No Ponto!

Por: Caio Forcel 

Sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Agradecimento

Quero agradecer de forma muito especial aos 1.090 eleitores que concederam seus votos de confiança à candidatura de Beth Sahão, que neste pleito concorria ao seu quinto mandato como deputada estadual. Embora tenha feito uma extraordinária votação em Taquaritinga a deputada Beth Sahão é a primeira suplente do seu partido.

Cobrança

Candidatos a deputado estadual partidários de Jair Bolsonaro levaram de Taquaritinga mais de 4 mil votos. Os mais bem posicionados são Janaína Paschoal e Artur “Mamãe Falei” que muito provavelmente nunca ouviram falar sobre nossa cidade. Embora eles possam parecer honestos e “novidade” na política, Taquaritinga carece muito mais do que isso, necessita de deputados parceiros, principalmente no que se refere ao envio de recursos, de emendas. Qual será a responsabilidade dessas figuras no auxílio à Taquaritinga?

Reeleição

Os fenômenos de votos que são os partidários de Jair Bolsonaro comprometeram a reeleição dos principais deputados estaduais da região. Vaz de Lima, Chico Sardelli, Marco Vinholi, Beth Sahão, João Paulo Rillo e Gasparini não tiveram votos suficientes dado a exorbitante votação de Janaína Paschoal nos municípios do interior. Em Catanduva, por exemplo, enquanto a deputada Beth Sahão fez 16.524 votos, a musa do impeachment, Janaína Paschoal obteve 11.043 votos. Faltaram à Beth pouco mais de 6 mil votos para ser reeleita.

Irresponsabilidade

Diante desse cenário de terra arrasada, fica a pergunta: como o prefeito Vanderlei Mársico tirará do papel suas obras já que os deputados que tanto auxiliam Taquaritinga não se reelegeram? Precisa de recape, de reforma de escola, de compra de maquinário e até um novo Distrito Industrial. Quem irá acessar esses deputados partidários de Jair Bolsonaro e chamarem a atenção deles para os problemas de nossa cidade? Conceder mais de 4 mil votos a esses candidatos paraquedistas é irresponsável ante o caótico momento financeiro que a prefeitura vive.

Vencedor

Os dois ex-prefeitos, Paulo Delgado e Dr. Fulvio Zuppani, não pontuaram bem com seus respectivos candidatos. Delgado apoiou o também ex-prefeito de Olímpia Geninho Zuliani, que obteve 781 votos na cidade. Já Arnaldo Jardim que, embora não tenha recebido de Dr. Fulvio Zuppani uma participação tão incisiva em sua campanha, recebeu 430 votos. O grande vencedor é o prefeito Vanderlei Mársico que conseguiu reunir ao seu amigo Ricardo Izar 3.522 votos perdendo apenas para o Baleia Rossi que, embora tenha feito uma boa votação, acumulou uma perda de mais de 800 votos se comparado a eleição de 2014.

__________________________________________________

Sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Necessário

A Sociedade São Vicente de Paulo lançou essa semana uma campanha para arrecadar doações financeiras que servirão para adquirir dois guinchos domésticos, que auxiliarão os trabalhos dos profissionais de saúde do Asilo e da Vila Vicentina. O motivo é que muitos internos são obesos e possuem pouca ou nenhuma mobilidade, o que dificulta na higienização e até mesmo locomoção, sendo o equipamento um facilitador deste trabalho. O mês está no começo, portanto, vale a pena reservar um pouquinho do seu salário e fazer sua doação.

Deu ruim

A repercussão da vinda do João Dória à Taquaritinga foi baixíssima. É como Márcio França têm dito: tudo em Dória soa como marketing, nada ou pouco natural. Talvez tenha chegado a hora da população escolher outro grupo político para governar São Paulo. Skaf, do MDB de Temer, pode ser uma via – mas tememos pelo partido. A terceira via é o novo governador de SP, o Márcio França, que até aqui tem realizado um bom trabalho. Dória terá que acelerar muito para não dar ruim geral na sua curta carreira política.

Baixa adesão

A população taquaritinguense pouco aderiu às candidaturas sejam elas de deputado ou presidente e governador. O povo está farto da política, principalmente com as promessas nunca cumpridas pelos mandatários. Quem tem feito campanha de rua sabe que a grande preocupação do eleitor é com o emprego que parece ter desaparecido da cidade. Para conquistar o voto é preciso muita solo de sapato e honestidade.

É só guardar

Durante sua entrevista ao jornalista Auro Ferreira na rádio Mix, o superintendente do Saaet, Manoel Bueno, visivelmente irritado ao responder o questionamento dos moradores que dizem ter falta de água com frequência, foi enfático: é só ter um reservatório d’água em casa. Disse ainda que o problema é porque a rede de abastecimento é antiga e sofre manutenção constantemente. Então é isso: se não tem caixa d’água em casa, fique sem água.

__________________________________________________

Sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Faz bem

O prefeito Vanderlei Mársico está sendo muito honesto com a população indicando os deputados que de fato ajudam a cidade. Só assim, âncorados por parlamentares parceiros de Taquaritinga, que o chefe do executivo irá tirar do papel obras que a população tanto pede. Sem pensar em partido, Vanderlei faz questão de frisar o nome de cada parlamentar que colabora com a cidade para que o taquaritinguense não erre na hora de votar.

Bem feita

Muito bem construída a rotatória do Jardim Ignez na Avenida Paulo Zuppani. A benfeitoria era um pedido antigo dos moradores e que recebeu a devida atenção da municipalidade. Uma pena a prefeitura não ter caixa para aproveitar o ensejo e recapear toda a avenida que é muito utilizada pelos moradores dos bairros conglomerados ao Jardim São Sebastião.

Dignidade

Não tenho dúvidas que a maior obra da gestão Vanderlei Mársico será o asfaltamento de um trecho da Rua Domingos Morano no Jardim São Sebastião, próximo ao antigo pito aceso. Um povo sofrido que há décadas espera o asfalto e junto dele a dignidade. Toda a eleição renovam a esperança e depositam na urna expectativas que desta vez parecem não estarem frustradas. Fico extremamente feliz em ver a obra sendo realizada. Parabéns ao prefeito e sua equipe por isso.

Firmeza

O ex-prefeito Dr. Fulvio Zuppani concedeu entrevista ao jornal da manhã da rádio Mix. Uma de suas melhores entrevistas. Sereno, respondeu todas as questões e ainda indagou possíveis opositores. Há quem diga que ele queira voltar ao Paço Municipal. Segundo ele, muitos projetos precisam ser tocados ainda.

Análise

Compartilho com vocês a análise feita pelo economista Raphael Anselmo, formado pela Unesp e funcionário da Embraer, sobre eleições e economia.

Me recordo do sentimento de insegurança econômica quando foi divulgado que seria votado na Câmara dos Vereadores de Taquaritinga o aumento do IPTU de 2018. Questionei um dos vereadores que apoiava o aumento do IPTU e ele não soube me responder qual seria o aumento. Hoje o mesmo sentimento paira quando vejo as propostas econômicas do candidato à Presidência Jair M. Bolsonaro.

Um plano fraco, raso, que não diz nada para ninguém. As apresentações sobre políticas econômicas que meus colegas e eu fazíamos na faculdade de economia eram muito mais completas. Essa falta de clareza não é por desconhecimento de sua equipe econômica, longe disso, mas tem como objetivo final a desinformação. Bolsonaro além de não declarar como irá fazer (e se irá) para aumentar os níveis de emprego e renda da população, proibiu seu Economista, Paulo Guedes, de dar entrevistas para não expor suas prováveis políticas econômicas impopulares – isso pelo claro motivo de não perder voto. É claro o descompasso entre o candidato e seu economista, vide o apoio de Paulo ao retorno do CPMF e as alíquotas de Imposto de Renda.

Candidatos travam suas propostas em seu plano de governo, Bolsonaro está pedindo um cheque em branco. Já o vereador, adepto as inseguranças econômicas, declara seu total apoio ao candidato do PSL.

__________________________________________________

Sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Ele voltou

Segunda-feira, o ex-prefeito Paulo Delgado concedeu entrevista ao colega jornalista Gabriel Rodrigues na rádio Planeta Verde FM. Todos os personagens políticos da cidade ficaram ligados para analisarem o discurso do único prefeito reeleito na história de Taquaritinga. Animado, com a fala firme de sempre, Paulinho respondeu os questionamentos sobre política nacional, falou sobre seu apoio ao candidato Geninho Zuliani e ao final da entrevista não descartou seu retorno à disputa municipal.

Experiência

Paulinho Delgado também relatou sua experiência como prefeito sobre desapropriações e precatórios, fazendo lembrar da época em que comprou o prédio do Cine São Pedro e pagou dentro do seu próprio governo. Quando perguntado sobre a aquisição do prédio da Stéfani, realizada há quase dois anos pelo prefeito Vanderlei Mársico, Paulo Delgado foi enfático: não compraria neste momento. Ressaltou que o projeto é bom, mas o município, a princípio, não tem condicões ecônomicas para tal empreendimento.

Candidato

A grande pergunta, apesar de respondida, ficou no ar: Paulo Delgado é candidato a prefeito em 2020? Sabiamente ele respondeu que política é grupo, ou seja, ele não pode nem deve se lançar sem antes montar e consultar seu time. Por tantos problemas na época em que chefiou o executivo, tempos atrás, Paulinho considerou não disputar mais eleições, porém, com a possibilidade do seu líder Rodrigo Garcia ser eleito vice-governador, o cenário muda, fazendo com que ele repense e construa um projeto nos próximos dois anos.

Impressões

Apesar do borburinho estar forte há pelo menos um mês, a volta de Paulo Delgado movimenta intensamente os bastidores da política local. Hábil, o político Delgado põe em risco a reeleicão de Mársico e a volta de Fulvio Zuppani, além de minar o sonho de ex-aliados como Aristeu Campos e Dr. Micheloni. Para ter sucesso, o ex-prefeito filiado ao DEM terá que desassociar sua imagem ao atual alcaide e explicar a população o porquê de sua equipe, que hoje trabalha no governo Mársico, não conseguir sucesso.

Tímida

Faltam pouco mais de 20 dias para as eleições e as campanhas em Taquaritinga permanecem tímidas e frias. Em anos anteriores, nessa época, já se ouvia inúmeros carros de sons, avistava-se dezenas de bandeiras pelas ruas centrais e muito material de campanha espalhado pela cidade; além das centenas de pessoas contratadas para trabalhar como cabo eleitoral. Em 2018 a campanha ficou enxuta, afinal, os grandes financiadores estão presos ou inibidos pelo mau momento vivido, tanto na política quanto na economia.

__________________________________________________

Sexta-feira, 7 de setembro de 2018

Deu certo

Dois acertos da administração Vanderlei Mársico: Beto Girotto no Esporte e Thiago Duarte/Chico Gabozzo na Cultura. O primeiro, o Beto, vereador pela terceira vez, sabe fazer política e tem dado cara nova para as praças esportivas. É óbvio que muito ainda tem por fazer, mas é bem verdade que nunca se investiu tanto na recuperação das praças. Já Thiago e Gabozzo tem feito a transformação silenciosa, com várias iniciativas, entre elas as oficinas culturais.

Corpo a corpo

A deputada estadual Beth Sahão realizou na última quinta-feira 6, corpo a corpo com militantes em Taquaritinga. Andou pela Vila Sargi – onde destinou R$ 300 mil para asfaltar a Avenida Francisco Jodas Martins (obra que aguarda a empresa vencedora da licitação iniciar) e também pelo Lopes Moreno. Muito bem recebida, Beth Sahão, está entre os parlamentares estaduais que mais contribuíram com a Cidade no quesito emenda parlamentar entre os anos 2017 e 2018.

Informação

De acordo com a secretaria estadual da casa civil, em 2017, a deputada Beth Sahão foi a que mais mandou recursos para Taquaritinga. Foram R$ 300 mil enviados. Seguido do deputado Welson Gasparini com R$ 190 mil. A própria secretaria enviou nesse ano R$ 100 mil, logo depois a deputada Marta Costa com R$ 90 mil e o deputado Celso Nascimento com R$ 60 mil. Nenhum outro parlamentar estadual fez qualquer emenda destinada ao Município.

Informação 2

Ainda de acordo com a Casa Civil, em 2018, Delegado Olim enviou R$ 350 mil para a prefeitura e outros R$ R$ 200 mil para a Santa Casa. Rafael Silva e Massafera dotaram a cidade com R$ 100 mil cada. Vaz de Lima dá sequência com R$ 80 mil, seguida pela Beth Sahão com R$ 50 mil para a Apae e, por fim, é a vez do Marco Vinholi com apenas R$ 30 mil para o Hospital de Olhos.  Esses foram os deputados que contribuíram nos últimos dois anos com Taquaritinga.

Obras

Ainda sobre a secretaria de esportes, o prefeito Vanderlei Mársico e o secretário Beto Girotto anunciaram essa semana o início das obras de remodelagem do ginásio do Jardim Buscardi que há anos pede socorro. Outro espaço que será cuidado é do campinho entre os bairros Jardim Micali e Jardim Paraíso II. Apesar das benfeitorias serem realizadas “devagar, devagarinho” é importante que elas aconteçam.

__________________________________________________

Sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Cabo eleitoral

Numa eleição aparentemente difícil como essa o que vale mesmo é a confiança. Por estar lado a lado com seus eleitores sempre que eles precisam, o ex-prefeito Milton Nadir, sem dúvidas, será o diferencial desta campanha. Ele mantém cativo seus eleitores que, com toda a certeza, votam em seus candidatos. Até hoje, depois de 14 anos fora das disputas eleitorais, é Milton Nadir o melhor cabo eleitoral de uma candidatura.

Novos ares

Falando em Milton Nadir, quem assumiu a secretaria de governo na prefeitura do Vanderlei Mársico foi a Gioconda Meciano. Ela substitui o advogado, braço direito e esquerdo do prefeito Paulo Delgado, Dr. Félix Marques Júnior, que ora ocupa a coordenação das licitações municipais. A decisão do prefeito em alterar seu secretariado causou estranheza.

Já está cansando

“Já estão cansando as afirmações, de alguns aliados do prefeito, de que a culpa de tudo é da administração passada. Já está na hora de olhar para frente. Depois de um ano e meio, não dá mais para por a culpa nos outros.” Foi exatamente isso que escreveu Marcos Bonilla, então colunista deste semanário, em abril de 2014. A regra parece não ser cumprida pelo seu grupo que hoje apoia Vanderlei Mársico.

Calçada

A iniciativa de Vanderlei Mársico em construir uma calçada ao longa da Avenida Pedro Carletto é admirável. Desde sua remodelação feita na gestão Paulo Delgado a avenida não conta com calçada. Que essa proposta de calçamento seja levado para outras localidades, como por exemplo, na Avenida Itamaracá, que dá acesso à Fatec e ao Jardim do Bosque. Também na Avenida Emílio Girotto onde o fluxo de pessoas é absurdamente alto.

Sinalização

Embora nos últimos dias o COMUTRAN tenha se movimentado pintando guias “onde o padre passa”, continuam precárias e quase inexistentes as sinalizações na Avenida que liga o Talavasso aos bairros Jardim Acapulco e Tênnis Park. Um perigo principalmente para quem se utiliza daquela via a noite.

__________________________________________________

Sexta-feira, 24 de agosto de 2018

Destaque

Depois de dizer que pedirá a cassação do prefeito caso ele não pague e execute suas emendas (indicação ao orçamento da prefeitura que os vereadores fazem anualmente), o fisioterapeuta Denis Machado voltou a usar a tribuna da Câmara na noite da última segunda-feira para criticar o chefe do executivo. Desta vez o motivo foi o projeto de emenda à Lei Orgânica que altera a disposição das emendas dos vereadores, limitando-os em destinar apenas 10% às entidades.

Eleição da Câmara

Ao tomar posições firmes contra as arbitrariedades praticadas pelo executivo, Denis Machado tem se destacado, tomando lugar inclusive do presidente da Câmara, o vereador Rodrigo De Pietro, que é o ícone da oposição ao Mársico. Caso haja entendimento no seu próprio grupo político, Denis é um forte candidato a presidir a casa legislativa no próximo biênio.

Preocupados

As eleições municipais estão longe, mas já tem vereador sentindo que a reeleição é incerta. Nos bastidores já comenta-se que preocupados com seus “carguinhos”, tem edil se pondo desde já como cabo eleitoral de candidato a prefeito para futuramente abocanhar uma secretaria. Como diz o ditado: quem viver, verá!

Apoio

O ex-ministro da saúde Alexandre Padilha esteve em Taquaritinga acompanhado de seus companheiros de partido, o PT, entre eles, Adauto Scardoelli, que fará coro a sua campanha rumo a eleição de deputado federal. Além da ex-vereadora Mirian Ponzio ele também receberá apoio dos agentes comunitários de saúde uma vez que foi na gestão dele à frente do Ministério da Saúde que a cidade criou as três equipes de saúde da família.

Prevaricação

O governo de SP, sob a gestão do governador Márcio França, está fazendo um pente fino nos convênios assinados com as prefeituras. Há informações de prefeitos que não emitem a ordem de serviço para prejudicar emendas parlamentares. Além de não estarem cumprindo com os respectivos contratos também incorrem ao crime de prevaricação, quando deixa de fazer algo que é de sua obrigação. O procurador geral do Estado deve agir.

Sinalização

Embora nos últimos dias o COMUTRAN tenha se movimentado pintando guias “onde o padre passa”, continuam precárias e quase inexistentes as sinalizações na Avenida que liga o Talavasso aos bairros Jardim Acapulco e Tênnis Park. Um perigo principalmente para quem se utiliza daquela via a noite.

__________________________________________________

Sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Homenagem

Ao pensar sobre o que escrever nesta semana fiquei entusiasmado com inúmeras informações que recebi ao longo dos dias. Acontecimentos sociais, políticos, dados sobre dívida pública, etc. Mas organizando minha agenda observei que o aniversário de Taquaritinga seria nesta quinta-feira (ontem para você que lê e amanhã para mim que escrevo). Mudei o roteiro e pus-me a rascunhar sobre essa terra que me fez ser quem sou – para o bem e para o mal. Pensei nas oportunidades que aqui surgiram e também nas tristezas que compartilhamos: da pujança econômica ao número assustador de desempregados. Apaguei tudo. De repente o hino à Taquaritinga me veio à tona e nada mais me toca do que sua letra e a canção. Portanto, meus caros leitores, cedo espaço para o que realmente importa nesta data tão querida. Que permaneçamos unidos em um só coração. Viva Taquaritinga!

Taquaritinga, tu és paulista

Taquaritinga, bem brasileira

Tu és a Terra de nossos pais

Nós te faremos sempre altaneira

 

Taquara Branca, Ribeirãozinho

São Sebastião dos Coqueirais

A tua história é incentivo

É garantia, penhor a mais

 

Um coração em Deus unido

Nós te queremos assim bem forte

É condição para o progresso

Que te juramos até a morte

 

Taquara Branca, Ribeirãozinho

São Sebastião dos Coqueirais

A tua história é incentivo

É garantia, penhor a mais

__________________________________________________

Sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Repercussão

A denúncia representada junto ao Ministério Público feita por mim enquanto presidente do diretório municipal do PDT em Taquaritinga sobre a falta de segurança no antigo prédio da Stéfani onde hoje abriga departamentos da prefeitura causou uma excelente repercussão. Somaram-se a denúncia inicial outras representações feitas pelo Sindicato dos Funcionários Públicos e pelo vereador Denis Machado, esse último surpreendente defensor do funcionalismo na Câmara. A esperança é que o MP acate a reclamação e obrigue a municipalidade dotar o prédio de equipamentos de segurança.

Resposta

Como forma de responder a repercussão da denúncia o prefeito e sua corriola passaram a questionar se no passado recente, mais precisamente na gestão Fulvio Zuppani, os prédiosestavam devidamente equipados e com o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, AVCB. Na época do prefeito Zuppani a cobrança por parte do MP e Corpo de Bombeiros era tão forte que o Estádio Municipal “Dr. Adail Nunes da Silva”, o glorioso “Taquarão”, ficou fechado justamente pela falta do AVCB. Oras, se a lei é para ser cumprida, não adianta o prefeito querer fazer opugnação em quem aponta seus erros. Cumpra a lei.

Críticas

Os dias passam, os serviços emperram, as obras empacam e a base sólida de apoio vai se desmanchando. É isso que se perceba a cada sessão ordinária da Câmara de Vereadores. Na última segunda-feira foi a vez do veterinário WadinhoPeretti tecer ironias sobre as obras do governo Mársico e os serviços como da varrição que não têm sido feita nas praças e ruas importantes como a Major Calderazzo, ao lado da E.E. “9 de Julho”. Até a descabida taxa de protocolo, criada por Mársico para aqueles que solicitam algo na prefeitura como simples ofícios pedindo melhorias, remédios ou então matrícula de imóveis, etc, foi severamente criticada.

Homenagem

Ainda sobre a Câmara Municipal os vereadores aprovaram a concessão de honraria à professora Mônica Passafaro. Só pelo fato de ser professora a homenagem já seria válida. Mas além dos bons serviços prestados como docente, Mônica Passafaro foi coordenadora do Programa de Esporte e Lazer da Cidade, o Pelc, criando na gestão Fulvio Zuppani e que atendia centenas de crianças, jovens, adultos e idosos em diversos pontos da cidade além de empregar dezenas de profissionais. O programa foi encerrado no início de 2017 com o argumento de que ele estaria implantado de forma ilegal. A verdade documental nunca fora apresentada denotando apenas revanchismo político.

Jardim

Muito positiva a parceria da prefeitura com a iniciativa privada para florir os canteiros da cidade. Embora a ação não tenha chegado na periferia, nem ao mesmo por parte da prefeitura, o projeto é bom e pode fazer a cidade voltar a ficar bonita como na época do ex-prefeito Milto Nadir.

__________________________________________________

Sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Opinião

Na última terça-feira o colunista da Folha de São Paulo, o ex-vereador Nabil Bonduki, trouxe em seu espaço uma reflexão e um chamamento importante quanto ao combate ao autoritarismo crescente no Brasil. Faço questão de reproduzir seu artigo por acreditar ser deveras importante e pertinente ao debate, sobretudo, ao debate político no qual nos encontramos.

Com denúncias anônimas e ações intimidatórias, autoritarismo avança:

“Primeiro vieram buscar os judeus e eu não me incomodei porque não era judeu. Depois levaram os comunistas e eu também não me importei, pois não era comunista. Levaram os liberais e também encolhi os ombros. Nunca fui liberal. Em seguida os católicos, mas eu era protestante. Quando me vieram buscar já não havia ninguém para me defender…”.

A reflexão de Martin Niemöller (1892-1984), pastor da Igreja Protestante que lutou contra os nazistas, deve servir de alerta para os brasileiros que acreditam na democracia, mas que estão indiferentes ao avanço do autoritarismo.

(…) Os arroubos autoritários seguem um perigoso roteiro: um grupo denuncia um evento, uma manifestação artística ou uma opinião. Em seguida, alguma autoridade —o Judiciário, a polícia ou um órgão de controle— proíbe, censura ou intimida os participantes.

(…) É um método típico dos regimes totalitários, de qualquer vertente. Denúncias anônimas ou ações violentas integram um modus operandi promovido por grupos paralelos à estrutura institucional que atuam de modo complementar a governos autoritários.

(…) O Brasil vive momentos de obscurantismo. Por isso, o compromisso com a democracia precisa estar no centro do debate eleitoral. Uma frente democrática e progressista, que reafirme os princípios da liberdade e dos direitos individuais e sociais e coloque um dique aos retrocessos, é essencial.

__________________________________________________

Sexta-feira, 27 de julho de 2018

Quem paga a conta?

