Reajuste de 35% do gás é um absurdo, afirma Fiesp

Federação é contra aumento abrupto de um dos principais insumos da indústria e cobra solução rápida da ARSESP. A Fiesp repudia o reajuste absurdo de 35% em média das tarifas de gás natural do Estado de São Paulo, anunciado pela Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (ARSESP) em 1º de fevereiro, para aplicação imediata. Não há empresa capaz de lidar com variação abrupta de 35% no custo de qualquer insumo. “Um reajuste dessa magnitude é uma afronta. Isso atinge a competividade e a saúde financeira…

Read More