passageiro que estava no carro foi detido. No banco traseiro do carro foi encontrada uma espingarda, tipo cartucheira, calibre 32, municiada com um cartucho intacto. Ainda no automóvel foram encontrados outros dois cartuchos intactos do mesmo calibre, sendo realizada diligência na casa do detido, onde foram apreendidos objetos de procedência duvidosa.

Diante dos fatos, da materialidade em tese demonstrada, entendeu o Delegado de Polícia estar a conduta do conduzido descrita no artigo 288 do Código Penal, artigos 14 e 15 da Lei 10.826/03 e artigo 147. A seguir, o autuado foi apresentado para Audiência de Custódia.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."