Crônicas & Contos

Por: Nestor Ribeiro Filho

Terça-feira, 17 de julho de 2018

Das ruas até as estrelas

Todos querem ser e ter a felicidade. Bom seria se fosse fácil e rápido, que durante a vida ela fosse sendo aumentada gradualmente até que atinja o ápice. Do nascimento até passarmos para outra vida e sempre, em cada volta fosse aumentando até atingirmos a luz, até sermos pessoas que vissem a luz na outra pessoa e esse numero fosse aumentando. Fossemos descobrindo gradualmente a importância de todas as coisas existentes nessa vida. O que significa cada uma delas. Pode ser o cair das folhas no inverno até o renascimento na primavera. Não enxergamos as folhas caírem, mas reclamamos da sujeira no chão assim como nem notamos elas crescerem. Na beleza da vida em seus detalhes nas nuances do desenvolvimento. Nós admiramos, mas não contemplamos e nem sabemos a importância que cada uma tem no aprimoramento de toda a vida na terra. Muitas pessoas veem a beleza, mas nem todas enxergam o belo e o tempo que levou para que atingisse esse patamar. A isso tudo chamamos de falta de sensibilidade para a percepção. E para se chegar a esse estágio precisamos saber o caminho das ruas até as estrelas.

__________________________________________________

Terça-feira, 3 de julho de 2018

Crônica do espirito livre

Ter uma vida agitada e diferente nem sempre é aconselhável.  A maioria nem ousa pensar nisso. Mas a vida é assim para pessoas atrevidas. Por um lado é um grande aprendizado, por outro deixa muita coisa importante passar. A pessoa não tem fricotes. Troca de cidade várias vezes na vida. Do mesmo jeito que vai, volta sem saber por quê. Investe em coisas quem nem sabe onde vai dar, larga o trabalhosem ter outro em vista e aceita convite sem saber de garantia. E isso tudo com pessoas que eram o oposto dela. Começa do zero sei lá quantas vezes, pois o segredo é ter desafios. Muda até a cor preferida para concordar com outros e seguir em frente. O tempo que passa não assusta. Até em artista ela se transforma algumas vezes. E também como não poderia faltar, faz loucuras por amor. Fica calvo, tosa o cabelo e tudo continua normal. Perde ou ganha um tempo precioso e a caminhada continua. Aprende coisas que somente outra pessoa com espirito livre aprende. As duras penas, mas os ensinamentos adquiridos serão o de uma vida de aprendizado. Os sentimentos são apurados em todos os sentidos. E não sei onde li e por isso o autor é desconhecido ele escreveu.

“APRECIE OS MOMENTOS E NÃO AS LEMBRANÇAS. O TEMPO NÃO VOLTA NUNCA MAIS.”

__________________________________________________

Terça-feira, 26 de junho de 2018

Crônica do Antigamente

Hoje em dia as coisas que mais ouvimos de nossos pais e de nós mesmo é: Antigamente aqui passava um rio, antigamente aqui tínhamos vários pássaros, antigamente aqui esse lugar era cheio de coelhos e por aí vai. As coisas vão mudando e acabando muito rapidamente em nome do progresso. Se pegarmos a foto do vale do Anhangabaú por volta de 1919 vamos ver o rio que deu o nome ao vale. Era um lugar bonito e tranquilo. A rua que morávamos não tinha transito quase não passava carros, era praticamente terra nas ruas e brincávamos de bolinha de gude(vidro). Podíamos não ter celular, watts zap, face book, Instagram, mas íamos para rua podíamos chegar a noite e não tinha quase problema. As pessoas eram mais descentes, mais simpáticas e mais acessíveis tínhamos uma tolerância de quase cem por cento em relação as coisas. Não nos comunicávamos por celular para marcar festas ou ir na casa de alguém simplesmente íamos. Tínhamos festa na casa de um amigo quase todo fim de semana e turma que hoje não existem mais e quando existem são chamadas de gangue. Nunca íamos a algum lugar com menos de dez ou quinze pessoas que eram as quais que mais nos relacionávamos. Fazíamos desenhos a mão e no máximo usávamos régua e compasso. Tudo que veio eletrônico para ajudar a economizar o tempo infelizmente nos tirou o tempo hoje não conseguimos ficar sem que alguém do trabalho ou da família chame para uma emergência querendo mudar alguma coisa ou dizendo que infelizmente vamos cancelar o jantar pois a empresa precisa dela. Estamos perdendo as coisas importantes da vida para a tecnologia, não estamos conseguindo conviver dela, mas vivemos para ela. Estamos nos perdendo no mundo eletrônico e infelizmente não tem retorno as pessoas não percebem que como passar do tempo viveremos através desses aparelhos e seus apps e que não precisaremos sair de casa para fazer nada. A robótica esta chegando a passos largos e vai tomar o lugar de pessoas os operários da vida. Eles perderão o emprego, mas fabricaremos melhor e mais rápido. E agora faço uma pergunta. Quem vai comprar o que as empresas fabricam se cada vez mais os robôs farão o trabalho humano onde e o que vão fazer essas pessoas para ter um ganho e poder adquirir bens? Bom só nos resta esperar e rezar para que empresários e os governos estejam pensando nisso.