O desespero do prefeito Vanderlei Mársico em fazer funcionar algo no prédio milionário que ele, com recursos da prefeitura, comprou para ser a nova sede do Paço Municipal, tem afetado a saúde dos funcionários que para lá foram alojados. Já se tem notícia de servidor que devido a poeira, presença de peçonhentos e pombos, foi acometido por crise alérgica. Mais uma vez, sem nenhum planejamento, a administração resolve consertar um erro (neste caso a compra do prédio) e erra mais ainda colocando em risco a saúde de seus colaboradores. O sindicato precisa agir para impedir esse desrespeito.

História

O ex-prefeito Milton Nadir ainda tem muito a colaborar com o município. Em tempos em que Taquaritinga é alvo de reportagem de programa regional de televisão, que tratou sobre a incapacidade da prefeitura cuidar das dezenas de pessoas em situação de rua, a cidade pode se recordar com felicidade do tempo em que a administração local acabou com os barracos existentes próximos ao pontilhão do Jardim São Sebastião e Francisco Romano. Milton Nadir, prefeito à época, tinha sensibilidade e prestou um honroso serviço a população. Em caso de dúvidas, deveriam ter a humildade em procurá-lo, pois na sua simplicidade pode-se encontrar sabedoria.

Um espaço para mim

Cada dia que passa as notícias sobre a filiação do jovem Alexandre Eduardo da Silva, o Cherno, ao Partido Socialista Brasileiro, só crescem. Em Taquaritinga o partido é presidido vereador Eduardo Henrique Moutinho que deverá puxar mais uma cadeira para as reuniões da agremiação. Atualmente, Alexandre “Cherno”, assessora o secretário estadual da educação. O ex-secretário do esporte da gestão Fulvio Zuppani já começou a reunir um grupo para junto dele ingressarem ao PSB de Márcio França, Eduardo Campos, Miguel Arraes, Moutinho e Valcir Zacarias.

Mudança

É muito bem-vinda a mudança ventilada pela imprensa na última semana sobre o desfile cívico em alusão ao aniversário do município. Ao que parece a secretaria municipal de cultura pretende transferir o desfile da Rua Prudente de Moraes para a Avenida Paulo Roberto Scandar. O local é menos íngrime, mantém comércio alimentício e com certeza cairá no gosto da população.

Homenagem

Neste último dia 25 de julho, quarta-feira, comemorou-se o Dia da Mulher Negra. Quero aqui prestar uma justa homenagem a uma mulher de fibra, certeira, enérgica: Maria Gorete Mateus Culca. Antes de tudo uma batalhadora, que venceu os desafios que a sociedade impõe às mulheres, que ganham em média 22,5% a menos que os homens, e, sobretudo aos negros, que pelo mesmo trabalho de brancos ganham R$ 1,2 mil a menos. Com muita dificuldade, Gorete, trabalhava, estudava, depois passou a dar aulas e hoje está prestes a se aposentar após laboriosos anos em sala de aula. Maria Gorete, assim como tantas outras Marias, é a marca da persistência, coragem, resiliência e trabalho. A vocês todas o meu carinho e respeito.
__________________________________________________

Sexta-feira, 20 de julho de 2018

Comerciantes

Na semana em que se comemora o dia do comerciante, os corajosos empreendedores não tem muito a comemorar. Uma novela que se arrasta a anos ainda não teve fim. A inexistência da área azul espantam os fregueses das ruas centrais, dificulta as vendas que há tempos só vem caindo. Não o bastante, a prefeitura reformulou a lei do código tributário passando a onerar ainda mais quem tem comércio através dos altos preços cobrados dos alvarás. A maior empregadora da cidade, a prefeitura, enrolou quase um semestre para conceder aumento para os seus mais de 1.700 funcionários. O percentual concedido quase não fez diferença no bolso do servidor que é claro continua com os cintos bem apertados em relação a compras, afetando localmente nossa economia.

Comerciantes 2

Na cidade de Cubatão a prefeitura, em razão da crise econômica, lançou um programa para incentivar e ajudar o comércio local. Deu aos funcionários um vale-compras que impulsionou a economia local. Como não incide no cálculo da lei de responsabilidade fiscal, nada impediria da prefeitura de Taquaritinga conceder tal benefício aos seus servidores.

Demora

Ainda continuam as reclamações na área da saúde. Um encaminhamento para médico especialista tem demorado dois meses – e pasmem! Esse período não é para agendamento. É apenas para aguardar a autorização da secretaria municipal de saúde. A fila certamente é grande. Uma pena esse processo não ser transparente. Fica mais uma questão a ser analisada pelos vereadores que parecem inertes aos problemas reais da população.

Dinheiro

O município é detentor de muitas áreas. Terrenos, imóveis, construções inacabadas, entre eles o esqueleto do shopping Salvagni, no Jardim Laranjeiras. A cada nova administração ventila-se uma finalidade para esse elefante branco. Até o presente momento nada de concreto. Tem empreendedor querendo área para investir, tem projetos parados por falta de recursos e isso poderia ser revertido caso fosse dado destinação a esses espaços.

É necessário?

Segundo informações obtidas através do Diário Oficial, o prefeito Vanderlei Mársico lançou um edital para contratação de uma empresa especializada em revitalização de fonte ornamental. O chefe do executivo quer pagar até R$ 78 mil para melhorar a fonte da Avenida Paulo Roberto Scandar. Com tantos problemas pela cidade, gastar essa nota para enfeitar uma rotatória é uma aberração. Definitivamente as prioridades estão invertidas nesta gestão.

__________________________________________________

Sexta-feira, 13 de julho de 2018

Cine

Uma pergunta que não quer calar: a quantas andam as obras do antigo Cine São Pedro? O imbróglio foi iniciado na gestão Fulvio Zuppani por diminuição de verbas federais para tal. A atual administração chegou anunciar uma verba extra, conseguida no Ministério do Turismo. Mas a bem da verdade faz um ano e meio que o prédio está vazio, sem trabalhadores, sem um mísero sinal de obra.

Centro Dia do Idoso

Outra obra que ninguém entende é o Centro Dia do Idoso, localizado ao lado do Almoxarifado da prefeitura, na Vila Sargi. O projeto foi uma bandeira de campanha de Mársico – à época chamada de “Creche do Idoso”, mas até agora por ali o que vemos é mato alto e há quem diga que moradores de rua ocuparam o local para se abrigar.

Vai ou fica?

Ficou bastante comado a situação para a empresa permissionária do transporte coletivo na cidade. Reduziu o número de ônibus, trocou os veículos por modelos mais sucateados, não respeita os horários e muito menos as linhas. Muita gente tem reclamado e com razão. Cadê a fiscalização? CPI na Câmara! O contrato não está sendo executado.

Museu

A prefeitura de Monte Alto reformou seus museus – histórico e paleontológico – e reabriu para visitação. O local estava fechado desde 2009. O prefeito João Paulo Rodrigues, do PDT, priorizou e entregou a população esse local todo revitalizado, conforme promessa de campanha. Já em Taquaritinga quase ninguém fala nada. Os poucos que se arriscam são para atacar o ex-prefeito Fulvio que à época decidiu fechá-lo para acabar com os altos aluguéis que pagava seja do prédio do museu ou da biblioteca. Parte do material foi incendiado, muito provável criminosamente, num galpão no antigo horto florestal. Mas passou da hora ds reativá-lo!

Opinião

A deputada Beth Sahão escreveu recentemente um artigo denunciando o descaso dos governos do PSDB ao longo dos 24 anos que ocupam o Palácio dos Bandeirantes. “Hoje, podemos observar um estado completamente quebrado, com serviços sucateados, perdendo empresas e profissionais talentosos para outras regiões do País. A população, por seu turno, é obrigada a conviver com educação e saúde de péssima qualidade, estradas esburacadas e a violência crescente. “, cravou a parlamentar.
__________________________________________________

Sexta-feira, 6 de julho de 2018

Voto errado

Copa acabando, eleições chegando e o legislativo federal fazendo suas cacas tradicionais. A última é a liberação do uso do agrotóxico nas lavouras brasileiras. E como desgraça pouca é bobagem em uma comissão da Câmara Federal fora votado e aprovado um projeto que proíbe a venda de produtos orgânicos em supermercados e feiras. Tiririca nos enganou: pior do que estava ficou. Portanto, preste bem atenção no seu voto. Não vote em candidatos que engrossaram o caldo das reformas do Temer e que pertençam a bancada ruralista. Eles lucram e a gente morre pondo veneno pela boca.

Herói

Quando o prefeito Vanderlei Mársico falava das empreiteiras que prestavam serviços em governos passados ficávamos imaginando que ele não fosse sofrer com elas porque em seu discurso fazia parecer que as empresas que ganham as licitações, prestam mal os serviços ou então paralisam as atividades, fazem isso por falta de pulso, de ordem, algo do tipo. Mas não é que Mársico também está sofrendo? E claro, a culpa não é dele. É da lei, do Ministério Público, do Tribunal de Contas, do presidente da Câmara e ultimamente até do governador Márcio França.

Herói 2

Prefeito não é herói. Político nenhum é. O problema é que para convencer o eleitor alguns se fantasiam de super mágicos. A máquina é emperrada sim. As coisas demoram. O dinheiro é pouco e fica concentrado em São Paulo e em Brasília. O Ministério Público tem o dever legal, constitucional, de fiscalizar e proteger os cidadãos do mau uso do dinheiro público. O Tribunal de Contas tem de impor limites para políticos que pensam estar tocando sua própria empresa. Vereadores, associações, a sociedade civil precisam debater os problemas, enfrentar as questões e apontar outros caminhos que não onerem e sobrecarreguem ainda mais o povo sofrido. E por fim governar é despir as fantasias, mediar com humildade os conflitos, ouvir os divergentes e realizar o que é prioridade. O resto é balela de quem está perdido.

Gente nova

A novela mexicana envolvendo o secretário da Fazenda, Ricardo Henriques, teve fim. Foi nomeado seu substituto. Moço novo, formado em Biomedicina, Carlos Montanholi ajudará o município a reorganizar suas finanças a partir de agora. Henriques, alvo de muitas críticas, é funcionário público municipal de carreira e ocupava cargos de direção na secretaria desde o governo Paulo Delgado, passando pelo Fulvio Zuppani e permanecendo com Mársico.

Calçadão

Os empresários responsáveis pelas obras do famigerado calçadão da praça Dr. Horácio Ramalho desmentiram o prefeito durante entrevista na rádio Mix FM. Disseram que a prefeitura alterou todo o projeto inicial e que não cumpre com sua parte no contrato, impossibilitando a continuidade da obra. O tempo passa e nada tem ficado pronto. Até quando?

Educação

O secretário de estado da educação, João Cury, recebeu seu assessor Alexandre Cherno e a dirigente regional de ensino Maristela Gallo para anunciar que as escolas estaduais de Taquaritinga receberão recursos para reforma. Trata-se da E.E. Professora Carmela Morano Previdelli e E.E. Professora Felicía A. Pagliuso, ambas localizadas nos extremos periféricos na cidade. Além disso, cada grêmio escolar receberá R$ 5 mil par promover atividades pertinentes aos seus projetos na comunidade escolar, uma nova e importante iniciativa.

__________________________________________________

Sexta-feira, 29 de junho de 2018

Time reforçado

Informações dão conta que o médico ortopedista Luis Roberto Micheloni se somará ao prefeito Vanderlei Mársico para angariar votos ao deputado estadual Marco Vinholi, do PSDB. O alinhamento de Micheloni com Mársico não era esperado e pode surpreender favoravelmente a Vinholi.

Lynno Fernandes

Foi com muita tristeza que recebi a notícia do falecimento do jovem Lynno Fernandes. Trabalhamos juntos em 2016 onde ele sempre se destacava pela competência e destreza com a qual desenvolvia seus trabalhos. Seria de bom tom que a administração municipal lançasse uma campanha de prevenção ao suicídio a partir deste fato lamentável que foi a morte de Lynno.Taquaritinga tem elevados índices de suicídio e isso precisa ser discutido.

Cadê?

Apesar de ativa a Associação de Moradores do Jardim do Bosque perdeu protagonismo nos últimos tempos. Não se vê melhorias no bairro que ainda enfrenta problemas graves de segurança e infraestrutura. Não se encontra nos anais da Câmara Municipal, nas rádios ou nos jornais qualquer manifestação por parte da Associação na luta em favor da resolução destes problemas. Sem luta não há conquistas.

Será?

Dias atrás, durante um almoço com o atual governador Márcio França na cidade de São Carlos, encontrei-me com o presidente estadual do PPL, Miguel Manso. Segundo ele o ex-vereador Valmir Carrilho Marciano poderá ser candidato a deputado federal pelo partido nestas eleições. Valmir é um bom quadro e sem dúvidas poderá muito bem representar a cidade nestas eleições gerais.

Relatório

Bastante duro o reletório do Tribunal de Contas do Estado em relação ao primeiro ano de mandato do prefeito Vanderlei Mársico. O presidente da Câmara, Rodrigo De Pietro, através de suas redes sociais levou ao conhecimento de todos alguns trechos deste documento. A análise mais marcante, sem dúvidas, é qual se refere a compra do prédio da Stéfani. O relatório explicita que o chefe do executivo preferiu adquirir um imóvel milionário ao cobrir as quadras esportivas, construir creches, atender as emendas impositivas e reformar as Unidades Básicas de Saúde. O texto apresentado pelos técnicos do TCE vem ao encontro das impressões da população.

Devagar, devagarinho

Sem chamar a atenção e tentando reunir diferentes perfis, o PPS que é presidido pela professora Rita Ramalho, tem realizado bons movimentos na política local. O interesse muito provavelmente é a eleição do ex-prefeito Fulvio Zuppani. Filiações como da presidente do sindicato dos funcionários públicos municipais, Maria Angélica TiosoBohrer são esperadas e quem voltou a dar as caras nas reuniões é a ex-subprefeita de Guariroba Marli Barbizan. Na Câmara, o vereador CidoBolivar deu uma recuada, provavelmente seguindo uma estratégia partidária.

__________________________________________________

Sexta-feira, 22 de junho de 2018

Paralisação

Os funcionários públicos municipais que trabalham no Almoxarifado deflagraram greve nesta quinta-feira em razão da insatisfação que se criou em relação ao governo Vanderlei Mársico. A gota d’água foi o possível não pagamento de horas extras. Outro ponto foi a mudança da data base de janeiro para maio, imposta pelo chefe do executivo, votada e aprovada pelos vereadores. Segundo a aposentada Cidinha Girotto, isso representará uma perda salarial, pois o funcionalismo só terá aumento daqui a 16 meses.

Paralisação 2

Ainda segundo a psicóloga Cidinha Girotto, o prefeito faz terrorismo com a volta das 8 horas do funcionalismo. Todo ano, de acordo com a aposentada, o aumento salarial vira uma moeda de troca no “mercado negro”, como foi esse ano em relação à data base. Os servidores do almoxarifado estão com a razão em cobrar seus direitos. Há anos eles estão perdendo.

Paralisação 3

Além dos baixos salários o funcionalismo já teve seus salários atrasados e acumulam perdas, hoje, irreparáveis. Ex-prefeito garantiu sua reeleição ludibriando os servidores, com a instituição das 6 horas e com o vale-alimentação extensivo aos inativos. Atualmente eles, os colaboradores da prefeitura, amargam com baixos aumentos (esse ano será de 2,5 porcento), corte das gratificações, corte do vale alimentação dos aposentados e possivelmente o retorno das 8 horas. Está na hora da comunidade abraçar o funcionalismo, pois são eles que fazem acontecer.

Visita

Neste sábado o deputado federal Arnaldo Jardim visita a Fatec de Taquaritinga, a partir das 9 horas, acompanhados de seus correligionários do PPS. Pela tarde é a vez da deputada estadual Ana do Carmo visitar seus companheiros de jornada da cidade pérola.

Cartão postal

O que era cartão postal na administração Paulo Delgado virou vergonha nos últimos tempos. O Parque Municipal “Prefeito Ernesto S. Salvagni” foi cruelmente abandoando numa clara demonstração da falta de política pública e planejamento. Do outro lado da cidade, graças ao empenho do secretário Beto Girotto, o Centro de Lazer “Dona Dinha Camassuti” vai aos poucos sendo recuperado e devolvido a população.

Cadê?

Não se vê e nem se ouve falar do trabalho do departamento de meio ambiente. Não se tem notícias de plantio de árvores, execução de projetos e muito menos angariação de recursos. Lembrando que nesses quase dois anos de gestão Mársico, a cidade caiu vertiginosamente no ranking do programa estadual Município Verde Azul. Lamentável.

Café com os centenários

O secretário municipal de cultura e turismo, Thiago Duarte, foi muito feliz ao inserir na programação alusiva a comemoração dos 150 anos de fundação de Taquaritinga, um café com figuras centenárias. Como sugestão, penso que mais gente deveria ser procurada para relatar histórias sobre nossa cidade. E aí quem sabe transformar essas estórias em uma publicação disponível a toda nossa gente.
__________________________________________________

Sexta-feira, 15 de junho de 2018

Distrito Industrial

O vereador Adauto Bonachini, o Dautinho, da cidade de Santa Ernestina, tem lutado com afinco para gerar empregos. Recentemente intermediou a vinda de uma distribuidora de bebidas para o município e agora iniciou a luta por um distrito industrial. O parlamentar já indicou, inclusive, a área que o executivo deve desapropriar, estrategicamente na rodovia Faria Lima. A intenção de Dautinho é louvável. Neste período de baixo crescimento os municípios devem investir em infraestrutura para que quando chegada a hora de novos ares econômicos a cidade tenha área a oferecer para quem quer produzir e gerar emprego.

Distrito Industrial 2

Em Taquaritinga a maior carência da população é emprego. Ao elegerem Vanderlei Mársico, os eleitores acreditavam que a cidade se abriria para a industrialização. O então prefeito e candidato a reeleição, Dr. Fulvio Zuppani, acreditava na abertura de um novo distrito industrial como saída para essa problemática. Vanderlei, após assumir às rédeas da prefeitura apostou na aquisição de um prédio de R$ 6 milhões. O final da história ainda está longe mas até agora o que vemos é desemprego e dívida.

De acordo

A deputada estadual Beth Sahão durante a solenidade dos festejos dos 150 anos de fundação disse duas coisas que estou de pleno acordo. O primeiro é que o taquaritinguense Dimas Ramalho é um exímio cumpridor de seus deveres, da lei, haja vista sua postura no TCE. A segunda refere-se ao povo. É o povo, segundo Beth, quem constrói a história de nossa cidade. E o nosso povo, sem dúvida, é extraordinário.

Pesar

Foi com muito pesar que familiares e amigos despediram-se do jurista Flávio Nunes da Silva. Filho do saudoso casal Adail e Biloca, pai da querida Lívia, Alexandre e Marco, o Dr. Flávio Nunes era pessoa querida por sua gentileza, bom humor e cuidado na lida, em especial, com os mais humildes. Sem dúvida a cidade imortaliza mais um de seus filhos ilustres.

Câmara

Foi com alegria que recebi a notícia de que o vereador Tonhão da Borracharia, do PPS, se colocou a disposição dos colegas para presidir o legislativo local. Tonhão é carismático, fala a língua do povo e se eleito for modificará a cara carrancuda da atual legislatura.

Raio X

Muito bem fez o prefeito Vanderlei Mársico em comprar um novo aparelho de raio x para a Unidade de Pronto Atendimento, a UPA 24h. Porém os vereadores querem saber se a compra aconteceu dentro da lei, afinal, lei é para todos.
__________________________________________________

Sexta-feira, 8 de junho de 2018

Boa postura

O vereador Valcir Zacarias, posicionou-se firmemente na última sessão sobre as dificuldades que o povo, sobretudo mais carente, têm encontrado para peticionar junto à prefeitura dada a taxa de mais de R$ 20 criada por Vanderlei Mársico através da lei que reformou o código tributário do munícipio. A mesma postura manteve os vereadores Denis Machado e Caio Porto, sendo esse último atacado por adversários que estão insatisfeitos com seus posicionamentos contudentes em relação a projetos que prejudicam a população.

Vergonhoso

Ainda sobre a Câmara Municipal, na última sessão os trabalhos ficaram suspensos por vinte minutos pois o Executivo havia enviado um projeto às pressas e as comissões não haviam se reunido para dar pareceres, o que impedia de ser posto em votação. Mais uma vez os vereadores se colocam como funcionários do Paço.

Justiça

Embora a deputada estadual Beth Sahão tenha protocolado o projeto de lei que torna Taquaritinga a capital estadual da goiaba, o único vereador a apresentar pedido semelhante foi o pemedebista Wadinho Pereti. A imprensa falhou em não publicar este fato.

Saúde

Ao visitar o prédio da Unidade Básica de Saúde “Antonio Abudd” no Jardim Buscardi fiquei preocupado com o que vi. Muita poluição visual, com inúmeros folhetos pregados nas mais diferentes paredes, mato alto, falta de recepcionista para informar os pacientes e uma demora absurda para o atendimento. Acompanhei uma cidadã que entre pegar a ficha e ser atendida pelo médico, a paciente teve que aguardar 3 horas. Sem dizer do perigo que moradores daquela região, usuários da UBS bem como seus funcionários enfrentam ao transitar por uma avenida com pouca sinalização e um tráfego pesado, incluindo tráfego de caminhões. O ideal é que o terreno ao lado da Unidade de Saúde fosse adequado para servir de estacionamento e a calçada fosse alargada para que pessoas idosas, em especial, pudessem trafegar sem perigo. Além de faixa de pedestre, de preferência como aquela existente na porta da Santa Casa.

Taquaritinguense

Não importa se você é contra ou a favor das posições políticas de Alexandre Eduardo da Silva, o Cherno. O fato é que o moço tem brilho. Único taquaritinguense a presidir a União Estadual dos Estudantes (UEE), embora muitos outros tenham participado de movimentos estudantis, como o Dr. Luiz Eduardo Curti que chegou a ser preso num congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE) em Ibiúna ou então Dimas Ramalho que grandiosamente presidiu o Centro Acadêmico XI de Agosto, no auge do regime militar. Agora sua nova empreitada é assessorar João Cury, atual secretário de estado da educação. Nossa torcida é para que as autoridades locais coloquem de lado suas vaidades e utilize deste filho da terra para conquistar melhorias para nosso povo.

__________________________________________________

Sexta-feira, 1º de junho de 2018

Ironias
Atendendo aos reclamos de políticos incomodados com nossos escritos, na semana passada, publiquei textos sobre flores, literalmente. Muita gente se espantou, mas rapidamente entendeu a ironia. Repetirei toda vez que sentir que a imprensa livre está ameaçada, como uma forma pacífica de protesto. Assim como o colega colunista Rodrigo Leite Segantini (jornal Tribuna), fico tranquilo quanto as acusações que o prefeito desferiu contra “alguns colunistas”. Trago aqui fatos e impressões verdadeiras, embora muitas vezes pesadas, mas sempre verdadeiras. É lamentável que, agora sentado debaixo do telhado de vidro, reclame, já que por décadas reuniu jornal impresso, rádio e tribuna da Câmara para apontar defeito de governo alheio.

Câmara 
A população está incrédula com os acontecimentos envolvendo os vereadores da Câmara Municipal. A renovação realizada nas eleições de 2016 trouxe  inexperiência, intolerância às diferenças, incapacidade legislativa. Debates vazios do ponto de vista prático embora cheio de ego do ponto de vista político. Discussões tolas quanto a problemas pequeninos como a instalação de redutores de velocidade. Individualmente os vereadores parecem estar empenhados, mas quando se reúnem a coisa desanda.

