Justiça Eleitoral cancelou mais de 4.000 títulos por falta de regularização em Taquaritinga

O prazo para o eleitor fazer o cadastro de sua inscrição eleitoral, transferir ou atualizar os dados de seu título já foi encerrado. Quem perdeu a data limite está agora com a situação irregular e, por isso, não poderá votar em outubro deste ano, além de estar sujeito a multa e a algumas restrições.31

Em Taquaritinga, a Justiça Eleitoral cancelou 4.308 títulos de eleitores que não compareceram às urnas, não justificaram ausência e nem regularizaram o documento.

Para a Comarca do Município serão 52.744 eleitores distribuídos em 160 seções e 23 lugares diferentes, contabilizando Cândido Rodrigues, Fernando Prestes e Santa Ernestina pertencentes também ao foro da Cidade. Ao todo foram 5.244 títulos cancelados, 949 suspensos. Somente em Taquaritinga são 40.202 votantes capacitados às urnas em outubro deste ano.

Vale ressaltar que o eleitor que não votou em três eleições consecutivas nem apresentou justificativa de ausência às urnas também pode ter o título cancelado.

Neste caso, para regularizar a situação, além de pagar a multa eleitoral decorrente do não comparecimento injustificado (que varia de R$ 3,51 a R$ 35,10, dependendo da análise do juiz eleitoral da região), é importante lembrar que cada turno de um pleito representa uma eleição para efeito dessa contagem.

É importante lembrar que a atualização dos dados poderá ser feita a partir do dia 5 de novembro, quando o cadastro eleitoral for reaberto. O eleitor terá que comparecer a um cartório após a data de reabertura, munido de documento oficial com foto, comprovante de residência e do título eleitoral, se o tiver.

Com o primeiro turno marcado para o dia 7 e o segundo (se houver) no dia 28 de outubro, além de presidente e governador, os eleitores votarão para deputado federal, deputado estadual e dois senadores.

Devem votar brasileiros natos ou naturalizados, dos 18 aos 69 anos, sendo o voto facultativo para os jovens de 16 e 17 anos, aos maiores de 70 anos e aos analfabetos.