Destaques Economia Geral 

Reajuste de 35% do gás é um absurdo, afirma Fiesp

Federação é contra aumento abrupto de um dos principais insumos da indústria e cobra solução rápida da ARSESP. A Fiesp repudia o reajuste absurdo de 35% em média das tarifas de gás natural do Estado de São Paulo, anunciado pela Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (ARSESP) em 1º de fevereiro, para aplicação imediata. Não há empresa capaz de lidar com variação abrupta de 35% no custo de qualquer insumo. “Um reajuste dessa magnitude é uma afronta. Isso atinge a competividade e a saúde financeira…

Leia mais
Destaques Economia Geral 

Economia: começam a ser pagas hoje aposentadorias com reajuste

Aposentados e pensionistas do INSS começam a receber nesta sexta-feira (25) os benefícios reajustados. Os primeiros a receber são os segurados que recebem até um salário mínimo. O valor foi de R$ 954 para R$ 998, aumento de 4,61% sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro em 1º de janeiro. Os aposentados podem consultar o valor dos benefícios com reajustes pela internet.

Leia mais
Destaques Economia Geral 

Salário Mínimo: Bolsonaro tem até abril para definir política de reajuste

Executivo fica livre para definir se haverá reajuste anual e, em caso positivo, como ele será calculado. O reajuste do salário mínimo anunciado no primeiro dia de governo Bolsonaro, de R$ 954 para R$ 998, impactou diretamente a vida de pelo menos 48 milhões de brasileiros. Esse é o número estimado pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) de pessoas que têm a renda referenciada no mínimo, seja porque esta é sua remuneração ou porque recebem aposentadoria ou pensão do INSS. O valor sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro…

Leia mais
Destaques Economia Geral 

Sindicatos querem tirar reajuste de quem não paga contribuição

A reforma trabalhista está obrigando os sindicatos a buscar alternativas de financiamento para cobrir o fim da obrigatoriedade da contribuição sindical. Para garantir fontes de receita, algumas entidades criaram a taxa negocial e outras substituíram a contribuição sindical pela assistencial. Mesmo assim, é preciso que o trabalhador dê aval à cobrança. Alguns sindicatos ameaçam tirar dos trabalhadores que mão pagarem contribuição os direitos conquistados nas negociações coletivas com as empresas.

Leia mais
Destaques Economia Geral 

Benefício: Aposentadorias acima do mínimo terão reajuste de 3,43%

Aumento foi calculado com base na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor. Aposentados que recebem acima do salário mínimo terão o valor reajustado em 3,4%. O aumento está em portaria publicada pelo Ministério da Economia nesta quarta-feira (16). Com a medida, o teto dos benefícios previdenciários em 2019 passa de R$ 5.645,80 para R$ 5.839,45. O reajuste foi calculado com base na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior, que foi divulgada na semana passada. Para aqueles que passaram a receber a aposentadoria…

Leia mais
Destaques Economia Geral Região 

Reajuste contratual dos pedágios entra em vigor no próximo dia 1º de julho nas rodovias paulistas

Reajuste aplicado será de 2,85%. A partir da 00h do próximo domingo, dia 1/7, entra em vigor o reajuste contratual anual das tarifas de pedágio das rodovias estaduais paulistas. As tarifas contratuais de 19 concessionárias foram reajustadas em 2,85% – índice relativo ao IPC-A acumulado entre junho do ano passado e maio desse ano. Em razão dos arredondamentos, em quatro praças o reajuste não será repassado para a tarifa paga pelos usuários: nos trechos Leste e Oeste do Rodoanel Mário Covas (SP 021) e nas praças de bloqueio de Diadema…

Leia mais

Reajuste de aposentadorias maiores que o mínimo será superior após 20 anos

Quem ganha acima de um salário o percentual será de 6,58% O Diário Oficial da União publicou na segunda-feira (16) o valor do reajuste de aposentados e pensionistas do INSS que recebem benefícios com valor acima de um salário mínimo. De acordo com as informações, eles terão seus benefícios reajustados em 6,58% em 2017, seguindo à variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano passado, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e que serve de referência para a correção dos benefícios previdenciários. A boa…

Leia mais