Taquaritinga e Brasil
Infelizmente em nossa cidade vemos apenas o reflexo do momento caótico que passa o Brasil. Polarização entre azuis e vermelhos, fazendo acreditar na existência de uma verdade que, sempre, é a minha. Gestores que a bem da verdade são grandes politiqueiros, mitos que apelam para o extremismo porque não tem capacidade em apresentar ideias suficientemente boas e lideranças que na tentativa de se safar apostam em uma militância cega que atira contra todos. Qual a saída? Quantos chefes de família continuarão sem emprego? Quantas crianças permanecerão à margem da sociedade?

Greve
Nosso total apoio a greve dos brasileiros. Iniciou com a paralização dos caminhoneiros, passando pelos petroleiros e agora, ao que parece, os civis, dos mais diferentes calibres estão aderindo a uma manifestação importante que faz refletirmos sobre os desmandos que há anos vivemos e vemos calados. O movimento que parece não ter uma pauta específica é sinal de esgotamento. Altos preços praticados pela Petrobras, ineficiência do serviço público, excesso de praças de pedágio, corrupção do governo Temer, são algumas das bandeiras. Portanto, apoio aos brasileiros!

__________________________________________________

Sexta-feira, 25 de maio de 2018

Para não dizer que não falei das flores
Com mais de cem espécies pelo mundo, as rosas são uma das flores mais antigas do mundo. Calcula-se que ela esteja presente no solo terrestre há mais de 35 milhões de anos. Os asiáticos cultivam-a pelo menos há 5 mil anos. Os espinhos presentes em sua estrutura são defesa natural. Cercada por simbolismo as rosas podem representar o amor e a morte.

Para não dizer que não falei das flores
Espelho do sol como é chamado por acompanhar o percurso do amanhecer até o anoitecer, os girassóis são flores grandes e por sua característica não se pode cultivar em áreas fechadas. Outro diferencial desta bonita flor é o seu poder de atrair abelhas.

Para não dizer que não falei das flores
O copo de leite é cultivado próximo de rios e lagos, mas foi na África do Sul que se originou. É uma flor tóxica e deve ser evitada onde existem crianças e animais. Por sua exuberância é uma das espécies mais vendidas nas floriculturas do mundo.

Para não dizer que não falei das flores 
A queridinha do momento sem dúvidas são as orquídeas. Com inúmeras cores e formatos ela pode variar de tamanho entre 2 mm e 20 cm. Recentemente cientistas encontraram na República Dominicana perfeitamente preservados no interior de uma pedra de âmbar, grãos do pólen de uma orquídea grudados nas asas de uma abelha de 20 milhões de anos.

Para não dizer que não falei das flores
O cravo (aquele da música) é considerada a flor dos Deuses por serem utilizadas em homenagens aos deuses da Grécia antiga. Sua origem é incerta, mas sabe-se que há 2 mil anos é cultivada na região do Mediterrâneo. Cada cor traz um significado, sendo o branco o amor puro, a fidelidade e a inocência, passando pelo rosa que transmitiam a mensagem de que aquele amor nunca será esquecido, e também simbolizavam o amor materno, entre outras tonalidades e significados.

Para não dizer que não falei das flores
A bromélia é uma das flores descobertas nas Américas. Ela foi avistada por Cristovam Colombo em sua segunda viagem a  ilha de Guadalupe, no mar das Antilhas. O abacaxi é fruto de uma das milhares de ramificações desta flor tropical. O Brasil abriga 40% das 3.086 espécies catalogadas.

______________________________

Sexta-feira, 18 de maio de 2018

Investigação

De acordo com o jornalista Luiz Eduardo Schneider, ex-assessor de imprensa do governo Mársico, no mês passado misteriosamente desapareceu um computador portátil da prefeitura. Felizmente a polícia conseguiu achar o objeto e o mesmo já se encontra em funcionamento no Paço Municipal. Entretanto há inúmeros outros casos que não são solucionados como aquele do “sumiço” de aparelhos de ar-condicionado que simplesmente desapareceram durante a mudança de prédio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, ainda na gestão passada. Aos vereadores que gostam de investigar, esse é mais um caso que pode ser desvendado.

Decepcionados

Uma moradora do Conjunto Residêncial Ipiranga (Talavasso) desabafou nas redes sociais. Moradora da rua 7, ela reclama que faz um mês que as luzes daquela localidade estão apagadas. Em sua postagem ela compara a prefeitura a um casamento: mudam-se os noivos e os convidados, mas as roupas continuam as mesmas. E por fim se diz decepcionada – o que muito provavelmente seja o sentimento de todos os moradores que há um bom tempo recebem a promessa de solução deste antigo problema.

Competência

Tive a grata satisfação de assistir a explanação da enfermeira Ana Lúcia Sales Teodoro, coordenadora da Unidade de Pronto Atendimento, durante a sessão ordinária da câmara de vereadores. Durante sua fala não restaram dúvidas sobre sua competência e dedicação, bem como dos abnegados funcionários que lá trabalham. Ficou ainda mais nítido que a Unidade precisa de mais cuidados e mais funcionários. Imaginem só limpar um prédio que atende em média 300 pessoas por dia com apenas dois funcionários? Esse é um dos desafios que a municipalidade precisará enfrentar caso queira obter bons resultados.

Um pouco melhor

O trabalho organizado pelo secretário Jorge Gibertoni quanto ao tapa-buraco levou alívio momentâneo aos moradores dos mais diversos bairros que receberam o serviço. Algumas ruas pareciam nem mais existir tamanho era os buracos. A população esperava que a municipalidade continuasse trabalhando neste sentido.

Inacreditável 

Daqui 15 dias completa-se um ano da assinatura do convênio entre prefeitura e governo do Estado, no valor de R$ 300 mil, fruto de uma emenda parlamentar da deputada Beth Sahão, destinados para recapeamento das avenidas Francisco Jodas Martins, na Vila Sargi e Vicente José Parise, na região central. Diferentemente de inúmeras prefeituras da região, Taquaritinga parece estar travando a execução de convênios e obras. O mesmo acontece com outro recurso, este da ordem de R$ 1,8 milhão destinadoà canalização do rio em frente ao batalhão do Corpo de Bombeiros. A população cobra agilidade nas obras, ainda mais daquelas que não dependem do orçamento do município.

De olho

O vereador WadinhoPeretti, que por duas eleições foi o mais votado, voltou a participar com mais afinco dos acontecimentos políticos na cidade. Tem discutido mais durante as sessões, se fez presente na assembleia do sindicato dos funcionários públicos municipais e foi àRádio Mix responder o subprefeito de Jurupema que havia atacado os vereadores no dia anterior. Wadinho fez um bom trabalho em seu primeiro mandato e era cotado como o sucessor do grupo político liderado pelo ex-prefeito Tato Nunes. Possivelmente com a sua não eleição a presidente da Câmara o fez repaginar suas expectativas e os acenos que agora constitui voltam a torná-lo um forte candidato.

______________________________

Sexta-feira, 11 de maio de 2018

Omissão

Conforme o sindicato dos funcionários públicos municipais havia alertado os vereadores sobre o perigo de incorrerem ao crime de omissão legislativa se não fosse votada a lei que regulamenta a participação remunerada dos servidores no sindicato da categoria, a justiça enviou à Câmara um despacho obrigando-lhes proceder a confecção da lei e a sua apreciação. Trata-se da decisão do prefeito em exigir o retorno de dois funcionários públicos (remunerados pela prefeitura), pertencentes à diretoria do sindicato, que há anos prestam serviços na sede da organização. Mas o que Vanderlei Mársico e sua trupe na Câmara não sabiam é que a Constituição Federal e Estadual preveem a cessão dos funcionários ao sindicato. Sendo assim, a Câmara se vê obrigada a reparar mais um erro.

Boa condução

Ainda sobre os servidores públicos do município, a última assembleia realizada na rua do sindicato, sob coordenação da presidente Maria Angélica Tiosso Bohrer, resolveu enviar ao prefeito mais uma proposta de aumento. Desta vez os funcionários solicitam que sejam repassados 1,5% como dissídio além de um abono salarial no valor de R$ 50, sem alterar o valor pago através de auxílio alimentação. Apesar de não ser o merecido pela categoria é uma proposta razoável para ambas as partes.

Fundo Social

O fundo social de solidariedade iniciou a campanha do agasalho. Em um evento a ser realizado neste sábado, o grupo liderado pela presidente Patrícia Mársico, espera receber doações de cobertores e roupas que deverão ser distribuídos entre os mais carentes e também à APA, ONG que carinhosamente cuida dos animais instalados no horto municipal.

Reclamações

Choveu reclamações sobre o atendimento da Unidade de Pronto Atendimento 24 horas, a UPA. A última notícia é que durante uma hora a unidade ficou sem médico, prejudicando o atendimento. O que se observa, desde a saída da FunFarme, ainda na gestão Fulvio Zuppani, é que o número de funcionários é insuficiente frente a demanda da UPA. O ideal seria realocar os funcionários existentes para as Unidades Básicas de Saúde e voltar a contratar uma empresa para administrar a UPA.

Calçadas

Um dos problemas na principal rua de comércio de Taquaritinga está quase resolvido. O prefeito anunciou que pretende adotar o sistema de parquímetro para melhorar o estacionamento nas ruas centrais do município. Mas recentemente outro problema vem causando dor de cabeça aos frequentadores do comércio local. Trata-se das calçadas que há tempos estão deterioradas e algumas fora do padrão. Seria conveniente que a Câmara Municipal se debruçasse sobre o tema a fim de encontrar uma solução. O executivo também poderia construir junto com a associação comercial um projeto de remodelação desta tão importante região da cidade.

Dia das mães

Quero aproveitar deste espaço para abraçar todas às mães taquaritinguenses que tanto trabalham para uma vida mais digna para seus filhos. Uma saudação especial às abnegadas mães adotivas dos animais de rua, como a Helena Rodrigues e Marta Lapolla. Também as que adotaram praças como é o caso da Dona Lola Milanezi, que dedica-se diariamente ao cuidado da praça do Rotaract no Jardim Laranjeiras. Sem esquecer das professoras, como a Mirian Ponzio, que há décadas ensinam e encaminham seus alunos. Portanto, à todas vocês o nosso reconhecimento e admiração.

______________________________

Sexta-feira, 4 de maio de 2018

Coincidências

Parece falta de assunto, mas definitivamente não é. Há meses, através deste espaço, ponderamos sobre inúmeros assuntos, sendo o mais frequente deles o famigerado governo Vanderlei Mársico. E não tem jeito. Quando pensamos que não tem o que piorar aparece uma informação aqui, um comentário ali, e quando vamos investigar achamos o fato. Esta semana o trabalhador taquaritinguense ganhou um carro de presente. Sim, híbrido, inclusive. Pagou por ele R$ 119 mil. E sabe quem é o fornecedor do veículo? A Stéfani! Aquele grupo proprietário do prédio milionário que o prefeito Vanderlei Mársico decidiu comprar logo nas primeiras semanas do seu vigoroso mandato. Coincidências são ótimas desde que não sejam arcadas com os nossos impostos. Carro híbrido pra quê? R$ 119 mil daria para asfaltar quatro ruas inteiras, reformar uma escola, dar um talento nas praças e até comprar uma ambulância!

Mamografia

O Ambulatório Médico de Especialidades de Taquaritinga, localizado na Avenida João De Jorge, na Vila Rosa, oferece gratuitamente às mulheres o exame de mamografia, indispensável para o público feminino com idade entre 50 e 69 anos. O mais bacana é que não é preciso pedido médico para proceder o exame, sendo possível o agendamento pelo 0800 779 000, de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h.

Castração

O programa de castração gratuita de cães e gatos da prefeitura deu mais um importante passo para sua consolidação. Os coordenadores do programa fizeram essa semana uma busca ativa no Jardim do Bosque cadastrando mais de 60 famílias que levarão mais de 100 animais ao procedimento. Se a municipalidade der continuidade, em poucos anos teremos um controle populacional dos animais em Taquaritinga. O que ainda falta é colocar em prática as políticas idealizadas através de lei pelo vereador WadinhoPeretti, além de apoiar os grupos que cuidam dos animais abandonados, como os “Anjos de Rua”.

Vitória

A vitória do ex-prefeito Paulo Delgado é algo para se comemorar. Taquaritinga não quer ter mais um ex-prefeito com processos e mais processos. Porém, alguns operadores do direito dizem que a decisão positiva em favor ao ex-prefeito fora monocrática, ou seja, expedida por apenas um ministro, podendo ser mudada se for levada ao pleno do STJ. Além disso, Paulinho Delgado e sua equipe ainda responde um processo por compra irregular de medicamentos. Ambos os processos não transitaram em julgado.

Área azul

Durante o primeiro de maio o chefe de executivo concedeu entrevista a Rádio Mix (antiga Mensagem FM) na qual revelou que o projeto de modernização da área azul já está pronto e que em breve será enviado para à Câmara Municipal para apreciação dos vereadores. Segundo o alcaide, os munícipes poderão comprar tempo de estacionamento pelo próprio celular, sendo possível, fracionar em 15 – 30 minutos de permanência na vaga. Sem dúvidas a população aguarda ansiosa pela resolução desse problema que se arrasta há anos.

Deu ruim

A página do prefeito Vanderlei Mársico não tem obtido êxito. A população usa aquele espaço para fazer inúmeras críticas, desde a falta de higiene dos banheiros da rodoviária, passando por buracos no Jardim Sobral e até problemas elétricos em creche. Antigamente o prefeito respondia um a um, mas de uns meses pra cá, quando a insatisfação popular aumentou, o alcaide não responde mais ninguém.

______________________________

Sexta-feira, 27 de abril de 2018

2020

Taquaritinga respira e transpira política. E por isso iniciamos 2018 pensando em 2020. Isso quer dizer que políticos e grupos já se movimentam visando às eleições municipais de 2020. O aceno da semana foi feito pelo vereador Marcos Bonilla que através de uma nota divulgada em rede social atestou que o ex-prefeito Paulinho Delgado está livre de todos os processos que lhe tiravam o sono e impediam de ser candidato. Segundo a publicação, o único prefeito reeleito na história de Taquaritinga fora inocentado pelo STJ, abrindo caminho para sua candidatura seja a deputado ou prefeito. Certamente a movimentação deste grande grupo político pode representar a não reeleição de Vanderlei Mársico que deixaria de contar com o apoio do seu maior fiador.

Nomes

Nomes como dos ex-prefeitos Paulo Delgado e Fulvio Zuppani se apresentam no cenário. Vanderlei Mársico, por força do cargo que ocupa também é indicado assim como seu opositor Rodrigo De Pietro. O advogado Valmir Carrilho Marciano também é uma liderança que permaneceu ativa mesmo não tendo êxito na última eleição. Embora tenhamos muitos nomes nenhum deles se apresenta como uma liderança que irá unir a cidade.

Preocupante

As obras emergenciais na Escola Municipal Professor Modesto Bohrer revelaram problemas muito maiores do que rachaduras. Muito bem fez a direção da escola que suspendeu as aulas por três dias e que lutou para que as obras fossem iniciadas. Em semanas anteriores questionamos a demora no início da reforma.

Quadro verde

Se pudéssemos, assim como no jornal da EPTV, no quadro “Até quando?”, estabelecer prazos para que a prefeitura realize serviços como tapa-buraco, limpeza e sinalização, certamente daríamos “quadro verde” para os reparos que foram iniciados na avenida que liga os bairros Tênis Park e Jardim Acapulco à rodovia Carlos Tonani. Havíamos denunciado o descaso com aquela região e parece que surtiu efeito.

Cadê?

Maio vem aí e nada da prefeitura começar a funcionar no prédio milionário adquirido pelo governo Vanderlei Mársico. Também não foi entregue a reforma do prédio do antigo “Postão” de saúde localizado na Rua Carlos Gomes. E apesar de agora contar com calçada a Alameda Moacir Manólio continua sem iluminação. Também não se vê nem sinal da draga necessária para limpar o Parque Municipal “Prefeito Ernesto Salvagni”. Sem falar do mau cheiro que ainda vem da Estação de Tratamento de Esgosto. O tempo está passando e as realizações não têm acontecido conforme a população gostaria de ver.

Apoio

Todo apoio ao funcionalismo público municipal que luta para não perder ainda mais direitos, como a jornada de 30 horas semanais. A categoria também tem trabalhado para um aumento salarial 4% no salário base mais um abono no valor de R$ 60. Nos últimos dois anos subiram tanto o IPTU que nada mais justo que a arrecadação maior sirva para remunerar melhor aqueles que dedicam sua vida ao desenvolvimento deste município.

Quermesse

Neste domingo acontece o último dia da quermesse em louvor a São Bento, no distrito de Vila Negri. O evento terá leilão de prendas e assados e show com a dupla mais querida da região, Ulisses e Moisés. A festa no distrito foi retomada ainda no ano passado quando a igreja voltou a pertencer à Taquaritinga.

______________________________

Sexta-feira, 20 de abril de 2018

Esporte

Beto Girotto, vereador licenciado e atual secretário de esporte e lazer do município, têm construído um trabalho impecável. Além de reformar aos poucos praças esportivas como o campo da boiadeira, o estádio municipal “Antônio Storti” e outros espaços, também coordena uma iniciativa que visa pintar o Taquarão, que em 1° de maio completará 35 anos de existência. O incansável secretário busca pessoalmente doações de tintas para que o estádio mais famoso da região seja repaginado. Outra iniciativa bastante plausível é a abertura de aulas de judô, gratuitamente, ministradas pelo professor Tiago Calabrese. Sem dúvidas Beto Girotto é o mais talentoso secretário do governo Mársico.

Acidente à vista

Quem transita pela periferia da cidade sabe o quanto a sinalização dos bairros está precária. Somada a ineficiência do serviço de iluminação pública, as ruas e avenidas se transformam em uma passarela de acidentes. O executivo, tardiamente, passou atender alguns pedidos de lombadas apresentados pelos vereadores – principalmente o vereador Tonhão da Borracharia, e nas últimos semanas instalou algumas pela cidade. Mas o trabalho nessa área precisa avançar rapidamente. Um dos locais que mais oferece risco pela falta de sinalização é o trecho que liga os bairros Tênis Park e Jardim Acapulco à rodovia Carlos Tonanni. Se o prefeito e sua equipe ainda não encontraram solução para aquele trecho que há anos é palco de acidentes e reclamações, que ao menos o básico seja feito, ou seja, que o mato seja cortado, os buracos sejam tapados e a pintura do solo seja refeita.

Cidadania

Quarta-feira o plenário da Câmara Municipal deu espaço a uma bonita solenidade da Diretoria Regional de Ensino que certificou os presidentes dos grêmios estudantis que foram eleitos nas escolas municipais e estudais de Taquaritinga e região. Através de um vídeo endereçado aos alunos contei das minhas passagens pelos grêmios das Escolas “Prof. Modesto Bohrer”, “9 de Julho e “Prof. Carmela Morano Previdelli”, onde construí um experiência positiva que trouxe para a vida. No final do vídeo conclamei a todos a unirem-se em prol da educação pois é através de uma escola forte que formaremos uma geração extraordinária.

Câmara

Quem acompanha esse periódico sabe da costumeira crítica à casa de leis de Taquaritinga, realizada diversas vezes, com o intuito de alertar os vereadores sobre o desalinho com as promessas feitas em campanha eleitoral. Desde a chegada do vereador CidoBolivar, que ora ocupa a posição de vereador em razão da cassação do mandato do Joel da Joctel, o clima mudou. São inúmeras discussões, ataques e arranjos tanto por parte da bancada de apoio ao prefeito quanto sua oposição. Embora as coisas tenham mudado, a qualidade dos debates continuam baixíssimos. Há quem diga que isso só mude em 2021, quando possivelmente um novo grupo de pessoas assumam as 15 vagas de vereadores.

Bom projeto

O vereador Antônio Vidal da Silva, o Tonhão da Borracharia, desde o ano passado batalha pela aprovação de um projeto que cria auxílio saúde aos funcionários públicos municipais. Na última semana o projeto foi aprovado pela Câmara e segue para publicação. Sem dúvidas um iniciativa merecedora de elogios.

______________________________

Sexta-feira, 13 de abril de 2018

Definições

O PSDB definiu seu candidato ao Senado Federal. Trata-se do desconhecido presidente da Assembleia Legislativa, o jovem deputado Cauê Macris. O senador Aloysio Nunes Ferreira abriu mão de disputar a reeleição deixando caminho livre para Cauê. Quem ganha com isso é o ex-casal Suplicy. Marta Suplicy e Eduardo Suplicy, um do MDB e outro do PT, são nomes conhecidos e dificilmente terão problemas para se reelegerem.

PSDB local

Em Taquaritinga o partido de Sérgio Salvagni não apoiará candidatura única. Marco Vinholi, Maurício Gasparini e Roberto Massafera disputam apoio entre os militantes tucanos. Nas eleições de 2016 o diretório municipal coligou-se com Vanderlei Mársico e não conseguiu eleger nenhum vereador o que dificulta na busca por votos para os deputados.

De olho

O presidente da Câmara terá sua prova de fogo neste 2018. É dado como certo seu apoio ao deputado estadual Rafael Silva e seu filho, Ricardo Silva, que disputará uma vaga para deputado federal. Se Rodrigo De Pietro conseguir emplacar seus candidatos, subirá mais um degrau na política municipal. Seus opositores estão de olho.

Sem apoio

Já o Conselho Tutelar de Taquaritinga permanece sem apoio da municipalidade. O prédio onde abriga os serviços é tão ruim quanto os demais que passaram nos últimos 10 anos. Além do prédio, os conselheiros sofrem com as condições dos veículos disponibilizados para o trabalho. É lamentável que após tantos anos de luta o Conselho Tutelar continue com tantos problemas.

Insatisfação

Além da população também já é perceptível o desânimo entre os cargos de confiança do prefeito Vanderlei Mársico em razão dos caminhos obscuros com que optou em seguir. Um clima parecido que fez com que o então prefeito Fulvio Zuppani fosse perdendo apoio e prestigio junto aos seus aliados e a própria população. Alguns comentaristas de política dizem que a situação de Mársico é tão crítica que chega a ser irreversível sua baixa popularidade.

Escola

Na semana passada listamos algumas escolas municipais que sofrem com o abandono ou com o atraso em suas reformas. A boa notícia é que o vereador Prof. Caio Porto reforçou o pedido da comunidade e levou o presidente da Fundação de Desenvolvimento da Educação (FDE), João Cury, para ver de perto os problemas da E. E. Prof.° Carmela Morano Previdelli, no Jardim Santa Cruz. Anteriormente a deputada Beth Sahão visitou a escola acompanhada da vice-diretora Liliane Micali e também pôde constatar graves deficiências físicas do prédio. É provável que com essa união alguma obra aconteça na unidade.

______________________________

Sexta-feira, 06 de abril de 2018

Lentidão
Após 10 meses de assinar o convênio no valor de R$ 300 mil oriundos de emenda da deputada estadual Beth Sahão, a prefeitura de Taquaritinga ainda não iniciou as obras de recape nas avenidas Francisco Jodas Martins e Vicente José Parise. Se o prefeito Vanderlei Mársico não “apertar o passo” (podendo ser o Paço também) não verá nenhuma obra concluída em sua gestão.

Lentidão II
Pais, alunos e a direção da Escola Municipal “Prof.° Modesto Bohrer” estão preocupados com a inexistência, até agora, de obras estruturais na unidade. Por força de trincos em alguns ambientes da escola, desde o ano passado a prefeitura gestaciona uma obra para reparos. Absolutamente ninguém sabe ainda se a própria prefeitura vai realizar o serviço ou uma empresa terceirizada. A única coisa certa até o momento é que tapumes reutilizados isolam o ambiente arriscado.

Lentidão III
O mesmo se observa em obras como a reforma da Escola Municipal “Prof. ° Mineo Rossi” que estava prometida para ser entregue no primeiro trimestre deste ano. Já na Escola Municipal “Professora Jerssey de Paula Ferreira Ramalho” nem sinal de melhorias. Como cantava Cássia Eller: mudaram as estações, nada mudou.