__________________________________________________

Terça-feira, 19 de junho de 2018

Pedaços

Sinto que estou me desfazendo. Toda a vez que parto a um lugar diferente, um pedaço de mim sempre fica por onde passei. Volto sempre sentindo que uma parte de mim ficou faltando e que de alguma maneira aquele lugar ou alguém ficou com esse pedaço. Quando conheço lugares e pessoas que me mostram como a vida pode ser melhor a vontade de ficar e não de voltar é grande. A falta de pessoas ou lugares que de alguma forma preencheram de alguma maneira um espaço que estava vazio em mim. Vozes vivem chamando por pedaços e saudade de coisas boas deixados ao longo do caminho e que jamais terei outra igual em qualquer lugar. Todas chamam, mas de alguma maneira todas são especiais. Jamais a oportunidade e o aprendizado se repetem nunca uma é igual a outra. Descobri percorrendo os caminhos da vida que: O importante não é o perder nem o ganhar, mas sim saber o significado dessas situações em cada momento da vida. São coisas importantes na conquista do dia a dia.
__________________________________________________

Terça-feira, 12 de junho de 2018

Bom dia

Hoje venho aqui para falar de algo que não sei como podem fazer isso. Falar sobre críticos. De cinema, de arte, de musica, comida e outras coisas mais. Não podendo esquecer também os comentaristas esportivos. Vamos começar por eles. Se você subtrair uns três ou quatro que jogaram futebol ou vôlei, ou basquete e sabem fazer o que os outros fazem dentro de campo ou da quadra, os demais são puros palpiteiros. Falam coisas que até Deus duvida. Como por exemplo: – Poxa, mas, essa bola era defensável, esse gol até eu fazia, ele não fez o passe era só tocar. Enfim, porque não vão lá e mostram como se faz para os jogadores, porque cobram coisas que muitas vezes nem sabem como fazer e o pior é que ganham para isso e ganham bem. A mesma coisa com os críticos não importa a modalidade da crítica. Como por exemplo: – A comida estava com um pouco a mais de pimenta, a alface não cabe com esse prato, ou no cinema eles falam: – O roteiro poderia ser mais bem elaborado, a luz não estava adequada, a interpretação dele deixou a desejar. No teatro eles dizem até que o elenco poderia ser mais bem escolhido pelo diretor. Nos musicais, nas obras de arte em todas as categorias que olhamos lá estão eles. Artistas, roteiristas, atores, diretores e músicos. Para mim todos gostariam de ser aquele que ele esta criticando. Vai lá e faz em vez de criticar trabalhos que bem ou mal feitos às vezes leva anos para estarem prontos. A maioria gosta mesmo de é de falar. Até concordo que alguns entendem e outros que até já fizeram alguma coisa interessante. É o trabalho de uma vida que vai por agua abaixo. Eu já recebi criticas sobre as crônicas ou contos que escrevo, mas, o que coloco no papel é o que vejo no dia a dia ou nos contos às vezes vou tão fundo para buscar que leva dias para voltar. Podemos viver sem os críticos? Infelizmente não, pois ganharam fama de que se for indicado por esse ou aquele a coisa é boa. E o gosto pessoal onde fica? A sensibilidade de cada um. Posso ir assistir a um filme com cinco estrelas e não gostar. Como vou responder a aquele critico que colocou as estrelas.

