Filhos do crack: por amor, famílias resgatam crianças abandonadas à própria sorte

Atualmente existem 45.237 crianças e adolescentes vivendo em instituições espalhadas pelo Brasil. Crianças com pais dependentes químicos já são maioria nos abrigos brasileiros. Entre elas, prevalecem as nascidas do crack. Abandonadas ou retiradas da guarda da família biológica, elas batalham pela vida desde que estão na barriga da mãe e, depois, torcem para encontrar um lar. Eram 3 horas da madrugada quando o telefone tocou na Ilha do Governador, Rio de Janeiro, na casa de Djalma da Silveira Gusmão Júnior, 50 anos, técnico em telecomunicação. Ele atendeu. Do outro lado…

Read More