Sem brilho
A inexistência de pessoas compromissadas com causas e não com pessoas ou grupos partidários, têm colocado a atual legislatura da Câmara de Vereadores em cheque. Audiências públicas e sessões itinerantes, apesar de comporem o rol de obrigações, não têm acontecido. Discursos em prol da melhoria da cesta básica oferecida pela prefeitura ou então apelos por mais remédios na farmácia municipal, como aconteciam na época dos vereadores Mauro Modesto e Dr. Dib já não ecoam mais no plenário Dr. EdnerAccorsi.

Alvoroço
Bastou o âncora do Jornal da Manhã, Auro Ferreira, anunciar que o ex-prefeito Fulvio Zuppani participaria do programa que choveu comentários (até então muito tímidos) pedindo o retorno do médico ao executivo municipal. No ar, Fulvio foi parabenizado por não deixar de pagar, na época em que era prefeito, o convênio com a ONG Olhos D’alma, da cidade de Jaboticabal, que atendia quase uma dezena de crianças taquaritinguenses cegas ou com baixa visão. Segundo consta a atual gestão interrompeu o pagamento e as crianças deixaram de ser atendidas. Ao encerrar a entrevista, o ex-prefeito não escondeu seu desejo de voltar a administrar Taquaritinga. Guardadas as proporções e os talentos, seria a derrota de Fulvio Zuppani semelhante a de Adauto Scardoelli que governou Matão de 1997 a 2001, perdeu a reeleição mas acabou voltando em 2005, reeleito em 2008 e fazendo sucessor em 2012?

______________________________

Sexta-feira, 30 de março de 2018

Problemas

Ao que parece não foram só as obras realizadas na gestão Zuppani que deram problemas. A Unidade de Pronto Atendimento 24 horas, a UPA, há tempos vem sofrendo com o telhado mal feito. É só chover para que o prédio seja invadido por água. O próprio prefeito Vanderlei Mársico atestou isso e em seu programa semanal de rádio garantiu resolução. Segundo informações, a administração Mársico terá que fazer obras no local para conter o defeito da construção. A UPA 24 horas foi inaugurada em 28 de dezembro de 2012, ao apagar as luzes da gestão Paulo Delgado.

Sugestão

Ao ouvir muitas queixas dos usuários da rede municipal da saúde, mais precisamente dos usuários da Central de Distribuição de Medicamentos (CEDIME), observei que a instalação da mesma na Avenida Francisco Area Leão só causou prejuízo a população. Um local de difícil acesso e estacionamento em razão da grande circulação de veículos por ser uma das principais entradas da cidade. A sugestão que registro aqui é que a CEDIME seja transferida para a rodoviária municipal no boxe onde já abrigou uma farmácia particular. O local que é público (ou seja, não oneraria os cofres da prefeitura) possui estacionamento próprio e está na região central, próximo aos principais pontos de ônibus e táxi, garantindo acesso da população sobretudo dos idosos.

Cultura

O ex-secretário de cultura e turismo, Marcelo Del Papa, lamentou através das redes sociais que Taquaritinga tenha perdido espaço no cenário cultural. Segundo Del Papa, a cidade não estará mais no Circuito Sesc de Artes, uma tradição nos últimos anos. O reclamo se somou a de outros munícipes, entre eles, do presidente do Conselho Municipal de Turismo, Leonardo Olivério. Na defesa da atual gestão, o vereador Marcos Bonilla e o atual diretor de comunicação social, Luis Bassoli, salientaram que o baixo número de público durante as apresentações dos últimos três anos levaram o Sescintorromper a parceria. A informação foi confirmada pela equipe de produção do Sesc Araraquara.

Movimentação

Os funcionários públicos municipais se movimentam para conter o prefeito Vanderlei Mársico que no último sábado disse haver a possibilidade do funcionalismo voltar a fazer a jornada de 8 horas diárias, conforme concurso prestado. A redução da jornada assim como a extensão do vale alimentação aos servidores inativos foi uma das façanhas realizadas na gestão Paulo Delgado. Uma década depois, 1.700 servidores sofrem com remendos eleitoreiros precedidos pelo Executivo.

______________________________

Sexta-feira, 23 de março de 2018

Definições

O PSDB já definiu seu candidato. O empresário João Dória deixará a prefeitura para concorrer a vaga de governador do estado. Apesar da empolgação inicial, sua popularidade na capital vive um revés, fragilizando sua candidatura. Na quarta-feira a rádio CBN trouxe uma reportagem sobre possível pagamento de propina a diretora nomeada por Dória em PPP da iluminação. Além desses problemas, o prefeito de São Paulo disputará contra Márcio França, que em breve estará sentado na cadeira de governador, afinal, Geraldo Alckmin deixará o governo estadual para concorrer a presidência da república. É a primeira vez que existe a possibilidade concreta do PSDB não ser eleito ao governo, quebrando uma hegemonia que dura 24 anos.

Emprego

Taquaritinga foi contemplada pelo Fundo Social de SP com três máquinas de costura e 200 metros de tecidos para ofertar curso de corte e costura no município. O prefeito Vanderlei Mársico e a presidente do Fundo Social de Taquaritinga, Patrícia Mársico, estiveram na capital para assinar o convênio. A qualificação de mão de obra sobretudo das mulheres é importante para manter empregos na cidade, como confecções e fábricas.

Praça da Juventude

O secretário municipal de obras, engenheiro Luis Carlos Lorençano, atendeu uma convocação dos vereadores e na noite da última segunda-feira se fez presente na Câmara Municipal explicando com detalhes o convênio entre a municipalidade e o governo federal para construção da malfadada praça da juventude. Em sua fala, Lorençano apontou vários vícios de construção que a obra já apresenta. Além de refazer o pouco serviço que a antiga construtora fez, a prefeitura terá que desembolsar mais uma bolada para que o projeto saia do papel, afinal, houve um aumento considerável nos custos com materiais, obrigando então uma revisão das planilhas.

Explicações

Faltam explicações para o evento que se tornou a retirada das pedras do também malfadado calçadão da praça Dr. Horácio Ramalho. Causou muita indignação aos que viram o desmanche acontecer. A ex-vereadora Mirian Ponzioquestinou: é necessário gastar tanto dinheiro para desfazer algo ou esse dinheiro seria melhor gasto em outra área da cidade?

Herói nacional

O ministro do STF, Luís Roberto Barroso, em debate no plenário da Suprema Corte, desabafou sobre a postura do também ministro Gilmar Mendes. “A vida para Vossa Excelência é ofender as pessoas. Vossa Excelência é uma desonra para todos nós. Vossa Excelência desmoraliza o tribunal. Já ofendeu a presidente (Cármen Lúcia), ofendeu o ministro Fux, e agora me ofende. O senhor é a mistura do mal com o atraso e pitadas de psicopatia” asseverou Barroso. Não é a primeira vez que os ministros protagonizam calorosos debates muito mais político do que jurídico. A fala de Luís Roberto Barossorepercurtiu nas redes sociais, tornando-o um herói nacional.

______________________________

Sexta-feiram 16 de março de 2018

Contas aprovadas

As contas do exercício de 2015 da prefeitura de Taquaritinga foram julgadas procedentes após recursos impetrados pelo ex-prefeito Dr. Fulvio Zuppani ao colegiado do Tribunal de Contas do Estado. O médico que administrou Taquaritinga nos últimos quatro anos, diferentemente do ex-prefeito Paulo Delgado, ainda mantém sua ficha limpa, possibilitando sua volta ao cenário político-eleitoral. Apesar de fazerem críticas duras contra seu governo, após um ano e três meses da gestão Mársico, alguns setores da sociedade passam a ter saudade da administração Zuppani. Funcionalismo público municipal, usuários da saúde e até alguns vereadores experientes já atestam que alguns serviços eram melhores prestados sob o comando do Dr. Fulvio Zuppani.

Conta de água

Muitos moradores ficaram assustados ao receberem o talão d’água deste mês. Um aumento considerável nos valores cobrados de mais de uma centena de munícipes que utilizaram-se das redes sociais para denunciar a possível irregularidade. Espera-se que ao menos o questionamento seja levado pelos vereadores à sessão da Câmara e o que o Saaet explique o fenômeno.

Obra necessária

A prefeitura deu continuidade às obras na Boiadeira, umas das principais vias do Jardim São Sebastião, construindo uma tubulações onde era um enorme sarjetão que por anos foi depósito irregular de lixo. A população aguarda ansiosa para ver aquele local transformado em um passeio público, como prometeu Vanderlei Mársico.

Cadê?

A Unidade de Saúde da Família Dr. Braz Curti, localizada no Jardim São Sebastião, foi construída na gestão Fulvio Zuppani, mas nunca foi entregue. Apesar do prédio estar pronto, desde o início apresentou problemas como no forro que desabou após fortes chuvas e o muro de arrimo que mantém rachaduras. Dois anos depois, sendo mais de um ano sob administração do prefeito Vanderlei Mársico, os moradores daquela região ainda não desfrutam de um local adequado para atendimento médico. Uma lástima!

De olho

Os servidores públicos municipais foram na Câmara ouvir atentamente a fala da líder Maria Angélica Tiosso Bohrer que utilizou-se dos microfones do plenário para manifestar-se sobre o dissídio coletivo, a volta dos funcionários do Sindicato e demais propostas da categoria. O resultado foi um só: servidores revoltados com a posição de alguns vereadores a respeito do projeto de emenda a Lei Orgânica que garante estabilidade dos servidores ocupantes de cargos de direção sindical.

________________________________

Sexta-feira, 9 de março de 2018

Violência contra a mulher

Na semana em que se comemora o dia internacional da mulher, uma terrível constatação é apresentada pela presidente da frente parlamentar em defesa da mulher da Assembleia Legislativa: a violência contra a mulher aumentou. De acordo com a deputada estadual Beth Sahão, no Brasil acontecem 1 estupro a cada 11 minutos, 1 mulher assassinada a cada 2 horas, 503 mulheres vítimas de agressão a cada hora e 5 espancamentos a cada 2 minutos. No Estado de São Paulo, a ausência de políticas públicas integradas e falta de abordagem pedagógica sobre o tema nas escolas agravou um quadro já assombroso. Segundo a Secretaria de Segurança Pública – SSP, em 2007 houve 3.223 casos de estupro em todo o Estado, média de 268 ao mês. Em 2017, as notificações chegaram a 11.089 casos ou 924, em média, por mês, aumento 250%.

Violência contra a mulher II

Os dados que a parlamentar traz em seu artigo publicado essa semana em diversos meios, refletem naquilo que as taquaritinguenses sofrem na pele cotidianamente. Apesar de estarmos situados em uma cidade aparentemente tranquila, a violência contra a mulher e a ausência de políticas públicas são constatadas ao lermos o caderno policial dos jornais ou então assistirmos uma sessão da Câmara Municipal onde a presença feminina é zero. Além da Câmara, onde não há vereadoras, também é possível perceber a ausência de mulher no comando da cidade. Atualmente apenas 4 mulheres coordenam alguma secretaria municipal ante 9 homens, mais do que o dobro.

Violência contra a mulher III

Uma outra faceta da violência é desnudada também por Beth Sahão em seu artigo. Diz respeito as delegacias especializadas que por conta de suas estruturas acabam aumentando os problemas. “As poucas Delegacias de Defesa da Mulher existentes são mal estruturadas e não dispõem de servidores qualificados para dar atendimento digno e adequado às vítimas. Além disso, a denúncia é comumente desqualificada e desacreditada, sempre vista com certo “ar suspeito”. A culpabilização que recai sobre a vítima é reflexo de uma cultura machista que permeia toda sociedade, pontua Beth Sahão. Portanto, ao chegarmos em março de 2018 podemos observar que muitos são os desafios para as mulheres; na luta por igualdade, por direitos e espaços, e, sobretudo por uma sociedade menos violenta.

Por mais respeito

Rodrigo De Pietro sentiu-se desrespeitado com os comentários do prefeito Vanderlei Mársico em sua rádio acerca das dificuldades que o presidente da Câmara poderia estar impondo a sua administração. Em tom estridente, De Pietro utilizou-se da tribuna da casa de leis para repelir qualquer dúvida que o cidadão possa ter sobre sua conduta à frente do legislativo municipal. Ao responder o prefeito também aproveitou para lançar denúncias sobre possíveis licitações dirigidas que estariam ocorrendo na prefeitura, indicando ser um “balcão de negócios” do alcaide. Marcos Bonilla que ocupava interinamente a presidência da sessão, interpelou o vereador dizendo que as denúncias eram graves, mas Rodrigo De Pietro não se fez de rogado e arrematou dizendo que já havia encaminhado as suspeitas para o Gaeco, grupo especializado em investigar crime organizado. O prefeito Vanderlei Mársico por sua vez através do Jornal da Manhã ancorado pelo jornalista Auro Ferreira rebateu dizendo que Rodrigo De Pietro não tem credibilidade e que responderá na justiça por sua declaração.

___________________________

Sexta-feira, 2 de março de 2018

Biblioteca

Através de indicação, o vereador Marcos Bonilla solicitou na última sessão da Câmara, que o prefeito viabilize com urgência um novo prédio para abrigar a biblioteca municipal, que há anos está jogada num prédio ao lado da Faculdade Ites. Esperamos que, mesmo tardia, a indicação de Bonilla surta efeito.

Ninguém fala nada?

Os alunos taquaritinguenses que estudam em cidades na região estão pagando caro – literalmente pelas escolhas da administração local. É de conhecimento de todos que o prefeito onerou os cofres da municipalidade ao comprar o prédio da Stéfani (que está a um ano fechado) por quase seis milhões de reais. O resultado prático é um só: o congelamento da bolsa auxílio transporte dos alunos. Uma indecência!

Ninguém fala nada?

Os alunos que vão cursar Direito, por exemplo, em Araraquara, deverão desembolsar R$ 380 para custear a mensalidade cobrada pela empresa do transporte. A contrapartida da prefeitura é de apenas R$ 170 – há anos! O que aparenta é que os filhos dos trabalhadores e trabalhadoras taquaritinguenses que almejam se formar em um curso superior não tem vez. Um município que não apoia seus estudantes está fadado ao fracasso.

Desacelerou

Durante a entrega dos apartamentos da CDHU em Taquaritinga, o então secretário da habitação Rodrigo Gargia e o deputado estadual Marco Vinholi apelidaram Vanderlei Mársico de João Dória do interior. O apelido, à época, fora recebido com muito entusiasmo pelos correligionários, afinal, Dória Júnior dispunha de alta popularidade, dada a fama de bom gestor. Com a administração sendo aprovada por apenas 15% da população paulistana, Vanderlei vê sua administração e popularidade cada vez mais parecida com a do tucano João Dória. Até nas redes sociais houve queda no número de curtidas, comentários e compartilhamentos. O apelido virou apodo.

Eleições

Neste 2018 a população elegerá deputados estaduais e federais, senadores, governador e presidente. Em pesquisa divulgada na última terça-feira, o Instituto Paraná Pesquisas divulgou os números para a disputa estadual. João Dória (39.9%) iria para o segundo turno com Paulo Skaf (19.1%). Os nomes mais rejeitados são dos petistas Fernando Haddad e Luiz Marinho, seguidos por Paulo Skaf e João Dória, podendo então o vice-governador Márcio França ter chances. Já na disputa para o Senado Federal, o apresentador Datena e o ex-senador Eduardo Suplicy seriam eleitos. Caso Datena não dispute as eleições os eleitores entrevistados votariam em Eduardo Suplicy e Marta (ex-Suplicy).

___________________________________

Sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Sem empolgação
O carnaval de Taquaritinga, mais especificamente o Batatão, foi um dos mais cinzas dos últimos anos. A falta que Guilherme Mantese faz é sentida por todos. As inovações apresentadas por Vanderlei Mársico e Valdívia Morano em 2017 foram mantidas neste ano, mas algo perdeu o brilho. O desfile, muito bem preparado pelos blocos, precisa ser remodelado. A Rua Prudente de Morais é escura e mais uma vez a população invadiu espaços destinados ao samba.
Jardineira
Uma nova tradição se formou na região. A Jardineira rompeu os limites da cidade e hoje abraça carinhosamente a todos que nela procuram um local familiar e bacana para se divertirem. Sem dúvida é na Jardineira que a municipalidade poderá intensificar o turismo temporal de Taquaritinga. Como contrapartida, deverão os departamentos municipais, garantir segurança no percurso realizado, retirando os carros das vias e fiscalizando os ambulantes, seja no que cerne o armazenamento das bebidas e alimentos comercializados quanto a possíveis abusos contra o consumidor.
Parques 
Mais de um ano sob o comando de Vanderlei Mársico, o município ainda não conseguiu reverter o abandono dos parques municipais deixados pela administração anterior. A situação só se agravou, ocorrendo, inclusive, uma morte em um dos parques. O legado deixado por Paulo Delgado não consegue ser administrado pelos seus antigos colaboradores. Sem dúvida quem mais perde é a população, carente de espaços públicos que possam oferecer esporte e lazer.
Recursos
A senadora Marta (ex) Suplicy destinará recursos para aquisição de uma ambulância e um gabinete odontológico para Taquaritinga. A notícia foi me dada durante audiência que obtive no Senado Federal na semana passada. O apoio dos parlamentares através do envio de emendas é vital para as cidades, principalmente para as pequenas, como a nossa.
Auditoria
Por ser um contrato de terceirização, seria bastante interessante que a municipalidade divulgasse os resultados da parceria com a Log Farma, empresa que administração a aquisição e distribuição de medicamentos fornecidos pelo SUS. Número de medicamentos dispensados e valores praticados em cada medicamento ajudariam a dissipar a nuvem de dúvidas que paira sobre esse contrato.

_____________________________________________________________

Sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Demora

O Ministério Público finalmente mandou periciar o prédio da Escola Municipal “Professora Célia Dib Renzo”, no Caic, que passou por duas reformas nos últimos 5 anos. A unidade escolar foi vítima de um abandono impiedoso durante a gestão Delgado. Na expectativa de acabar com a tragédia com que aquela comunidade vivia, em 2013, a gestão Fulvio Zuppani priorizou a reforma com recursos próprios. Estima-se que foram gastos R$ 1,5 milhão, mas a obra não ficou a contento. Uma empreiteira com pouquíssima experiência ganhou a licitação e realizou ali um verdadeiro show de horrores que só agora será verificado pelo MP através de perícia. Infelizmente a municipalidade não dispõe (ou dispunha) de um corpo técnico capaz de verificar as aberrações nas obras públicas. Tanto é verdade que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) ficou um ano fechada para adequar sua estrutura. Havia no local, portas de madeira o que não é comum em ambientes da saúde. Mesmo diante da inércia da Câmara à época e da morosidade judiciária – o que é lamentável – desejamos que sejam apuradas as falhas e punidos (empresa e agentes públicos) aqueles que não empregaram o os impostos com correição.

Mudança

Os vereadores de Taquaritinga voltaram do recesso mais coerentes com seu papel. Além de derrubarem o veto do prefeito ao projeto que cria a política municipal voltada aos animais, de autoria do veterinário WadinhoPeretti, também aprovaram um projeto que prevê a publicidade dos gastos em propaganda oficial seja da Prefeitura, Câmara ou autarquias. Além de bons requerimentos e indicações. Pelo menos nesta primeira sessão legislativa do ano, aparenta mais empenho em defender os interesses públicos e não necessariamente do executivo.

Dinheiro público

Ainda sobre o projeto de lei do vereador Dr. Eduardo Moutinho que dispõe sobre a obrigatoriedade da menção do valor total do custo da publicidade da Administração Direta e Indireta, inclusive da Câmara Municipal, é válido lembrar que uma lei semelhante já fora aprovada em 2004 tendo sida revogada anos depois. Se virar lei novamente os políticos pensarão duas vezes antes de gastar dinheiro público em produção de propaganda. A opinião pública estará de olho!

Brasília

Nesta última semana estive em Brasília acompanhando a posse do taquaritinguense Dimas Ramalho como vice-presidente de relações internacionais da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil. Dimas que já foi deputado estadual, federal, secretário de estado e presidente do TCE – SP, desfruta de um invejável prestígio junto as autoridades da república. Sua carreira política e jurídica é fruto de muito trabalho e dedicação além da seridade e honestidade, tributos esses que têm sido raros nos anais.

Rodoviária

Não é novidade para ninguém que a rodoviária de Taquaritinga opera em péssimas condições. A estrutura atual não traz beleza e nem conforto aos passageiros que por ali circulam. Mas, o que de fato tem trazido incômodo aos passageiros e funcionários são os inúmeros moradores em situação de rua que adotaram a rodoviária como lar, numa clara evidência de falta de política pública a esse público cada vez maior no mundo por conta das crises econômicas e sociais. Algo é preciso ser feito (e com urgência!) para direcionar os mais de 10 moradores instalados naquele que deveria ser o nosso mais bonito portão de entrada.

______________________________________________________

Sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Livro e leitura
Na semana passada escrevi sobre a frustração dos amantes da cultura com a atuação legislativa em defesa da biblioteca e do museu municipal. A expectativa era que, com a eleição de vereadores defensores da educação (sic), a biblioteca poderia ser instalada em um prédio adequado e o museu pudesse ressurgir das cinzas já que o governo anterior desativou-o. Nada disso aconteceu. Neste governo também desativaram as três bibliotecas comunitárias inauguradas em abril de 2016. Um claro sinal de descompromisso com as politicas de incentivo ao livro e a leitura.
Livro e leitura II
Por se tratar de um tema que trabalho desde criança seja como presidente de grêmio estudantil, morador do Jardim Buscardi ou diretor de cultura (2013-2014), fui cuidar pessoalmente do assunto com o prefeito Vanderlei Mársico que muito bem me recebeu em seu gabinete. Apresentei a Vanderlei um ofício solicitando a reativação das bibliotecas comunitárias e outro projeto voltado também para o incentivo à leitura através da criação do programa “Vendedores de Leitura” que permite a contratação de monitores (pagos através de uma bolsa) que são munidos de bicicletas e kits de livros, onde procuram nos recônditos famílias que não acessam aos livros. Tal programa já foi inserido em muitos municípios, muitas vezes com apoio do Ministério da Cultura, aumento consideravelmente os índices de leitores.
Compromisso
Apesar da dificuldade financeira na qual o município vem sofrendo há anos, agravada neste último ano, Vanderlei Mársico prometeu estudar os dois projetos,  logo após os festejos carnavalescos, que demandam muito esforço da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo. Diante disso, nos resta trabalhar e unir esforços em prol dessa temática importantíssima para o desenvolvimento cultural de Taquaritinga.
Tapa buraco
Já que não vemos mais por aqui aquele programa que na gestão Fulvio Zuppani implantou asfalto novo em mais 40 km de ruas e avenidas, a prefeitura ao menos poderia realizar a operação tapa buracos. No Jardim Laranjeiras algumas ruas estão intransitáveis. Outro problema são os buracos abertos pelo Saaet. Na Rua João Nabuco, no Jardim Sesquicentenário, por exemplo, a obra do Saaet foi realizada há quase um mês e até agora não houve tapa buraco.
Responsabilidade
Angélica Tiosso têm sido cobrada com frequência pela imprensa e pelas autoridades quanto a defesa dos funcionários públicos municipais. Recentemente um lixeiro foi ao rádio reclamar da falta de equipamentos de segurança para o desenvolvimento do seu trabalho. Além disso, já existe o burburinho sobre o dissídio. A categoria – formada por muita gente competente – em conjunto com o Sindicato, deveriam apurar o extrato dos efeitos da fatídica reestruturação sobre a folha de pagamento. Segundo informações apuradas recentemente, a folha de pagamento da prefeitura teve uma evolução automática de R$ 10 milhões entre os anos 2017 e 2018, decorrentes da reestruturação. É preciso depurar possíveis privilégios obtidos por aqueles que fabricaram a lei e que certamente oneram e muito o erário com suas benesses. Portanto, o comprometimento deve ser de todos e não somente da presidente do sindicato.

