Internet: caminhoneiro é vítima de fraude através de aplicativo

Mais uma pessoa caiu em um golpe ao tentar realizar compras pela internet. Desta vez, um homem, de 34 anos, combinou a compra de uma peça automotiva através de um popular aplicativo de compra e vendas na internet e descobriu ter sido vítima de estelionato durante o período de 19 de março a 6 de maio.

Segundo o Boletim de Ocorrência (BO), o taquaritinguense acreditou na seriedade do vendedor, que vestia um terno e estava acompanhado de uma mulher na foto exposta no site, deixando de lado qualquer suspeita de que pudesse ser um bandido. Na ocasião, foi acertada a compra de uma peça fultech 300, utilizada como injeção programada para carros, tanto veículos turbos como aspirados, no valor total de R$ 960,00 (com frete), sendo o mesmo dividido em 4 parcelas de R$ 240,00.

A vítima trocou mensagens via WhatsApp com o suposto vendedor, que solicitou uma cópia de seu RG, justificando necessitar da comprovação de seus dados pessoais. O primeiro pagamento foi depositado em uma conta bancária em 19 de abril.

No dia seguinte, o meliante não postou o envio da peça conforme combinado e o caminhoneiro percebeu que havia sido bloqueado da rede social, a fim de não ser mais capaz de manter contato com o estelionatário. De pronto entendeu ter caído em um golpe, tendo como prejuízo a quantia de R$ 240,00.

Já no dia 6 de maio, a vítima recebeu uma mensagem de um homem de Brasília, que tinha em mãos o nome completo e os dados pessoais do taquaritinguense. Na oportunidade, esta terceira pessoa exigia a postagem de uma peça fultech 300, momento em que o caminhoneiro suspeitou de que o rapaz também entrara no golpe e explicou a situação.

Acerca dos fatos, o morador de Taquaritinga entrou em contato com a agência bancária e foi informado de que havia duas contas em seu nome. A primeira continha R$ 2.060,00 e a segunda estava com o saldo zerado.

Com o propósito de impedir que outras pessoas caiam nesta mesma fraude, a vítima bloqueou as duas contas e a polícia investiga o crime.