___________________________________________________________________________________________________________

Sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Sem cobranças
Ao completar um ano de mandato, o vereador Marcos Bonilla frustou aqueles que acreditavam na luta pela volta do Museu Histórico Municipal “José Martins Sanches Filho” e por novas instalações para a Biblioteca Municipal “Escritor José Paulo Paes”. Bonilla é ativista cultural há decadas e durante o governo Fulvio Zuppani utilizou-se da sua coluna neste semanário para denunciar o fechamento do museu e da biblioteca. Por um momento, antes de ser eleito vereador, subiu à tribuna da Câmara para brandar sobre o assunto. Depois de assumir a cadeira no legislativo a matéria caiu no esquecimento. Em fevereiro, o vereador Marcos Bonilla apresentou um único requerimento solicitando que o Executivo restaurasse e recuperasse o acervo do museu. Já a biblioteca foi alvo de outro vereador, Rodrigo De Pietro. Estranhamente não se fala mais sobre o assunto.

Credibilidade
O médico pediatra Antônio Carlos Dib Jorge, o Dr. Dib, volta a ser cogitado nos bastidores como um provável nome para as eleições de 2020. Dib foi vereador e vice-prefeito, nunca tendo sido alvo de processos ou denúncias. Em momentos como esse que vivemos no Brasil é preciso valorizar quem tem experiência e ficha limpa.
Mais vagas
O prefeito Vanderlei Mársico aprovou na Câmara Municipal a abertura de um crédito especial de mais de R$ 2 milhões para a construção de uma creche no Jardim Maria Luiza II. No ano passado, o prefeito havia anunciado a vinda do recurso federal. A expectativa é que até o o segundo semestre de 2019 a creche possa estar em pleno funcionamento.
Vagas abertas
A Prefeitura, através de uma clínica tercerizada, mantém vagas para castração gratuita de animais de pequeno porte. Os interessados deverão procurar o antigo Clube Imperial, loczalizado entre as ruas Marechal Deodoro e Campos Sales, munidos dos seus respectivos documentos pessoais. A iniciativa precisa ser apoiada!
Casa própria
Nesta semana o vereador Dautinho, o vice-prefeito Zé da Farmácia e o prefeito Verô estiveram em São Paulo assinando a doação de terras para a CDHU construir casas populares na cidade de Santa Ernestina. O pleito é um sonho antigo da cidade que passou a se tornar realidade através do empenho do vereador Dautinho e do prefeito Verô que desde o início do mandato tem trabalhado para tal.
Vice-presidente
O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, Dr. Dimas Eduardo Ramalho, assumirá nos próximos dias a vice-presidência de relações internacionais da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil. A entidade visa a troca de informações e experiências entre os membros dos Tribunais de Contas, ao mesmo tempo em que apóia o desenvolvimento de estratégias e ferramentas para aprimorar a eficácia dos sistemas de controle da Administração Pública.

_____________________________________________________

Sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Fiscalização
Quase sempre observamos reclamações sobre mato alto em terrenos e falta de calçadas nos mais diferentes pontos da cidade. E sempre quando surge essa discussão colocam sob suspeita o trabalho realizado pelo Departamento de Fiscalização da Prefeitura comandado pelo funcionário de carreira José Pires. Mas a problemática não está no departamento (um dos mais importantes do Paço) que conta com menos de 10 funcionários e com um único veículo com mais de 400 mil km rodados. A deficiência encontra-se na lei branda que não pune de forma severa aqueles especuladores que mantém terrenos por décadas. Não é difícil encontrar verdadeiros sítios urbanos seja na região central como na Avenida Vicente José Parise ou na Avenida Emilio Girotto, na região do Jardim Paraíso. Nem mesmo a falta de estrutura impede que a Fiscalização faça seu trabalho. No ano passado chegou a faltar papel (!) para imprimir as notificações.
Fiscalização 2
Definitivamente é preciso aprofundarmos a análise para chegarmos na raiz desse problema que se arrasta há décadas. A lei prevê que em caso de descumprimento da ordem de limpeza por parte do proprietário, a prefeitura deverá realizar a mesma e gerar uma multa para que supra os valores gastos para tal. O que não acontece. O município mal consegue limpar os seus quem dirá os particulares. Mesmo que isso ocorra, geralmente o possuidor da gleba não paga nem o IPTU quem dirá uma multa que apenas ficará inscrita na dívida ativa. O legislativo – responsável intrísico – pela elaboração das leis deveria alterar as normas vigentes, aumentando os valores das multas para os casos reincidentes e quem sabe bloquear as transações imobiliárias dos proprietários que não cumprirem com a regra de manter os terrenos limpos e com calçada.
Fiscalização 3
Terreno baldio causa problemas quanto a segurança pública uma vez que meliantes utilizam deles para se esconderem ou guardarem drogas; também verificamos problemas de saúde pública já que o espaço é propício para proliferação de peçonhentos, e, por fim empacam o desenvolvimento urbano da cidade, criando, verdadeiros sítios urbanos. Portanto, embora a Fiscalização possa atuar de forma mais incisiva, é preciso que haja respaldo legal com normas fortes e administrativo com material de trabalho, número de funcionários condizente com o que se exige e veículos adequado, para que então, o departamento possa não apenas fiscalizar terrenos mas também os prédios que deixam a desejar quando a acessibilidade – um outro problema grave em Taquaritinga, entre outros previstos Código de Posturas.
De novo
A Prefeitura mais uma vez envia um projeto para a Câmara aprovar de maneira apressada. Trata-se de mudanças no Conselho Municipal de Turismo afim de acelerar o processo de inserção de Taquaritinga no rool de municípios de interesse turístico. Ao longo de 2017 também abordamos o assunto neste O Defensor uma vez que havia uma paralisia na Secretaria de Cultura e Turismo sobre o tema. A matéria foi parar na tribuna livre da Câmara Municipal levado pelo competente Leonardo Olivério. Só agora o Executivo passou a se movimentar neste aspecto. Para tanto, está solicitando anuência dos vereadores para remodelar a lei que criou o Comtur. O vice-prefeito Luiz Fernando Coelho da Rocha foi ao rádio justificar a urgência da aprovação, alegando que a Assembleia Legislativa votaria na semana que vem a lei que torna Taquaritinga uma cidade de interesse turístico – o que não acontecerá. Os Deputados Estaduais estão em recesso, voltando a labuta apenas no dia 2 de fevereiro, ainda assim, podendo deliberar apenas depois do carnaval. Sendo assim, cabe a pergunta: por que convocar uma sessão extraordinária para votar um projeto tão simples?
Profissão
Nesta semana o Fundo Municipal de Solidariedade comandado pela Dra. Patrícia Mársico inaugurou a Escola de Construção Civil que contará com o curso profissionalizante de pedreiro dispondo de iniciais 40 vagas. Acredito que até aqui o Fundo Social e Secretaria de Desenvolvimento Social tem mantido um bom trabalho na profissionalização da mão de obra em Taquaritinga. Certamente neste 2018 muito mais cursos virão.
Nova dirigente
A Diretoria Regional de Educação, vinculada à Secretaria Estadual de Educação, está sob o comando da abalizada supervisora Maristela Gallo, da cidade de Itápolis. Reconhecida por sua eficiência e retidão, Maristela deverá conduzir os trabalhos de maneira diferente com que se viu nos últimos anos, podendo causar uma mudança na qualidade do ensino regional, trazendo maior efetividade nos índices. Essa é a nossa esperança!

_______________________________________________

Sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Bom ano!
Meu retorno à coluna No Ponto deste O Defensor é empoderado de bons sentimentos para 2018. Ao menos é o que desejo para os brasileiros, em especial, aos taquaritinguenses que fecharam o ano com dissabores oriundos da Câmara Municipal por conta da aprovação do novo Código Tributário Municipal. Não só por isso, mas também pela alta nas tarifas de água, luz, combustível e energia elétrica, me permito a desejar um ano novo de bons empregos aos que estão desempregados e melhores oportunidades a aqueles que já estão na ativa. Espero que neste ano que se inicia você tenha mais e melhores resultados!
Fatídica
Ainda sobre a fatídica sessão que aprovou de maneira açodada o código tributário municipal, é preciso fazer alguns registros para que, assim como tantos outros que fizemos ao longo de 2017, sirva de prova para a população e até para os vereadores que porventura queiram desculpas para atacar a imprensa ou esse que vos escreve. Lamentável que, mesmo com os diversos alertas que nós da imprensa e os próprios eleitores, lancem aos vereadores sobre a calamitosa situação que passamos, alguns edis (percebi uma diminuição ao longo do ano), ainda insistem na defesa cega do governo Mársico – que vem fazendo um bom trabalho mas que assim como qualquer outro falha, erra e como no caso do novo código prejudica aos que prestam serviços a população.
Puxadinho
Naquela manhã de sexta-feira ficou escancarada a servidão de alguns vereadores em relação ao Executivo. O resultado é certo: aumento nas taxas. É natural que classes como a dos dentistas e veterinários, por exemplo, tenham que repassar aos consumidores a nova cobrança da taxa de lixo contaminado. Onerando, mais uma vez, o bolso do cidadão. Embora o vereador Cido Bolivar tenha pedido que se votasse em separado os artigos que se referiam ao IPTU e a taxa de sinistro (assim não prejudicando o orçamento municipal), para então, discutirem com mais profundidade a lei de uma centena de páginas, o vereador acabou sendo voto vencido, chegando a incomodar, inclusive, por sua fala firme em defesa de mais transparência no debate. Novamente a sensação é que a Câmara é um puxadinho da Prefeitura.
Denúncias
O vereador Rodrigo De Pietro denunciou através das redes socias o abandono com o qual a população do aglomerado de bairros do entorno ao Jardim Paraíso convivem. É mato alto, buraco nas ruas, sinalização precária além da falta de manutenção nas poucas áreas de lazer que ainda funcionam. Dias antes foi a vez do Tonhão da Borracharia conclamar apoio para o prédio do CAPS no Jardim São Sebastião. Ambos os vereadores receberam forte apoio da população.
Imprensa regional
Mais uma vez Taquaritinga esteve na imprensa regional com destaque negativo. Desta vez foi o G1, portal de notícias ligado a Rede Globo, que noticiou o baixo desempenho do nosso Município em relação ao programa estadual Município Verde Azul. Das 66 cidades que pertencem a região de Ribeirão Preto, Taquaritinga ficou em 60° no ranking. No início do ano passado já havíamos alertado que isso poderia ocorrer se o desmonte das políticas iniciadas na administração Zuppani através dos secretários Cláudio Bedran e Fabiano Bellan continuassem. Ouvidos moucos nos trouxeram até aqui.
Mais recursos
Em 2017 plantamos boas sementes que certamente a população irá colher neste 2018. No ano passado conseguimos a liberação de R$ 300 mil para recape advindos de emenda parlamentar da Deputada Beth Sahão. O recurso em questão já foi licitado e uma nova massa asfáltica deverá ser feita na Avenida Francisco Jodas Martins, na Vila Sargi, e, um trecho da Avenida Vicente José Parise. Na última semana do ano passado recebi outras duas boas notícias: a primeira é a confirmação de uma verba de R$ 100 mil para a saúde, conquistada pelo Deputado Fededal Paulo Teixeira; e a segunda é que a APAE receberá R$ 50 mil da Deputada Beth Sahão através de emenda impositiva. Em um ano são R$ 450 mil para Taquaritinga. Nossa gente merece!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Natal Iluminado

É preciso reconhecer que o grupo de empresários taquaritinguenses que formam o Natal Pérola estão de parabéns pela bonita decoração que produziram e instalaram no comércio central da cidade. Iniciativas como essa nos faz refletir o quanto a sociedade – quando organizada – pode auxiliar e realizar. Aos idealizadores do projeto e à prefeitura os nossos agradecimentos.

Esporte

Ainda que enxergue outras necessidades mais urgentes, a reforma do campo da boiadeira, no Jardim São Sebastião, teve aprovação dos esportistas. O belo (e caro) trabalho realizado no local se deu após o esforço do atual secretário de esportes e lazer, Beto Girotto. A reforma do campo trouxe expectativa nos moradores de outras áreas que aguardam a melhorias nos campinhos e quadras.

Município Verde Azul

O Programa ‘’Município VerdeAzul’’ tem como propósito medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental com a descentralização e valorização da agenda ambiental nos municípios. Todos os anos é realizado em ranking com os 645 municípios paulistas. Quando instituído o Programa, no ano de 2008, Taquaritinga ficou colocada em 306º, piorando nos anos seguintes, como em 2009 que ficou em 309º e 2010 em 475º. Já em 2011 a cidade ocupou a sua pior posição: 636º. No ano seguinte não participou do Programa.

Município Verde Azul 2017

Como era esperado, o primeiro ano da gestão Mársico fez degringolar a pontuação de Taquaritinga junto ao ranking do programa estadual. Em 2016 o município ocupou a 214° posição passando a ocupar em 2017 a 469°. Mais de 250 posições ladeira a baixo. O jornalismo da filiada da Rede Globo – a EPTV, por duas ocasiões veicularam reportagens denunciando o descaso da administração com a limpeza do córrego que corta a Avenida Vicente José Parise e a falta de manutenção do aterro sanitário. Tantas outras diretivas do programa não foram levadas em consideração. No primeiro semestre alertei através desta coluna o descaso.

Vitória

O funcionalismo – como previsto – reelegeu Maria Angélica Tiosso Bohrer presidenta do Sindicado. Apesar do número reduzido de votandes (quase quatrocentos funcionários), aqueles que depositaram seus votos nas urnas fizeram com que Angélica e sua diretoria obtivessem 98% de aprovação. O próximo mandato será decisivo para a categoria já que muitos direitos estão sendo massacrados pelos governos.

Política nacional

O ex-prefeito, médico popular, Dr. Fulvio Zuppani, mantém conversas com o deputado federal Baleia Rossi para selar apoio nas eleições de 2018. O líder do PMDB na Câmara Federal é responsável por angariar muitas verbas nos últimos anos para Taquaritinga. Fruto desta parceria, Dr. Fulvio deverá embarcar na tropa que defenderá Baleia Rossi durante a próxima corrida eleitoral. A decisão mostra maturidade política do ex-prefeito que acena com gratidão a quem o ajudou durante seu governo.

Um belo 2018

Nesta última edição do jornal O Defensor em 2017, aproveito para agradecer à família Bagliotti pelo espaço, aos amigos pelas dicas e informações e aos leitores que contribuem para que nossa Coluna retrate com fidelidade as mais diversas visões sobre temas relevantes para a comunidade. Em particular, desejo a todos, um 2018 repleto de conquistas e muito trabalho!

 

_____________________________________________________________________________________________

Sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Independência

Ao aceitar o convite da direção do Jornal O Defensor em assinar uma coluna semanal ao lado do editorial, refleti o quão necessário para a cidade poderia ser a minha contribuição. Aliás, o quão providencial seria um espaço dedicado a debater questões que afligem a população, sobretudo às minorias. Na decisão pesei também a isenção que o semanário exerce sobre os assuntos e governos. E por esse ano a fio constatei que aqui a liberdade de opinião é respeitada, nunca tendo sido censurado.

Incômodo

Ao criticar a Câmara Municipal de forma contudente, recebi ameaças veladas e apoio, muito apoio popular. Consegui sintetizar em poucas palavras o sentimento presente nos bairros, na gente, na população taquaritinguense. Certamente minhas palavras – duras – feriram egos, principalmente daqueles que almejam ser mais do que podem. Talvez, o erro que eu tenha cometido fora não ter citado nominalmente cada um daqueles que mantenho minhas ressalvas com o bom trabalho que realizam e que se diferenciam dos demais, os subservientes.

Compromisso

Na tentativa de diminuir minha atuação, na última sessão ordinária, acusaram-me de ser candidato a vereador. Isso porque as eleições municipais deverão ocorrer apenas em 2020. Quando assumi a presidência da Associação de Moradores do Jardim do Bosque e passei atuar firmemente denunciando as precariedades do bairro também fui acusado de ser candidato. As eleições passaram e eu não disputei. Mas, assim como na época, se eu decidir disputar uma eleição é legítimo, como articulistas Marcos Bonilla e Luís Bassoli já o fizeram.

Onde estava

Quando tentam responder minhas críticas tentam mais uma vez me desqualificar ao questionarem quais foram os meus movimentos para propor boas coisas para a cidade. Oras! Se aprofundarem-se sobre meus escritos vão achar as denúncias que fiz quanto a compra do prédio da Stefani e o quanto ela comprometeria os serviços, como o tapa buraco, compra de remédios, aumento real para o funcionalismo. Também vão encontrar propostas de ciclovias, criação de parques, melhorias de sinalização, consolidação de um Fórum Social Municipal – responsável por construir políticas sociais e econômicas baseadas em dados e experiência de taquaritinguenses como empresários, jornalistas, políticos, sociólogos, professores, geólogos, entre outros. Também encontrarão os motivos para discutirmos a violência contra a mulher praticada na cidade, resultando números assustadores.

Pessoal

Embora também tenha sido acusado enquanto cidadão, não tenho contra qualquer parlamentar nenhuma relação de amor ou ódio. Não frequento a casa de nenhum deles e nem vice-versa. Se isso fosse diferente talvez eu não me sentiria a vontade para pontuar aquilo que enxergo.

Trabalho

Também durante a sessão ordinária da Câmara tentaram se convencer que eu estaria arrependido, pois a Deputada Beth Sahão, da qual eu presto serviços como assessor especial parlamentar, na Assembleia Legislativa de São Paulo, não estaria de acordo com meu texto. Minha relação com a parlamentar é além do profissional, sendo de amizade, onde compartilhamos dos mesmos valores. Não fosse sua ímpar atuação na Alesp talvez eu não saberia o quanto o legislativo pode e deve ser combativo. E, esta coluna não é um pacto para aglutinar apoio e votos. Nem para ela e nem para ninguém. Faço deste espaço um meio pelo qual as mais diferentes pessoas encontrem seus anseios, suas verdades, muitas vezes esquecidas ou banidas.

 

________________________________________________________________________________

 

Sexta-feira, 08 de dezembro de 2017

Passividade

Ao jogarem para o Sindicato a própria responsabilidade, os servidores públicos municipais prolongam o sofrimento pela interrupção do pagamento do vale alimentação aos inativos, da retirada das gratificações de quase 600 colaboradores além das perdas salariais e da não regulamentação da jornada de 30 horas semanais. Maria Angélica Tiosso Bohrer, presidenta do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais, candidata à reeleição, é sem dúvida uma mulher de fibra. É a primeira a comprar a briga dos servidores e organizar a trincheira. Mas, sozinha, não conseguirá fazer verão. Sua reeleição é certa e merecida. Nesta nova etapa, caberá ao funcionalismo uma conjunção de esforços para alcançarem os degraus rumo à dignidade.

Bastidores

No início da semana o médico oftalmologista Dr. Thomaz Mendonça pediu exoneração do cargo de secretário da saúde. Informações dão conta que o próximo da fila é o contador Rodrigo Magdalena que hoje ocupa o cargo de secretário municipal de planejamento. Magdalena poderá ser substituído por Carlos Enge, o Cacá da contabilidade, ou então por Roberto Sábio, atualmente secretário de desenvolvimento social. Beto Girotto também promete voltar ao cargo de vereador deixando vaga a chefia da secretaria de esportes e lazer. Os próximos dias serão de mudanças.

Vereadores 2

O vereador Junior Previdelli, bastante combativo, deu início a várias investigações, mais recentemente da compra e venda de túmulos no cemitério municipal. O edil é intransigente quanto ao cumprimento das leis. É isso que o povo espera!

Vereadores 3

Já o advogado Eduardo Moutinho apresentou projetos de leis que garantem transparência e eficiência durante a transição dos governos municipais. É sempre uma novela quando um novo prefeito assume. Acusa o anterior de não fornecer – ou não fornecer por completo – documentos, entre outras informações. Dr. Eduardo Moutinho é sempre ouvido com muita atenção por seus pares em razão de sua experiência jurídica.  No início do ano comprou a briga dos professores substitutos e defendeu a realização do processo seletivo, o que ocorreu.

Deu certo?

Anunciado com muito fervor, o projeto que pretendia fazer com que empresários adotassem praças e avenidas em troca de publicidade pelo visto não vingou. Os logradouros continuam sem tanta beleza e frequentemente são limpos pela Prefeitura. Se foi por falta de esforço da administração ou do empresariado, não sabemos. A questão é que continuamos na mesma. Dona Lola Milanezi permanece cuidando com carinho da praça do Rotary no Jardim Laranjeiras, a Atlas Chevrolet de parte do canteiro da Avenida João De Jorge além do “Seo Júlio” no Jardim do Bosque. Avenidas como a Adamo Lui e Emílio Girotto seguem com deficiência na iluminação e com nenhuma jardinagem.

Dados

Parece ser uma obsessão, mas a saga de Vanderlei Mársico por números é fundamental para criação de políticas públicas eficazes e maduras. Entra governo, sai governo e não temos dados sobre educação, cultura, emprego e saúde.  Com a mudança da Farmácia para Central de Distribuição Medicamentos “Dr. Sérgio Prandini” a Prefeitura passa a ter dados como o número exato de remédios dispensados para usuários do SUS, da rede privada, entre outros importantes somas. O próximo passo é a formalização do Cartão Cidadão que deverá aprofundar ainda mais a computação de informações sobre a nossa população e os serviços públicos municipais.

Emprego

Recentemente a Prefeitura através da Secretaria de Desenvolvimento Social certificou os participantes da Frente de Trabalho. A Frente, criada ainda na gestão Fulvio Zuppani, foi renovada no início do governo Mársico. É uma oportunidade extraordinária para os moradores que estão desempregados. Cada um dos integrantes da Frente de Trabalho também tiveram a possibilidade de estudar e no último mês receberam das mãos da Presidente do Fundo Social de Solidariedade, Dra. Patrícia Mársico, o diploma do curso de culinária.

Segurança

Segunda-feira, às 11h, em São Paulo, a deputada Beth Sahão receberá os prefeitos de Taquaritinga, Guariba, Olímpia e Catanduva para uma audiência com o Secretário de Segurança Pública do Estado, Dr. Magino Alves, a fim de discutirem o aumento no número do efetivo policial nas cidades representadas.

___________________________________________________________________________

Sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Câmara fraca
Ao longo dos meses do ano de 2017, as maiores atenções se voltaram à administração Vanderlei Mársico. Aumento no IPTU, aumento na tarifa de água, corte das gratificações de quase 600 funcionários públicos municipais, obras paradas e destaque negativo na imprensa regional pela falta de limpeza no córrego que corta a cidade e de cuidados no aterro sanitário, além, mais recentemente, das inundações das casas no Caic. Talvez tudo isso tenha acontecido por termos uma Câmara Municipal fraca, seja quanto a técnica legislativa ou na força em exercer seu papel de fiscalizadora.

Pouco trabalho 
Sem a subserviência dos vereadores, salvo raríssimas exceções, as coisas poderiam estar em outro caminho. O embate entre o presidente da Câmara, Rodrigo De Pietro e o prefeito Vanderlei Mársico foi o destaque do ano no quesito Câmara Municipal. O enfrentamento sadio por parte de Rodrigo De Pietro certamente foi o que salvou a “roça” deste ano para os vereadores. O sentimento popular é que naquele espaço pouco se faz, nada se cria e coisa alguma se cobra.

Pior do que estava fica
Uma dezena de obras paradas, inúmeros remanejamentos de verbas do orçamento, aquisição de um prédio de 5 milhões de reais, buraco para todo lado e obras mal feitas não parecem suficientes para que os nobres edis insurjam contra o Executivo. Uma viagenzinha aqui, 4 minutos no rádio ali e o salário na conta no final do mês é o que tem valido a pena. Seria cômico se não fosse trágico. De fato, ao renovarmos Câmara Municipal nas eleições de 2016, fizemos uma má escolha. De certa forma apostamos no Tiririca. Erramos. Pior do que estava, fica.

Produção 
Mas será que passaram um ano sem fabricarem nada? Não. Fizeram lei dando gratuidade para idosos adentrarem ao Estádio Municipal “Dr. Adail Nunes da Silva” nos dias de jogo do CAT. Também quiseram acabar com os fogos de artifício porque assustam os animais. E por aqui não se vende mais bebida alcoólica para mendigos. Portanto, olhe no espelho antes de sair para comprar uma cervejinha e não esqueça do documento de identidade. E agora também não se pode falar em ideologia de gênero nas escolas. A lei, os vereadores e provavelmente os professores não sabem ao certo o que isso significa, mas, está terminantemente proibido.

Parlamento Jovem
Embora ainda falte engajamento político  para que a Câmara Municipal seja um poder efetivamente autônomo e combativo, a retomada do Parlamento Jovem, sob a liderança do Vereador Professor Caio Porto, é deveras importante para a cidadania. Assim como a Tribuna Livre, espaço destinado para a fala dos cidadãos durante as sessões, o Parlamento Jovem traz o povo para dentro da Câmara.

Falta espaço 
Para alguns é uma questão de união, para outros é submissão. Fará oito anos em março de 2018 que o Paço Municipal “José Romanelli” foi transferido para o anexo da Câmara Municipal. Desta feita os vereadores perderam seus gabinetes e a possibilidade de atender de bem aos munícipes que por eles procuram no prédio do Legislativo. Já passou da hora do Executivo devolver o imóvel emprestado à Câmara para que então possamos exigir que os vereadores cumpram horário em seus respectivos gabinetes.

Ficou no passado
Aquela Câmara cheia de reuniões, proposituras e alguns bons discursos, já não existe mais. Ficou no passado e como bem cantava Belchior: o passado é uma roupa que não nos serve mais. Talvez ele tenha razão. Em tempos sombrios onde Luciano Huck e Jair Bolsonaro são a solução nacional, indubitavelmente a boa política não terá espaço.

________________________________________________________________________________

Sexta-feira, 24 de novembro

20 de novembro 
Ao refletir sobre a importância do 20 de novembro, dia da consciência negra, fui em busca de relatos de pessoas próximas, professores, amigos. Esta coluna ao nascer ensejou dar voz a temas que trouxessem reflexões seja comportamentais ou políticas. Coincidentemente encontrei dois textos que muito me tocaram e que então reproduzirei aqui.

Professor Sérgio Sant’anna
(…) Percebi que aquelas correntes que amarraram aos meus antepassados não foram quebradas com uma pena imperial, pelo contrário, serviu para marginalizá-los. Quem daria emprego a um negro? Onde eles morariam? Como sobreviveriam?  A questão é social. E quem estas com o problema não é o negro, mas aquele que torna a subjugá-lo a querer que ele retorne a uma senzala, a querer que ele seja o subordinado, a ser o humano marginalizado.

Professor Sérgio Sant’anna
(…) Nunca entendi porque aquela dona da locadora (sim, aquela das fitas de videocassete) não acreditava que eu era filho do meu pai, explico. Minha mãe é negra, filha de baianos e neta de escravos, e meu pai branco (italianos e espanhóis), portanto a dúvida da Dona era se aquela paternidade se enquadrava em mim (talvez ela não conhecesse Biologia, fugiu dos bancos escolares, mas acredito que não, o preconceito saía pela sua saliva); por que será que aquela assistente social (ainda viva na cidade onde nasci) implicava comigo todas às vezes que me via numa parada de ônibus indo para casa de meus avós. Cismava com o que eu tinha na sacola. E aqueles policiais que a acompanhavam também. Uma certa vez quebraram os copos que levava para minha avó. Disseram que era uma revista por parte daquela assistente social. Mas eu sabia que o preconceito rondava. E os demais passageiros que ali estavam na parada?

Professor Sérgio Sant’anna
(…) Na vida profissional já fui por diversas vezes menosprezado por olharem e já imprimirem uma opinião, principalmente em entrevistas, por isso quando descobri que o conhecimento poderia me levar ao longe tratei de me apegar. Ler, ler, debater, discutir, buscar, sugar ao experiente e mostrar que a minha diferença estava exclusivamente na minha vontade, no meu conhecimento, na oportunidade que me deram, naqueles que nunca se esqueceram de mim, dos amigos que me diziam que és possível.

Professor Sérgio Sant’anna
(…) Mas não podemos nos esquecer daqueles que são humilhados, mortos, assassinados só porque são negros e por serem negros são confundidos com bandidos. Aqueles que a oportunidade não bate à sua porta devido ao abismo social brasileiro. São carimbados e rotulados como uma peça a ser menosprezada, desvalorizada, comercializada.

Professora Gorete Culca
(…) sei o quanto sofri com as constantes paradas do meu filho na rua por policiais tanto na adolescência como na vida adulta. Chorei de raiva. Muitas vezes tive que ficar calada para não passar por alguém que quisesse explorar a raça para obter êxitos…Entendo o que ela (Taís Araújo) diz… hoje, adultos, idôneos se defendem…mas o preconceito velado, nos assusta. Não posso  aceitar nem sustentar esta mentira. Dados estatísticos comprovam que 53% da população é negra e falar em discriminação é absurdo. Mas não. Senti na pele. (…)Criei filhos dóceis, porém, não sem antes sentir o gosto amargo do preconceito.

 

_____________________________________________________________________________

17.11.17

Bom debate
O feriado de 15 de novembro foi marcado por muita discussão nas redes sociais sobre o artigo “Escolas públicas de qualidade internacional” publicado naquele dia na Folha de São Paulo, assinado por Renato Feder, especialista em educação e assessor técnico do gabinete do Secretário de Estado de Educação. O texto trazia o relato do assessor sobre a visita técnica que fez às escolas de Taquaritinga. No período em que esteve na cidade observou de perto a força dos professores em realizar seu trabalho e alcançar os altos índices internacionais de qualidade da educação.

Bom debate 2
Ao viralizar o texto elogioso aos altos índices alcançados nas escolas estaduais, a população, sobretudo mais pobre, passou a fazer inúmeros questionamentos, afinal, os índices e consequentemente o texto não refletem a situação precária da educação pública. Infraestrutura defeituosa, salas de aula insalubres, inexistência de laboratórios e professores mal remunerados, desmotivados e coagidos por seus superiores. Essa é a realidade.

Conhecimento de causa
Para além dos diversos comentários que testemunhavam o descaso do governo com as escolas estaduais em Taquaritinga, escrevo com conhecimento de causa, afinal, sou filho da escola pública, tendo me formado em 2012 no Ensino Médio na E.E. “Professora Carmela Morano Previdelli”, localizada na segunda região mais vulnerável do município. E quando lá estudei vivenciei as mais diversas pressões advindas dos dirigentes de ensino para mascarar a situação deplorável em que os professores e alunos eram submetidos. Todos os índices “altos” caem por terra se comparados com as avaliações através do Enem ou então das aprovações nos vestibulares disputados por alunos da rede estadual.

Debate público 
Ao contrário do que alguns docentes defenderam nas redes, acredito que a educação deva ser debatida com toda a sociedade. Quando sugerem desconsiderar a opinião de leigos durante o debate que se refere à escola, chamam para si e tão somente para si a infeliz responsabilidade dos erros e acertos da educação. Ao ouvir os demais segmentos da sociedade possibilitam dividir esse fardo e quiçá constroem a sensibilidade da comunidade para com o tema. Em Taquaritinga, ainda no início do ano, professores substitutos recebiam menos da metade do salário mínimo.  Ainda hoje não possuem o direito do vale alimentação, concedido aos concursados. Também não é difícil encontrar professores em salas de aulas que ainda não concluíram suas respectivas licenciaturas. A educação precisa ser debatida publicamente de forma plural.

Vítimas 
Os profissionais da educação são vítimas de um sistema político e econômico que há anos organiza o enfraquecimento da escola pública. E a consequência é a da realidade: milhões de alunos concluindo os estudos mesmo sendo analfabetos. E Taquaritinga, diferentemente do que se retrata no artigo em questão, não é um ponto fora do curva.

 

________________________________________________________________________

 

10.11.17

Balanço 
Ao completar 11 meses à frente do poder executivo municipal, o empresário Vanderlei Mársico já imprimiu sua marca: é o tocador de obra, o engenheiro. Aquele que arquiteta e planeja as reformas. Se no Jardim São Sebastião existe a “Lurdinha sem preguiça” na prefeitura existe o “Vanderlei sem demora”. Não tem dia, não tem hora, se é trabalho, ele estará lá. Mas esse entusiasmo por obras tem preço e os últimos foram altos.

Balanço 2
Ao enxergar a necessidade em abrir uma rua entre o Conjunto Habitacional “Dr. Adail Nunes da Silva” (CAIC) e a “Boiadeira”, no Jardim São Sebastião, o prefeito logo apressou em organizar a obra. Além do custo com a abertura do terreno, construção de guia e  pavimentação (esses arcados pela prefeitura), também custou e muito caro as perdas sofridas pelos moradores que tiveram suas casas inundadas devido as fortes chuvas que caíram na cidade no último final de semana. Na ânsia em construir uma rua, o prefeito e sua equipe não calcularam a necessidade de galerias de água pluvial (bueiro) e foi justamente a falta dessas galerias que causaram danos aos moradores do bairro.

Balanço 3
Não foi diferente na reforma da Unidade de Saúde da Família “Dr. Névio Ozetti” no Jardim Martinelli. Querendo deixar sua marca registrada, infringiu uma portaria ministerial que trata sobre a padronização visual dos estabelecimentos de saúde do País, financiados pelo SUS. A retaliação por parte do Ministério da Saúde pode ser a retirada de recursos. Não o bastante, na mesma tarde que o prédio foi (re)inaugurado, após uma chuva, percebeu-se problemas nas calhas ao aparecer infiltrações. Obras novamente! É assim que tem sido a administração Mársico.

Feira da lua
Espetacular a iniciativa de levar os produtores e produtoras da agricultura familiar de Taquaritinga à Avenida Paulo Roberto Scandar às tercas-feiras das 19h às 21h. A administração Mársico e a Apraft marcam um gol de placa. Além de um ótimo incentivo aos produtores é também mais uma opção aos moradores.

Universidade
Taquaritinga foi contemplada pelo vice-governador Márcio França, a pedido do Deputado Estadual Chico Sardelli, com a instalação da Unidade Virtual do Estado de São Paulo  (UNIVESP). Criada recentemente a Universidade Virtual é conduzida pela Unesp, Usp e Unicamp e possibilita as pessoas cursarem graduações e bacharelados das mais diversas áreas de maneira semi-presencial e gratuita. O município foi agraciado através do esforço do taquaritinguense Dê Mazzi que contou com o apoio do prefeito Vanderlei Mársico. A iniciativa vem ao encontro da necessidade das pessoas se qualificarem para o mercado de trabalho que no próximo ano deverá voltar a contratar.

Merenda
Aconteceu na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo a audiência pública “Alimentação Escolar de Qualidade: quem paga a conta?” de iniciativa da Deputada Beth Sahão. O evento contou a participação de dezenas de prefeitos, secretários municipais de educação, instituições ligadas à temática além de representantes do Governo do Estado. Os recursos estaduais repassados aos municípios para produzirem a merenda está aquém do necessário. Geralmente as prefeituras desembolsam muito dinheiro para produzirem uma merenda de qualidade ofertada inclusive aos alunos da rede estadual de ensino. A parlamentar conclamou aos presentes para se unirem a favor do aumento dos repasses.

 

 

_______________________________________________________________________________

 

Inauguração 
Na última segunda-feira, 30, o prefeito Vanderlei Mársico decerrou mais uma placa. Desta vez foi da reforma da Unidade de Saúde da Família “Dr. Névio Ozetti” no Jardim Martinelli. A USF sofreu um incêndio no final do ano passado e  por um longo período ficou de portas fechadas. Ao priorizar a reforma da Unidade, Vanderlei certamente colherá bons frutos junto à população já que a reabertura daquele prédio trará mais conforto aos usurários da saúde.

Surpresa desagradável 
Apesar da reforma ter sido completa bastou a primeira chuva para que fosse detectados problemas na Unidade de Saúde. Foi preciso correr e instalar condutores no telhado para evitar mais infiltrações.

Preocupação 
O que chamou atenção foi a alteração do padrão visual da Unidade de Saúde. Até a tipificação foi alterada. Anteriormente a unidade era da Saúde da Família (USF) e não Básica de Saúde (UBS) como está agora. Após a reforma também alteraram as placas de identificação que obedeciam o padrão do Ministério da Saúde, fixados ainda em 2011 por força da portaria ministerial número 2.838. Tais mudanças podem causar prejuízos pois a saúde faz parte de um sistema de co-financiamento, portanto, algumas regras como padronização dos serviços são exigidas. O Ministério da Saúde poderá cortar os recursos por força das mudanças apresentadas.

Cidadão paulistano
O bom trabalho realizado pelo Dr. Dimas Eduardo Ramalho junto ao Tribunal de Contas lhe conferiu gabarito para receber na próxima semana o título de cidadão paulistano, concedido pela Câmara Municipal de São Paulo. Durante sua passagem pela presidência do maior tribunal de contas do país, Dimas Ramalho, modernizou a instituição aproximando-a da população, inquiriu governos sobre obras paradas e processos mal conduzidos além de operações surpresas referentes a merenda escolar.

Regras novas
Já está valendo as mudanças no Código de Trânsito. Entre as mudanças está a aplicação de multa gravíssima e remoção do veículo que estacionar sem a devida credencial em vagas destinadas às pessoas com deficiências e idosos. A medida é acertada já que não é raro vermos desrespeitarem o direito desses cidadãos.

Quase caiu da cadeira
Ao ser indagado pelo vereador Juninho Previdelli sobre a abertura de um pregão para compra de novas poltronas para o auditório da Câmara Municipal, o presidente da Casa, vereador Rodrigo De Pietro quase caiu da cadeira. Apesar de ter defendido a compra (necessária diga-se de passagem), De Pietro voltou atrás e atendeu aos pedidos dos colegas em não realizar essa aquisição. O medo da base aliada do prefeito é que não aconteça a devolução dos quase dois milhões de reais da Câmara para a Prefeitura, o que comprometeria o pagamento do décimo terceiro do funcionalismo. Infelizmente o executivo gastou mais do que devia e agora dependerá duodécimo do legislativo para cumprir com suas obrigações.

Não é prioridade
Em recente entrevista a radio Mensagem FM o vereador Wadinho Peretti revelou que procurou Vanderlei Mársico para tratar sobre a finalização da implantação do Ambulatório Médico Veterinário, iniciado ainda na gestão passada, localizado na Praça Dr. José Furiati. Entretanto o edil ouviu do alcaide que por ora não é prioridade

_____________________________________________________________________

Turismo 
O deputado estadual Marco Vinholi foi relator do projeto que torna Tabatinga, a capital da pelúcia, município de interesse turístico. A iniciativa é deveras importante pois quando sancionada pelo governador Geraldo Alckmin a cidade passará receber anualmente cerca de R$ 500 mil para investir no setor.

Turismo em Taquaritinga 
Muitas são as razões que me fazem acreditar no potencial turístico de Taquaritinga. Além da nossa gente
que bem acolhe a todos, temos mãos formosas que confeccionam massas caseiras, uma esplêndida Igreja Matriz, dona de uma arquitetura única, um celeiro de artistas, dançarinos, poetas e uma serra, a nossa serra do Jabuticabal.

Taquaritinga instância turística 
Sabendo que o Governo do Estado estaria aberto para investir no turismo nos  diversos municípios paulistas, o empresário e atual presidente do Partido NOVO, Leonardo Olivério, iniciou um trabalho dentro da Prefeitura para reunir subsídios necessários quanto confecção do projeto que nos elevaríamos a município de interesse turístico. O trabalho foi interrompido e anos mais tarde retomado pela também empresária Juliana Junqueira que por alguns meses ocupou a chefia do departamento de Turismo ainda sob a gestão de Fulvio Zuppani. Reunidos, Leornardo Olivério, Juliana Junqueira, Willian dos Santos “Caju”, Marcelo Del Papa, entre outros, tabularam informações e produziram material suficiente para apresentar à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, responsável por criar a lei que dá aos municípios o título.

Retomada
O turismo pode gerar emprego e renda às famílias taquaritinguenses. Portanto o projeto de tornar Taquaritinga um município de interesse turístico precisa ser retomado o quanto antes pela atual administração. Deputados como Beth Sahão, Marco Vinholi, Welson Gasparini e Léo Oliveira tem o dever de defenderem nossa bandeira na Assembleia. São eles que recebem os votos da maioria da população da cidade e dos distritos.

Idoneidade 
Thiago Duarte, secretário municipal de Cultura e Turismo, foi duramente criticado por um perfil falso no facebook. É lamentável que se utilizem deste subterfúgio para levantar falsas acusações a uma pessoa de reputa ilibada. Apesar dos contrapontos que realizei aqui na semana passada sobre a Feira do Livro de Taquaritinga  (Felicitá), Thiago Duarte foi extraordinário ao organizar um evento desta grandeza. Os questionamentos realizados pelo perfil falso não merecem qualquer consideração.

Terra sem dono
A internet cada vez mais tem dado voz a boçais, bandidos e falsos profetas. É lamentável que não haja uma efetiva ação da justiça e das polícias para investigarem e punirem os mais diversos crimes praticados neste espaço. Calúnias, difamações e injúrias são lançadas diariamente contra pessoas das quais poucas vezes conseguem se defender. As redes sociais precisam ser utilizadas para integrar as pessoas, os governos, as boas ideias. Mas isso parece ser utupia quando se pensa em brasileiros.

 

________________________________________________________________________________

 

Inacreditável 
São raras as vezes que abordo assuntos da política nacional nesta coluna. Mas a semana que passou foi um verdadeiro show de horrores e não poderei abdicar do exercício de refletir sobre diversos temas, como por exemplo, a ração humana idealizada pelo símbolo do empresariado (não) político na política, prefeito João Dória Júnior. O alcaide anunciou nas redes sociais (é por ali que ele governa) que a prefeitura de São Paulo distribuirá aos pobres da metrópole uma ração produzida a partir de restos das empresas que produzem alimentos. A proposta foi duramente criticada por organismos internacionais de nutrição e segurança alimentar. Mas o que levou Dória a ter essa brilhante ideia? O motivo, meus caros, é que a indústria alimentícia paga para descartar esses restos. Desta forma, produzindo esta ração e distribuindo, não arcariam mais com o custo do descarte. É uma escárnio!

Descrédito 
A justiça brasileira voltou a cair no descrédito. Após três anos e meio de operação Lava Jato as principais figuras que dividem o País não foram presas nem sequer condenadas ou impedidas de exercerem suas atividades políticas. Dilma Rousseff, agora presidente deposta pela trupê comandada por Michel Temer e Eduardo Cunha, continua livre, leve e solta, sem pesar contra sua figura qualquer condenação. Aécio Neves, senador mineiro que ficou um tempo de férias forçada em sua mansão em Brasília enquanto o STF jogava para a platéia a decisão sobre o seu afastamento do Senado Federal em decorrência das graves denúncias apresentadas pela JBS também está de volta à cena mais solto do que nunca, absolvido momentaneamente pelos seus pares congressistas. E o último e não menos importante, proprietário de um capital político enorme, o também ex-presidente, Lula, permanece viajando pelo País enfrentando as acusações que lhe são feitas e que parecem não serem suficientes para trancafiá-lo. De tudo isso, duas falas me vêm à tona. A primeira é do ex-presidente Lula em 16 de março de 2016, auge do processo de impeachment, onde o petista é pego em um grampo telefônico com a então presidenta Dilma onde acusa o Supremo Tribunal Federal de estar acovardado. Outra fala é do líder do governo no Senado, Romero Jucá, que em gravação apresentada à Polícia Federal afirma que é preciso fazer uma grande acordo nacional (numa tentativa demasiada de enfraquecer a Lava Jato) incluindo o STF. Qual dos dois estão com a razão? Os ministros da Suprema Corte estão acovardados ou pactuaram com os demais poderes?

Tal pai tal filho
A deputada paulista Beth Sahão afirmou que o governador Geraldo Alckmin é um filhote de Michel Temer. A fala foi em razão da discussão do Projeto de Lei 920/2017, que tramita em regime de urgência na Assembleia Legislativa, de autoria do governador. A proposta é uma reedição da Emenda Constitucional 95, de autoria do governo de Temer que congela por 20 anos investimentos em setores como Saúde e Educação.

Uma andorinha não faz verão 
Bastante importante a iniciativa do presidente da Câmara,  Rodrigo De Pietro, em propor a criação da Feira do Livro de Taquaritinga ainda no início do ano e mais ainda do governo Vanderlei Mársico em realizar. Entretanto, o evento poderia celebrar a formulação de uma política pública sólida de incentivo ao livro e à leitura, através de uma discussão sobre os espaços públicos destinados a tal prática e as ações que nos próximos anos poderiam ser implantadas. É de conhecimento de todos que a Biblioteca Municipal “José Paulo Paes” há anos está abandonada e instalada em um local inapropriado. Também já foi denunciado nesta coluna sobre o desmonte das três bibliotecas comunitárias inauguradas no ano passado. A Feira isoladamente não modifica a cultura. De qualquer modo a iniciativa merece elogios e, apoio para que se inicie uma ampla discussão sobre políticas públicas culturais em Taquaritinga.

________________________________________________________________________________

Tudo parado
Na gestão anterior foram recapeadas cerca de 40 quilômetros de ruas e avenidas. Investimentos do governo municipal, estadual e federal que juntos somaram quase R$ 8 milhões. A expectativa do então prefeito Dr. Fulvio Zuppani era de recapear 80% da malha viária. Não conseguiu. A atual gestão também não tem investido nesta área. Em 10 meses o governo novo não recapeou 10 quarteirões.

Tudo parado 2
Obras como a construção da Praça da Juventude, Calçadão da Praça Dr. Horácio Ramalho e reforma do Cine São Pedro continuam paradas. Promessas foram feitas tanto na rádio quanto na tevê. Mas até o presente momento nada de concreto  (literalmente).
Consequências
Além de deteriorar aquilo que já existe, obra parada representa também desemprego, ou seja, menos dinheiro circulando no comércio e mais gente dependendo de assistência do poder público. Também não é difícil encontrar bandidagem ocupando prédios inacabados.

Boa iniciativa
Vanderlei Mársico não esperou chegar recursos do governo federal ou estadual para reformar a Unidade de Saúde da Família “Dr. Névio Ozetti”, localizada no Jardim Martinelli. No final do ano passado a USF pegou fogo e está fechada há um ano. Aos poucos uma reforma no prédio foi conduzida pelos próprios funcionários e em breve a Unidade de Saúde estará funcionando.
Boa iniciativa 2
O prefeito apertou o cerco contra a empresa responsável pela reforma do antigo Postão, localizado na Rua Carlos Gomes, no centro. A obra estava parada há meses e recentemente voltou a todo vapor. A expecativa é que até o fim do mês o prédio esteja funcionando parcialmente.

Calados
Após ter suas críticas respondidas pelo prefeito Vanderlei Mársico, o diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT), atualmente sem representantes na Câmara Municipal, deixou de propagar notícias pelas redes sociais comparando o que havia sido prometido durante as eleições e o que vem de fato sendo realizado. Ter oposição é fundamental para o bom funcionamento da democracia e das instituições.
Transporte universitário
Informações obtidas por este colunista indicam que a Prefeitura manterá como está o auxílio pago aos estudantes que cursam ensino superior em cidades vizinhas.

_______________________________________________________________________________

Deu ruim

Recentemente o deputado estadual Marco Vinholi esteve na Secretaria Municipal de Educação para comemorar ao lado do prefeito Vanderlei Mársico a chegada de um novo veículo para transporte de alunos. O que ninguém esperava é que aparecesse o “pai da criança”. Na última segunda-feira, na Câmara Municipal, o vereador Mirão Basso fez questão de pontuar que o veículo foi conseguido por ele, ainda na gestão anterior, através do Deputado Federal Dr. Ubiali.

Deu ruim 2

Muito comemorada, a chegada de uma nova ambulância para o SAMU 192 está sendo alvo de uma disputa – ao menos virtual – de paternidade. Sim, o prefeito Vanderlei Mársico informou através da rádio e das redes sociais que a vinda de um novo veículo para o SAMU  é resultado do trabalho do deputado federal Ricardo Izar Jr. Também nas redes sociais o deputado federal Baleia Rossi veiculou notícia neste sentido. Ser pai de ambulância todo mundo quer, quero ver querer ser pai desse governo corrupto e ineficiente.

Preocupante

Como adiantei nesta coluna no dia 30 de junho de 2017, o poder executivo municipal confeccionou um projeto de lei que foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal na última segunda-feira onde altera a forma de nomeação do superintendente do Instituto de Previdência do Servidor Municipal de Taquaritinga (IPREMT). Até então o superintendente era escolhido pelo prefeito a partir de uma lista tríplice indicada através de eleição realizada entre os próprios servidores. Diante da nova lei, Vanderlei Mársico poderá nomear em breve um superintendente de sua confiança. O cargo passa a ser político, como qualquer outro cargo de confiança existente nos quadros da prefeitura. Será o fim do Instituto?

Seja bem-vinda

Ângela Guardia, velha conhecida do jornalismo taquaritinguense, está de volta nas ondas da rádio Planeta Verde FM ancorando o programa Planeta News com Gabriel Bagliotti, José Roberto Gaion e Bárbara Arnoni.

Orelha em pé

Várias Câmaras Municipais da região estão preocupadas com o desenrolar da investigação que descobriu um esquema que fraudava concursos públicos. Na última semana a ex-vereadora de Pradópolis, Marlene Galiaso, foi condenada a 23 e 7 meses de prisão por chefiar o esquema. Outras vinte pessoas também foram condenadas. O próximo passo é descobrir os beneficiários do esquema para que sejam condenados a perda dos respectivos cargos.

Academia ao ar livre

O vereador Tonhão da Borracharia deverá nos próximos dias confirmar a vinda de um recurso para aquisição de 4 academias ao ar livre que provavelmente serão instaladas no Jardim Buscardi, Jardim do Bosque e nos distritos de Jurupema e Vila Negri.

Guarda Municipal

Os últimos dias foram de espanto pelos inúmeros atos de vandalismo praticados nas escolas e praças de Taquaritinga. O vereador Dr. Eduardo Henrique Moutinho defendeu a criação da Guarda Municipal. Na opinião do edil não é necessário um efetivo maior do que 30 guardas, dois carros e cinco motocicletas. Investimento razoavelmente baixo para uma prefeitura que adquiriu recentemente um prédio de mais de R$ 5 milhões.

Filho prodígio

Dimas Eduardo Ramalho, ex-deputado federal e atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo esteve durante toda essa semana em Portugal para se aprofundar, junto aos organismos de controle de lá, sobre arbitragem. O taquaritinguense também encontrou-se com o presidente da república e o embaixador do Brasil em Portugal.

 

________________________________________________________________________________

 

Promessa cumprida 

Na noite de terça-feira o prefeito Vanderlei Mársico e seu vice Luiz Fernando Coelho da Rocha vibraram através das redes sociais com a assinatura de um convênio anunciado ainda no início do ano. Trata-se da construção de uma creche no Jardim Maria Luiza II. Os moradores do Jardim do Bosque, Jardim Paraíso II e Maria Luiza I e II terão suas demandas por vagas em creche contempladas a partir de 2019. Um grande alento para população desta região.
Bom trabalho
Presente na palestra da Deputada Beth Sahão na última segunda-feira na Escola Municipal “Prof.° Modesto Bohrer”, o prefeito Vanderlei Mársico, enalteceu o trabalho da parlamentar em favor de Taquaritinga. Há poucos meses, Beth Sahão liberou R$ 300 mil destinados à infraestrutura urbana que deverá ser utilizado para recape de vias importantes da cidade. Em recente visita à E.E. “Prof.° Carmela Morano Previdelli” a deputada estadual se comprometeu em buscar recursos para melhorias no prédio que atende alunos de mais de uma dezena de bairros.
Parlamento Jovem
Os vereadores professor Caio Porto e Rodrigo De Pietro movimentaram a  Câmara Municipal com a volta do programa Parlamento Jovem. Originalmente criado pelos vereadores Ico Curti e Maurício Scardoelli na década de 80, a ação que prevê a participação de jovens estudantes em sessões específicas para debater projetos de autoria deles, teve uma nova roupagem em 2005 através de lei do vereador Fran Curti. A retomada deste programa é fundamental para fomentar a cidadania entre os jovens.
Área azul
A volta da área azul precisa ser debatida entre as autoridades e moradores de Taquaritinga. O que não se pode mais é ficar como está. Chega ser insuportável trafegar pelo comércio principalmente aos sábados. A falta de rotatividade das vagas oferecidas nas ruas de comércio é prejudicial para a economia. Muita gente desiste de fazer suas compras por não ter onde estacionar.
Opinião
Recentemente fui abordado por um ambulante que há mais de 25 anos está presente no comércio taquaritinguense. Na opinião dele, a Acit em parceria com entidades sociais deveriam retomar a área azul, destinando ao menos a metade das vagas para que sejam rotativas, ou seja, com permanência de até 2h.
Opinião II
Talvez a melhor forma para disciplinar o trânsito na região seria a adoção de parquímetro, um dispositivo eletrônico que regula a permanência dos veículos nas vagas oferecidas pela cidade. Em municípios vizinhos como Araraquara o sistema já opera há anos. Apesar do custo alto para instalação do parquímetro, ele trará efetividade maior comparado com o modelo de área azul atual.
Ambulância
O vereador Eduardo Henrique Moutinho apresentou uma emenda ao projeto de lei de diretrizes orçamentárias onde substitui parte da verba destinada à festa da cidade e ao carnaval de 2018 para aquisição de uma ambulância 0km. A iniciativa é bem-vinda uma vez que a atual administração conseguiu realizar um belíssimo carnaval com a metade do que estava previsto. Em tempos de crise é preciso priorizar as necessidades.

 

______________________________________________________________________________

 

Gratidão

Ao completar meu mandato como presidente da Associação de Moradores do Jardim do Bosque, faço aqui meu agradecimento aos moradores, as autoridades e, sobretudo aos meus companheiros de direção que sempre foram solidários com as tarefas que a entidade nos demandava. Ao longo de dois anos, o primeiro vivido de forma intensa, gerou frutos e uma extraordinária plantação de sementes que em breve germinarão. Ao deixar o cargo por abrir mão da reeleição, carrego comigo os sentimentos de gratidão e dever cumprido, feliz por ter realizado o que pude em prol dos moradores do Jardim do Bosque.

Correios

Mesmo com uma boa infraestrutura, o Jardim do Bosque, logo quando entregue aos mais de dois mil moradores, distribuídos em 401 casas, carecia de vários serviços, entre eles, a entrega domiciliar de correspondências. Por quase dois anos os moradores precisavam dirigir-se à agência dos Correios para retirar suas cartas, boletos, objetos, etc. Após uma incessante luta que envolvera o Ministério Público, Câmara Municipal e a Deputada Beth Sahão, finalmente, em 2016 conquistamos o serviço tão importante para a vida dos moradores.

Decreto

Com a chegada da crise econômica, percebemos que muita gente havia perdido seus respectivos empregos, passando para o trabalho informal ou autônomo. Por conta do decreto municipal que criou o Jardim do Bosque, toda aquela área urbana estava impedida de abrigar qualquer tipo de comércio ou empresa de prestação de serviços. Diante do impasse, após diversas reuniões com a Prefeitura, conseguimos a edição de um novo decreto, abrindo espaço para a instalação de pequenos comércios e prestadores de serviços.  Atualmente o bairro é servido por mercearia, papelaria, salão de beleza, entre outros negócios.

Plantio de árvores

A educação ambiental também foi alvo de ações da Associação de Moradores. Realizamos em parceria com o Instituto Ambiental Planeta Verde, Mello Engenharia e Viveiro de Mudas Velocci, o plantio de mais de 300 mudas de árvores. Certamente o Jardim do Bosque será o bairro mais bem arborizado de toda Taquaritinga.

Cultura

Foram inúmeras ações culturais, seja com apresentaões de coral da terceira idade ou do grupo teatral do Professor Marcelo Rosa. Dia das mães, dia das crianças e Natal foram lembrados com a organização de eventos em parceria com a Prefeitura e grupos artísticos da cidade.

Infraestrutura

Pouco avançamos quanto à infraestrutura. Calçamento de área pública, instalação de iluminação na praça e de redutores de velocidades, ficaram só no papel, devido a inoperância do poder público local. O único equipamento possível durante os últimos dois anos foi o abrigo em um dos pontos de ônibus do bairro. Com empenho, a próxima diretoria e a atual gestão municipal poderão executar estas obras de baixo custo, mas de grande impacto.

Novo tempo

Espero que a Associação de Moradores se mantenha viva e combativa para defender os interesses desta comunidade trabalhadora. Ao encerrar meu mandato, nasce um novo tempo, uma nova oportunidade, para florescer as boas idéias. Da boa luta nunca me retirarei, portanto, contem comigo!

_______________________________________________________________________________

 

 

Pegou mal

Através das redes sociais, o prefeito Vanderlei Mársico publicou uma nota sobre a aquisição de medicamentos de alto custo, demanda essa que custa aos cofres da Prefeitura cerca de R$ 100 mil ao mês. Entretanto, foram inúmeros comentários contundentes reclamando da falta de medicamentos, sejam eles de alto custo ou não.  Uma mãe diz que há oito meses o medicamento de alto custo, importado, do seu filho não é repassado pela administração. Já em outro comentário uma moradora do CAIC diz que não tem nem dipirona na rede.

Acelera

Não bastasse a reclamação da população que há meses é ludibriada com uma dezena de desculpas, o Vereador Junior Previdelli subiu à tribuna da Câmara Municipal para questionar a municipalidade sobre a distribuição de fraldas, leite, entre outros itens. Segundo o vereador, atualmente existe um jogo de empurra-empurra entre a Secretaria Municipal de Saúde e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, fazendo com que a população não consiga acessar esses produtos.

Turismo

Dois vereadores da cidade vizinha de Santa Ernestina descolaram-se até a capital paulista para visitar um colega vereador paulistano. O fato deve ser inédito. Já vi vereadores visitando Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado, Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas, seja em busca de verbas ou de informações que ajudem a desenvolver seus respectivos municípios, mas, visitar outro vereador é novo. Parece mais uma viagem a turismo, bancada com dinheiro público.

Grande repercussão 

No último sábado a EPTV – emissora afiliada a Rede Globo veiculou uma matéria com o prefeito Vanderlei Mársico, confrontando suas promessas feitas diante das câmeras no início do ano. Não bastasse a não realização de nenhuma promessa, o chefe do executivo taquaritinguense fora desmentido pela Cetesb. Ele havia prometido a limpeza do córrego Ribeirão dos Porcos, o que não ocorreu. Como justificativa disse que a Cetesb não havia emitido uma autorização prévia para que o município realizasse o serviço. Em nota a Cetesb afirmou que para a execução deste tipo de serviço não é preciso de autorização.

De volta pro meu aconchego 

O ex-prefeito Paulo Delgado deixou o cargo de assessor na Secretaria Estadual de Habitação. Desde que deixou a Prefeitura em janeiro de 2013, Paulinho Delgado passou a morar em São Paulo, onde trabalhava diretamente com Rodrigo Garcia. De volta ao interior, o maior cabo eleitoral de Vanderlei Mársico deverá se dedicar à família e as empresas familiares.

 

_______________________________________________________________________________

 

Boa notícia 

A população do Jardim Maria Luiza e bairros  adjacentes ficaram felizes com a instalação de sinalização terrestre na movimentada rua Ivone Fumagalli. Agora a Prefeitura precisa intensificar a fiscalização para que proprietários de terrenos construam as respectivas calçadas.

Trevo 

A Deputada Beth Sahão deverá protocolar nos próximos dias um requerimento na Comissão de Transportes da Assembleia Legislativa questionando o Governo do Estado quanto as medidas de segurança que deverão ser aplicadas na Rodovia Carlos Tonani na altira da antiga Fabricas Peixe. O local que recentemente foi alvo de muita discussão precisa ser melhorado para que não cause ainda mais acidentes devido ao aumento do fluxo em razão da instalação do Ambulatório Médico de Especialidades, o AME.

Emprego

O Prefeito Vanderlei Mársico tem respondido pessoalmente aos questionamentos feitos pela população em seu Facebook. Sobre emprego Vanderlei pontuou: não temos encontrado interessados em abrir empresas no País.

Iluminação pública 

Recentemente a municipalidade realizou reparos na iluminação da praça José Furiatti. Há tempos o local carecia de melhorias assim como tantos outros. Esperamos que sejam investidos mais recursos nesta área para que não fiquemos no escuro como até agora aconteceu.

Cidade inteligente 

Nem sequer a Câmara de Vereadores se empenhou em buscar explicações acerca do famigerado projero piloto internacional denominado de Cidades Inteligentes, proposto ainda na gestão Dr. Fulvio Zuppani pelo então Secretário de Governo, Marcos Martinelli. Apesar dos mínimos avanços, até meados de 2017 Taquaritinga ainda se mantia entre as pouquíssimas cidades incluídas no projeto. Porém não se têm mais notícias a quantas andam. Se nem os vereadores se mexem para isso imagine o executivo que se perde em inúmeras demandas que surgem diariamente.

Perda de prazo

Informações preliminares obtidas junto à assessoria parlamentar da Defesa Civil Nacional dão conta que a Prefeitura de Taquaritinga não cumpriu o prazo para o envio da documentação necessária para obtenção de R$ 2,6 milhões destinadas obras de infraestrutura. O recurso havia sido objeto de empenho da administração do ex-prefeito Dr. Fulvio Zuppani através do Departamento de Convênios comandado por Ana Margarida Curti além da Deputada Beth Sahão. Caso venha a se confirmar a perda de prazo, pela segunda vez, o chefe do executivo terá que dar explicações a população.

Sem apoio

Os pequenos e médios empresários Taquaritinguenses continuam sem apoio do poder público para expandirem seus negócios. Passados nove meses da gestão Mársico nenhum aceno ao empresariado local foi feito. Ao menos é o que foi sentido até o presente momento. Esperava-se projetos para doação de áreas, regulamentação de serviços e intensificação da formação de mão de obra. Pelo visto a prioridade da vez é o esporte. Depois do Taquarão, do Ginásio “Manoel dos Santos e do campo da Boiadeira, chegou a vez do Estádio “Antônio Storti” receber investimentos e atenção.

_______________________________________________________________________

 

Desconstrução

Se nem tudo do governo Fulvio Zuppani foi bom para a cidade, certamente não é o caso das três bibliotecas comunitárias implantadas no primeiro semestre de 2016. Embora insuficientes para consolidar uma política pública de incentivo ao livro e à leitura, as bibliotecas comunitárias, sem dúvida, poderiam servir, assim como outras ações, para levar a população um pouco mais de cultura e porque não entretenimento.

Nosso repúdio

Ao invés de serem melhoradas e ampliadas, o atual governo deu-se ao trabalho de fechá-las, sem qualquer motivo aparente. Nem mesmo a biblioteca municipal ‘’José Paulo Paes’’, alojada em um local inapropriado e pouco convidativo, motivo inclusive, de muita crítica a administração passada, foi alocada para um espaço mais adequado. O desserviço prestado a população merece o total repúdio da comunidade cultural.

Exemplos

No Cras do Jardim Micali, por exemplo, a biblioteca comunitária dividia espaço com a brinquedoteca. Atualmente, os livros estão encaixotados e a brinquedoteca permanece fechada, como sempre. Já a biblioteca comunitária destinada à população de Vila Negri encerrou as atividades uma vez que o casa onde abrigava os livros fora devolvida à Paróquia, proprietária do prédio. Os frequentadores da Estação da Cidadania no Jardim São Sebastião já não acessam mais os livros, o local também foi abandonado.

Qual motivo?

Assim como outras ações importantes que auxiliavam na construção de políticas públicas, como o Programa de Esporte e Lazer da Cidade, o Pelc, convênio entre a Prefeitura e o Ministério do Esporte que fora encerrado no início da atual gestão, as bibliotecas comunitárias não são mais uma realidade em Taquaritinga.

Problema se resolve

Erros, dúvidas, problemas, existem para serem sanados. Não é fechando a Unidade de Pronto Atendimento, a UPA 24h, que se acaba com as reclamações e problemas que porventura lá existem. Governar é sobretudo gerenciar conflito, problema, e, se possível, consertá-los, resolvê-los. E deste modo é que a Prefeitura deveria ter se comportado em relação a tudo que recebeu, seja em relação ao Pelc, às bibliotecas comunitárias, assim como fez em relação, por exemplo, às entidades assistenciais, que somente após regulamentação por força do Marco Regulatório das Organzações da Sociedade Civil, pôde receber suas subvenções.

Ainda há tempo

Certamente a ex-colaboradora da Cultura, Valdívia Morano, assim como o atual Secretário Municipal de Cultura e Turismo, Thiago Duarte, não corroboram com este comportamento. Muito embora tarde, se quiserem, a atual gestão possui tempo e credibilidade para rever a decisão de abandonar esses equipamentos culturais.

 

Caio Forcel é estudante de Administração Pública pela UFSJ e Assessor Especial Parlamentar na Alesp.

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________

Espírito de engenheiro

O espírito engenheiro de Vanderlei Mársico tem preço. E é alto. Talvez quando ele decidiu priorizar a troca do telhado do Ginásio ‘’Manoel dos Santos’’, não tinha ideia do valor da obra. E aqui faço um parêntese: os municípios, todos, sem exceção, por força do pacto federativo e da concentração de recursos por parte do Governo Federal, acabam executando todos os serviços primários – educação, saúde, transporte público, saneamento básico – e tendo pouquíssimos recursos próprios para fazerem investimentos, como reformar um posto de saúde, uma escola ou então trocar o telhado do ginásio.

Concentração de recursos

E por essa injusta distribuição dos impostos arrecadados é que os prefeitos acabam passando o pinico nos governos estadual e federal, além, é claro, de chorarem as pitangas aos deputados para que eles enviem emendas que acabam servindo para realizarem obras mais caras e quase sempre necessárias.

É prioridade?

Embora eu acredite genuinamente que o telhado do ginásio precisasse de reparos também acredito que entre o ginásio e a Escola Municipal ‘’Prof. Mineo Rossi’’ a população escolheria reformar a escola. Mas o que trago neste texto não é somente a preocupação com a ordem de prioridades eleitas pela atual administração. Vanderlei Mársico, o prefeito que coloca a mão na massa, que não tem medo de nada, que usa o próprio carro para trabalhar e que se arrisca a rabiscar e acompanhar as obras da cidade, talvez, não tenha bem calculado sobre o telhado do ginásio. Digo isso pois segundo o Diário Oficial do Município, na seção que trata dos processos licitatórios, foi publicado a contratação da empresa responsável pela troca do telhado, bem como o valor a ser pago. Foram ali despendidos nada mais nada menos do que R$ 129 mil. Um exagero para uma prefeitura quebrada e para uma população que não tem acesso a medicamentos, a uma escola decente, entre outras necessidades.

Campo ou escola?

Não bastasse a exorbitância paga pela troca do telhado do ginásio também se pagou e muito, mas muito bem pago pela troca do gramado do campo da Boiadeira. Há anos a população pedia melhorias naquele espaço público, mas pagar R$ 49 mil para adquirir grama é um pouco demais. Não que a população não mereça! Mas, insisto: entre trocar o gramado do campo que já havia sido trocado pela gestão anterior, mas não foi cuidado, pegou fogo e continuou a não oferecer um ambiente adequado para a prática de esportes, e, reformar a escola, certamente a prioridade seria reformar a escola.

Tem mais

E não para por aí. Serão investidos R$ 16 mil em adesivos que revestirão a frota municipal. Isso é, mais dinheiro para carimbar a logomarca da atual administração nos veículos da prefeitura. Não discordo das obras e ações mas faço o questionamento que toda a população faria se soubesse do que se passa: há necessidade disso agora? Não temos outras prioridades?

 

Caio Forcel é estudante de Administração Pública pela UFSJ e Assessor Especial Parlamentar na Alesp.

 

______________________________________________________________________________________________________________________

Impecável

O desfile cívico em alusão aos 125 anos de emancipação de Taquaritinga pode ser classificado como impecável. Iniciado rigorosamente às 9h, a rua Prudente de Moraes serviu de palco mais uma vez para que as escolas fizessem uma extraordinária apresentação. A comissão organizadora merece os aplausos da população. No próximo ano, pelo estilo inovador em administrar, Vanderlei Mársico poderia considerar a ideia de levar o desfile para a avenida Paulo Roberto Scandar.

Boas escolhas

Há muitos anos não se via a praça Dr. Waldemar D’Ambrósio lotada para os shows do aniversário da cidade. Não há dúvidas que a administração escolheu muito bem os artistas e proporcionou ao povo uma bela festa.

Ponto positivo

Vanderlei Mársico em um vídeo publicado na rede social anunciou a contratação de 800 castrações que devem atender animais de pequeno porte como cães e gatos. O serviço será realizado pelo médico veterinário Samir Ribeiro, vencedor do processo licitatório, e será disponibilizado para a população de baixa renda.

Bastidor

A candidatura de Dr. Fulvio Zuppani a deputado estadual esquentou os bastidores da política local. Muitos acreditavam que o ex-prefeito não quisesse mais estar na política e alguns, inclusive, disputavam seu apoio para as eleições do ano que vem. Caso concretize sua candidatura, figuras de outras cidades que em 2014 obtiveram grandes votações em Taquaritinga, não conseguirão atingir a votação esperada, afinal, a tendência é que os eleitores taquaritinguenses votem em um candidato da cidade.

Abandono

O aglomerado de bairros no entorno do Jardim Paraíso continua abandonado. Praças esportivas, canteiros de avenidas, iluminação pública, deixam a desejar. As entradas dos bairros Jardim Micali e Jardim Maria Luiza, por exemplo, poderiam ser iluminadas e com projetos paisagísticos melhorados. A avenida Emílio Girotto também precisa de melhorias, seja através da poda de árvores neste momento, até na construção de um projeto que leve para os dois lados da avenida a iluminação, como ocorreu na avenida Caetano Decaro ainda na gestão Paulo Delgado.

 

______________________________________________________________________________________________________________________

Política só tem porta de entrada

Na última terça-feira o ex-prefeito Dr. Fulvio Zuppani concedeu entrevista ao radialista Auro Ferreira na rádio Mensagem FM. Questionado se voltaria para a política, Dr. Fulvio disse que só retorna só for para ajudar. A verdade é que política só tem porta de entrada. Quem entra para a política dificilmente consegue sair.

Experiência

Dr. Fulvio Zuppani aproveitou a entrevista para se colocar à disposição do atual prefeito. Com muitas obras paradas e com aparente dificuldade de acessar os Ministérios em Brasília, Vanderlei Mársico deverá procurar o ex-prefeito para absolver contatos construídos por Zuppani ao longo dos quatro anos que frequentou a Capital Federal.

Boi bravo

O ex-prefeito ainda pediu para que a população ajude o atual prefeito a governar diante das inúmeras dificuldades que passa Taquaritinga em particular. E comparou administrar uma prefeitura com uma montaria. “Governar é como montar em um boi bravo. Você precisa de acostumar com o trote do boi e com a queda. E quando você cai não tem ninguém pra te ajudar.”

IPTU e taxas

Zuppani também disse que consentiu em enviar à Câmara Municipal, nos últimos dias do seu mandato, um projeto de lei que aumentasse o Imposto Predial e Territorial Urbano, o IPTU,  corrigindo a inflação. Mas se mostrou contrário a elevação das taxas – o que onerou e muito o bolso dos contribuintes neste 2017.

Cadê a mudança?

Alguns meses já se passaram e nenhum departamento municipal se mudou para o prédio da Stéfani adquirido por Mársico no início da gestão. Será que aguardam algum recurso para reformar o prédio?

Creche no Jardim do Bosque

No início do mandato, o Chefe do Executivo realizou uma viagem a Brasília onde encontrou-se com o Ministro da Educação, Mendonça Filho. Na oportunidade Vanderlei Mársico anunciou que seria construída uma creche na região do Jardim do Bosque, atendendo uma demanda criada pelo crescimento populacional daquele setor da cidade. Oito meses se passaram e ninguém mais tocou no assunto. Será que a obra não vai sair?

Taquaritinga, a pérola araraquarense

É tempo de desejar bons ventos à esta terra que me forjou para a luta. Cidade que me viu nascer e me criou; que me preparou para ser quem sou. Um pérola formada por homens e mulheres de mãos calejadas de muito trabalho e de olhos cheios de esperanças. Que as mãos desse povo não fraqueje na busca por dias melhores. Parabéns aos Taquaritinguenses!

_____________________________________________________________________________________________________________

O tempo é implacável 

Dizem que o tempo é o senhor da razão. É muito provável que seja. Ao passar seis meses da decisão de romper o convênio com o Ministério do Esporte e encerrar as atividades do Programa de Esporte e Lazer da Cidade, o Pelc, a Prefeitura não conseguiu, até o momento, providenciar atividades como as quais eram oferecidas pelo programa federal. O atual secretário de esporte e lazer, o vereador licenciado Beto Girotto, tem se empenhado para ao menos dar condições de uso às praças esportivas que estavam um tanto quanto abandonadas. Mas isso não é suficiente, ainda, para nos fazer acreditar que o fim do Pelc foi uma boa estratégia. Os Centros de Referência de Assistência Social, os Cras, tanto do Jardim Micali quanto do Jardim São Sebastião, desde o encerramento das atividades do Pelc no município, não ofertam mais atividades recreativas. Um prejuízo não só esportivo mas também assistencial uma vez que monitores não foram contratados para dar vida àqueles espaços que servem para fortalecer os vínculos familiares e trabalhar com jovens, idosos, portadores de deficiência e famílias em situação de vunerabilidadesocial.O tempo é mesmo implacável.

 

Proposta polêmica 

O vereador Marcos Bonilla em entrevista ao jornal Planeta News, comandado por José Roberto Gaion e Gabriel Bagliotti, na Rádio Planeta Verde FM, sugeriu que o trevo da Peixe na Rodovia Carlos Tonani seja fechado enquanto não se constrói um acesso subterrâneo. Na internet, Bonilla que tem pretensão de ser Prefeito, foi duramente criticado. O ex-líder do Prefeito Vanderlei Mársico na Câmara e fiel escudeiro do ex-Prefeito Paulo Delgado deveria usar sua influência política para conseguir que o Governo do Estado construa um acesso seguro seja no trevo da Peixe ou de Guariroba e não sugerir o fechamento do trevo.

 

Acelera 

Termina no próximo 11 de agosto o prazo concedido pela Defesa Civil Nacional para que a Prefeitura realize a licitação do projeto e da obra de reconstrução de diversos pontos da cidade que foram prejudicados pelas chuvas em janeiro de 2016. São mais de R$ 2,5 milhões já pré-empenhados que aguardam para serem liberados para Taquaritinga. O vultuoso recurso foi conseguido através do empenho do Departamento de Convênios da Prefeitura de Taquaritinga e da Deputada Beth Sahão que na ocasião fez gestões junto às autoridades federais. Resta aguardar que a equipe do Prefeito Vanderlei Mársico realize o procedimento de maneira adequada atendendo os prazos.

 

Cidadania 

Quinta-feira o Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, Dr. Dimas Ramalho, compareceu na Escola Municipal Prof. Modesto Bohrer, à convite da diretora Gorete Culca, para proferir palestra aos alunos sobre cidadania e corrupção, além, é claro, de distribuir gibis confecionados pelo TCE sobre o tema. A visita muito oportuna subsidiará, certamente, as redações dos alunos do 5° ano que participarão do Concurso Literário “José Paulo Paes” promovido pela Secretaria Municipal de Educação e que tem como tema “Pequenas Corrupções Cotidianas: Respeitando o Bem Comum”.

_____________________________________________________________________________________________________________

Interferência

Além de ocupar o prédio da Câmara Municipal e insistir em interferir na agenda legislativa, nota-se em muitas ocasiões um verdadeiro atropelo do Executivo contra o Legislativo. Foi mais uma vez o que aconteceu em Taquaritinga. Querendo fazer cortesia com o chapéu alheio, o Prefeito Vanderlei Mársico insinuou que o Presidente da Câmara, o jovem Rodrigo De Pietro, estaria ausente de seu gabinete, justificando assim o não recebimento de um ofício que o Chefe do Executivo enviou à Presidência da Câmara solicitando as sobras do orçamento legislativo para que a Prefeitura pudesse pagar as subvenções das entidades assistências do município. O desfecho, apesar do desencontro do Prefeito e do Presidente da Câmara, certamente será positivo para as entidades uma vez que não haverá objeção por parte do legislativo quanto repassar recursos não utilizados pela Câmara para as entidades. Entretanto, a cada enfrentamento público feito pelo alcaide contra os demais poderes, vai engrossando o clima de animosidade, prejudicial para o equilíbrio necessário entre as instituições.

Enfrentar os problemas e não as pessoas

Aliás, enfrentamento é uma palavra que Vanderlei Mársico faz questão de ter em seu dicionário. Durante sua trajetória política enfrentou figuras como o ex-Prefeito Paulo Delgado e agora passou a enfrentar quem se põe contra seu projeto político. Talvez seja uma tática para alcançar bons índices de popularidades, afinal, político só sobrevive através do voto que está atrelado a popularidade. Embora acredite que as oposições ao seu governo estejam conspirando contra seu projeto, o que temos percebido é que algumas ações praticadas pelo Chefe do Executivo não vem ao encontro dos anseios urgentes da população e portanto as lideranças políticas se colocam a discutir e eventualmente se posicionar contrariamente.  Arrogâncias de lado e mais união de ideias. É isso que a população espera.

O socorro vem de longe

A Rodovia Carlos Tonani, a SP 333, mais uma vez foi palco de dois acidentes. Infezlimente não é novidade para ninguém que os trevos da antiga Fábrica Peixe e do Distrito de Guariroba são fatais para qualquer descuido ou irresponsabilidade por parte daqueles que trafegam pega rodovia. Com a instalação do Ambulatório Médico de Especialidades o tráfego deverá crescer e os riscos também. Os Deputados Estaduais e Federais, principalmente aqueles que apoiam o Governador Alckmin e os quase 20 anos de PSDB à  frente do Governo do Estado, precisam tratar urgentemente deste assunto junto as autoridades estaduais. Muito mais importante do que ponte sobre a Avenida Vicente José Parise ou revitalização de Praça, a construção de um acesso seguro nestes dois pontos da SP 333 é prioridade para Taquaritinga.

Tudo igual

Continuam na mesma as obras do Cine São Pedro, do Calçadão da Praça Dr. Horácio Ramalho e da Praça da Juventude, paradas! O ex-Prefeito Dr. Fulvio Zuppani acusava o Governo Federal de congelar os repasses para continuidade das obras. Mesmo com as torneiras abertas e com mais trânsito político no Governo Federal, o Governo Mársico ainda não conseguiu concluir essas obras herdadas do Governo Zuppani. Aliás, os poucos quarteirões recapeados nos últimos meses são resquícios de convênios em execução na gestão passada que recapeou 40 KM de ruas e avenidas na cidade. Parafraseando o Prefeito de São Paulo, João Dória Júnior: acelera Taquaritinga.

_____________________________________________________________________________________________________________

Esclarecedor

O Superintendente do Saaet, Manoel Bueno, foi esclarecedor quanto aos problemas da Estação de Tratamento de Esgoto que desde sua instalação tem causado mau cheiro aos moradores que avizinham-se a vicinal Thirso Micali. Cansado de ser cobrado, “Mané” Bueno detalhou os erros de engenharia na construção e desafiou os gestores passados a virem de público se pronunciarem sobre o caso.

Tom elevado

Tanto o Prefeito quanto seus correligionários têm elevado o tom contra a administração anterior e a oposição. No último sábado, em sua rádio, Vanderlei Mársico mandou os petistas “enfiarem a viola no saco” e admitirem a derrota. Nesta semana foi a vez do Manoel Bueno mandar o recado. Ele repetiu diversas vezes que a Estação de Tratamento de Esgoto ficou uma “porcaria”.

Nas ruas

A população, de maneira geral, não gosta de ataques e críticas muito ácidas. O ex-prefeito Paulo Delgado que durante sua gestão foi muito criticado acabou se beneficiando e sendo reeleito com uma votação esmagadora. Quem não aprende com o tempo corre o risco de pagar ainda mais caro com as consequências.

Escolas na mira

Neste segundo semestre a Deputada Estadual Beth Sahão, presidente da Comissão de Educação e Cultura da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, fará inspeções surpresas em diversas unidades de ensino do Estado. A intenção é verificar in loco as deficiências que as escolas mantém por negligência dos governos municipais, estadual e federal.

Escolha acertada

A Prefeitura de Taquaritinga através da Secretaria de Cultura e Turismo anunciou os shows que comporão as festividades em alusão aos 125 de emancipação político-administrativo do município. Moacir Franco, Demônios da Garoa e Carreiro & Capataz serão as atrações nos dias 14, 15 e 16 de agosto.

Quem tem padrinho não morre pagão

O ditado é antigo mas é uma verdade. Mesmo não sendo mais Deputado Federal, Dr. Dimas Ramalho, ora conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, continua empenhado em ajudar Taquaritinga. Sua participação foi decisiva para a instalação do Ambulatório Médico de Especialidades, o AME. Nesta semana trouxe o Secretário de Estado da Saúde, Dr. David Uip, para conhecer a Santa Casa de Misericórdia e inaugurar melhorias no local. Através da intervenção de Dimas, a Santa Casa conquistou junto ao Governo do Estado um recurso da ordem de R$ 1,7 milhão que serviram para aquisição de um aparelho de ressonância magnética. No mês passado ele também esteve no Lar São João Bosco onde se colocou a disposição para colaborar com eventuais dificuldades que a entidade esteja enfrentando.

_____________________________________________________________________________________________________________

Boa iniciativa!

A Prefeitura de Taquaritinga lançou um projeto que tende a dar muito certo. O “Adote uma praça” visa repassar para apoiadores, sobretudo da iniciativa privada, a manutenção das praças da cidade com um custo zero. O empresário Tato Nunes através da Nova Estrada adotará a Praça Guilherme Franco, no Jardim Laranjeiras.

 

Mãos carinhosas

Conheço pessoas que cuidam de praças como se fossem suas próprias moradas. É o caso da Dona Lola Milanezi que há anos se dedica ao plantio de árvores e flores numa pracinha no Jardim Laranjeiras. Com suas mãos carinhosas ela contribuiu para que o bairro seja mais bonito e melhor cuidado.

 

As mãos que produzem

No Jardim do Bosque é o Seo Júlio quem maneja diariamente na praça e na área verde do bairro. Dedicado, ele já colheu e distribuiu quiabo e  abóbora além de frutas que ele mesmo plantou. Sempre que pode ele ajuda na organização das festas comunitárias deixando a praça limpa. Homens e mulheres que se dedicam ao próximo, à natureza e à cidade merecem nossos agradecimentos.

 

Nem tudo são flores

Apesar dos acertos, o governo Vanderlei Mársico vem penalizando a população com a elevação de tributos municipais. No início do ano a pancada veio através do IPTU. Agora vem aí o aumento na tarifa da água. Segundo consta, o aumento se faz necessário por conta do congelamento da tarifa realizado durante toda a gestão anterior. Mas, se à época havia caixa suficiente para honrar com o compromisso de bem servir a população com água de qualidade, qual o sentido em reajustar a tarifa e onerar ainda mais o povo?

 

Inflação e a água

O governo conseguiu aprovar na Câmara Municipal uma lei que altera a forma de reajustar a tarifa de água na cidade. Até então o reajuste era feito através de decreto assinado pelo Superintendente da autarquia, baseado em estudos internos e sempre pesando o impacto político na decisão. Com a nova lei o reajuste será anual e automático de acordo com os índices da URMT. Ou seja, se houver uma explosão inflacionária no País, a tarifa de água vai subir mais que balão de festa junina. O que intriga é uma coisa só: para quê transformar o Saaet em uma mina de ouro? Qual a necessidade da autarquia em ter em caixa milhões e milhões?

Mensagem FM está de volta

A partir da próxima semana a rádio Mensagem FM voltará com a programação musical. O programa jornalístico ancorado por Auro Ferreira terá mais espaço. Taquaritinga só tem a ganhar com a pluralidade de informação e opinião.

Na oposição

O Partido dos Trabalhadores, o PT, que em Taquaritinga lançou Ico Curti candidato a Prefeito em 2016, tem feito contraponto ao governo Mársico. Nas redes sociais vários vídeos foram postados comparando as promessas de campanha realizadas na época e a realidade atual. Mesmo que surta pouco efeito, aos poucos, as  oposições ao atual governo vão construindo dificuldades para que a popularidade do Prefeito cresça.

_____________________________________________________________________________________________________________

Crime contra a mulher

Não é de hoje que as taquaritinguenses sofrem com machismo e violência. Nesta semana ficamos assustados com o crime praticado contra Janaína, menina de 19 anos, esfaqueada pelo companheiro no Jardim São Sebastião. Apesar de termos uma das melhores delegadas do Estado, a Dra. Célia, que atua firme na investigação e punição dos crimes praticados contra a mulher, não é suficiente para inibir esses acontecimentos.

Mais discussão

A violência contra a mulher vai além da protagonizada pelos maridos e esposas. É também aquela praticada contra a mãe, a funcionária, a estudante. Portanto, meus caros, já é hora de discutir com a sociedade esse tema, e, construir políticas que ajudem a melhor proteger às mães, esposas, filhas, irmãs, de eventuais abusos, violências e discriminação.

Mais estrutura

A Delegacia de Defesa da Mulher precisa de mais estrutura. O Estado não pode mais fechar os olhos para a falta de funcionários, de veículos e de materiais. Um projeto de lei da Deputada Beth Sahão quer obrigar as Delegacias de Defesa da Mulher a funcionarem também aos finais de semana, período onde ocorrem a maioria dos crimes. Mas nada adiantará se o Estado continuar a relegar a situação das Delegacias e suas polícias.

Cadê os Vereadores?

É natural que a Câmara seja sempre fortemente cobrada pelos munícipes quando as coisas não vão bem. Em Taquaritinga são 13 edis que muitas vezes abrem mão de discutir profundamente alguns temas para dar espaço a quebra de braço com o adversário. Cadê as audiências públicas? Os fóruns? Os projetos de lei que versem sobre  assuntos de calibre social? Ao menos na legislatura anterior, os vereadores pareciam mais empenhados quanto a isso. O legislativo precisa voltar a ter brilho próprio. Enquanto servir de escada para o Executivo, será pisado pela população.

Taquaritinga e a arte

Foi com pesar que recebi a notícia do falecimento da Professora Emília Fucci. Assim como Ricardo de Lucca e José Paulo Paes, a artista plástica de renome merece ser eternizada na história da cidade. Em breve Taquaritinga iniciará seus festejos em comemoração do seu aniversário e então será uma boa oportunidade para homenagear esses que levam e elevam o nome da nossa terra.

Bastidor quente

De fato a política em Taquaritinga não aferrece. No bastidor algumas, pelo menos duas, candidaturas à Assembleia Legislativa e a Câmara Federal estão sendo construídas. Os taquaritinguenses em questão já disputaram eleições e obtiveram bons resultados. Será que em 2018 nossa cidade voltará a ter espaço no cenário político nacional como na época do Deputado Dimas Ramalho?

Mais casas populares

Rodrigo Garcia assinou recentemente a autorização para construção de 55 casas populares na cidade de Cândido Rodrigues. Certamente uma vitória do Prefeito Falchi, do vice Djalma e do Presidente da Câmara Fabricio Roncoli. Taquaritinga também poderia ser incluída nesta nova etapa de construção de casas populares do CDHU. Os aliados do ex-Prefeito Paulo Delgado, atualmente assessor do Secretário Estadual da Habitação poderiam solicitar. Quem sabe assim seríamos contemplados.

 

_____________________________________________________________________________________________________________

 

O passado assombrando o presente

Nenhuma criança trabalha porque quer. Mas porque é obrigada. Prova disso é que só as pobres entram precocemente no mercado de trabalho. No Brasil, três milhões de menores entre 10 e 14 anos saem de casa todos os dias para garantir o próprio sustento e, muitas vezes, o da família. Alguns nunca entraram numa escola. Outros tiveram que abandonar os livros antes do tempo. Jogados nas ruas ou em atividades insalubres, a maioria tem o destino traçado. De uma ou outra forma, está condenada. Não tem direito ao futuro.

Entre a multidão de trabalhadores mirins, encontram-se cerca de cinquenta mil em situação desumana e degradante. São os catadores de lixo. Eles disputam com cães, porcos, ratos e urubus o que os outros jogam fora. A partir dos três ou quatro anos, os menores acompanham os pais aos aterros sanitários para catar a sobrevivência. O resultado de um dia de labor sob sol ou chuva é parco. Rende de um a seis reais.

Correio Braziliense. Brasília. 19 jun. 1999. Editorial.

O passado assombrando o presente II

Há tempos eu não via crianças pedindo dinheiro pela cidade. Já as encontrei na Avenida Paulo Roberto Scandar e na Rua Prudente de Morais. Talvez esse seja o mais forte sinal que as coisas no Brasil não estão bem. As políticas públicas, sobretudo de distribuição de renda, geração de emprego, parecem paralisadas. E, além de vermos vários irmãos desempregados, agora, lastimavelmente, vemos crianças e adolescentes à mercê da esmola e da sorte.

Lei importante

Política pública não se constrói sem recurso, sem dinheiro. E uma ótima iniciativa do Vereador Marcos Bonilla foi aprovada pela Câmara Municipal na semana passada. Trata-se da lei que regulamenta o Fundo Municipal da Criança e Adolescente em âmbito municipal. Desta feita, o município poderá receber, entre outras, as doações do Imposto de Renda. Não havia até então dispositivo legal que amparasse a doação bem como o seu uso dos recursos.

Só política

O Deputado Estadual Marco Vinholi utilizou-se dos microfones da Rádio Mensagem FM para colocar-se à disposição dos aposentados e pensionistas da Prefeitura de Taquaritinga quanto ao corte do vale-alimentação. Em sua fala ele reconheceu que o corte está dentro da lei, mas não comentou sobre a promessa do atual Prefeito e seu aliado Vanderlei Mársico. Durante a campanha o empresário afirmou categoricamente que voltaria com o benefício. Com a caneta na mão, Mársico viu que as coisas não são bem assim.

Preocupante

Informações dão conta que o Executivo estaria confeccionando uma lei para alterar a forma como se indica o superintendente do Instituto de Previdência de Taquaritinga. Atualmente o Prefeito escolhe a partir de uma lista tríplice. A intenção é que a partir de agora o Chefe do Executivo possa nomear e demitir a bel prazer, como acontece com secretários e demais cargos de confiança.

_____________________________________________________________________________________________________________

 

 

Não está para brincadeira

Beto Girotto mostrou que não está para brincadeira. Em pouco tempo já conseguiu colocar a casa em ordem e tem tirado do papel antigos sonhos como a reforma do Campo da Boiadeira, no Jardim São Sebastião. O Prefeito Vanderlei Mársico acertou em nomeá-lo e deve continuar ‘’assinando embaixo’’, afinal, até agora, só temos ouvido elogios, mesmo tendo muito por fazer na área esportiva da cidade.

Baixa

Artur Piva não pertence mais aos quadros de cargos de confiança da Prefeitura. Ele optou por dedicar-se mais à Faculdade, ainda assim, estando à disposição da municipalidade para auxiliar no que for preciso. Em pouco mais de seis meses o Prefeito já perdeu bons nomes. Além de Piva, Valdívia Morano e Heitor Capra abriram mão de seus respectivos cargos.

Recurso para Taquaritinga

Ainda para este mês, está prevista para acontecer a assinatura do convênio entre a Prefeitura de Taquaritinga e o Governo do Estado para construção de um Velório Municipal, fruto de uma emenda do Deputado Estadual Welson Gasparini que atendeu um pedido do então vereador Antônio Donizete, o Barbosa. Quase duzentos mil reais deverão custear a obra que possivelmente será erguida no Jardim São Sebastião, pondo fim a uma demanda criada ainda na gestão do Prefeito Paulo Delgado, responsável pela demolição do velório instalado na Avenida Capitão José Camargo de Lima para dar espaço a construção dos 112 apartamentos do Governo Federal.

Esperança

O Deputado Estadual Marco Vinholi tem travado uma briga política e jurídica contra a decisão do Prefeito Affonso Machione, de Catanduva, que realizou recentemente o corte do vale-alimentação dos funcionários inativos da Prefeitura. Caso idêntico com o de Taquaritinga. Será que o Deputado que obteve aqui mais de 5 mil votos na última eleição entrará na briga pela volta do cartão vale-alimentação (ou outro) para os funcionários da Prefeitura de Taquaritinga?

Pai da criança

Se tem uma coisa diferente na política é a paternidade. Na vida civil, o que mais vemos é pais que fogem de reconhecer a paternidade de seus filhos. Já na política é diferente: a cada obra, a cada benfeitoria, é uma verdadeira corrida para ver quem registra primeiro a ‘’criança’’. Mas tem coisa que não tem jeito. Pode tirar foto, pode subir no palanque para aplaudir, mas os Taquaritinguenses sabem que o Ambulatório Médico de Especialidades, o AME, que será inaugurado no aniversário da cidade, em agosto, tem um só pai. Trata-se de Dimas Eduardo Ramalho, ora Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, mas que sempre foi a maior força política que a cidade já teve nos últimos 20 anos.

Clima ruim

Tem sido cada vez mais ruim o clima entre os vereadores. Rodrigo De Pietro, presidente da Casa, tem despontado como liderança de contraponto ao governo Vanderlei Mársico, incomodando os vereadores da base e aqueles que necessitam ficar neutros para acompanhar acordos partidários. Os embates têm sido cada vez mais acalorados. Mas quem dera fosse discussões sobre o futuro de Taquaritinga. Até aqui o que temos visto é briga de egos, desconhecimento do regimento interno e ânsia em aparecer.

Caio Forcel é estudante de Administração Pública pela UFSJ e Assessor Especial Parlamentar na Alesp.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."