__________________________________________________

Terça-feira, 5 de junho de 2018

Pedaços

Sinto que estou me desfazendo. Toda a vez que parto a um lugar diferente, um pedaço de mim sempre fica por onde passei. Volto sempre sentindo que uma parte de mim ficou faltando e que de alguma maneira aquele lugar ou alguém ficou com esse pedaço. Quando conheço lugares e pessoas que me mostram como a vida pode ser melhor a vontade de ficar e não de voltar é grande. A falta de pessoas ou lugares que de alguma forma preencheram de alguma maneira um espaço que estava vazio em mim. Vozes vivem chamando por pedaços e saudade de coisas boas deixados ao longo do caminho e que jamais terei outra igual em qualquer lugar. Todas chamam, mas de alguma maneira todas são especiais. Jamais a oportunidade e o aprendizado se repetem nunca uma é igual a outra. Descobri percorrendo os caminhos da vida que: O importante não é o perder nem o ganhar, mas sim saber o significado dessas situações em cada momento da vida. São coisas importantes na conquista do dia a dia.

__________________________________________________

Terça-feira, 29 de maio de 2018

Passado Mudo

Meu passado está ficando mudo. De tempos em tempos escuto as vozes do meu passado através de amigos, parentes e fatos ocorridos, mas quanto mais o tempo passa mais silencioso ele fica. Os meus ouvintes que na maioria das vezes eram netos e sobrinhos cresceram e hoje cada um segue sua vida não mais achando interessante ouvir histórias antigas. Os fatos ocorridos que marcaram época como escola, amigos de rua, sim tínhamos amigos de rua naquela época, primos mais chegados, amigos de faculdade e até um tio ou outro que as vezes fazíamos confidencias. Os fatos estão ficando mais difíceis de relembrar pois o tempo vai escondendo os detalhes, os primos se casaram ficaram mais velhos e alguns até se mudaram para outros estados dificultando o contato pessoal. Amigos de rua não existem mais hoje em dia, amigos da faculdade sobraram tão poucos que não preenchemos a mão se contarmos nos dedos. Hoje tudo foi substituído pelo ZAP, pelas redes sociais. Sabemos como eles estão, mas não vemos esse bem-estar pessoalmente. Ninguém tem mais tempo para visitas ou um café que seja. Esse passado grita nas redes sócias, mas cala-se no tempo real.

__________________________________________________

Terça-feira, 22 de maio de 2018

Direto da alma

Sinto como se quando sento para escrever alguém segura minha mão. Vem como se eu fosse simplesmente um instrumento do que alguém tem para dizer. As letras vão se formando e as palavras vão tomando vida. As sentenças se formam como por magia. Não tem como parar até que a mensagem seja entendida. Elas se tornam parte de mim e a função de escrever é como se fosse uma extensão da minha mão. Não da para parar e nem preciso pensar. Ela vem como que por encanto como se minha missão fosse levar alguma coisa vinda dos confins do universo, como se nada mais importasse a não ser transmitir a mensagem. Tudo vem juntando do nada. O pensamento, o sentimento, a escrita e no final a mensagem que muitas vezes se torna incompreensível se lermos com os olhos e não com a alma.

_____________________________________

Terça-feira, 8 de maio de 2018

Vendo do alto

Quando a incerteza chega, bate aquela sensação de que alguma coisa não anda bem. Tento subir em um morro bem altoesfriar a cabeça e enxergar as coisas de cima. Ter uma ideia da dimensão do que esta acontecendo. E se as coisas se complicarem, posso escolher entre gritar ou abaixar e esconder-me por um tempo para que as respostas apareçam. Sou somente eu com meus pensamentos, ensinamentos e tudo o mais que aprendi durante esse trajeto de mais de sessenta anos. La do alto, conseguimos enxergar quais são os problemas, quais os caminhos, quem são os amigos, que realmente quer saber de você. Temos uma visão ampla da vida e do todo quando vemos do alto todas as possibilidades de idas e vindas das pessoas e das coisas que nos rodeiam. Do alto enxergamos com maior clareza o que vem depois da próxima curva, como devemos reagir e nos preparar. Todos nós devíamos ter um morro onde subir, pois quando descemos, voltamos com mais clareza sobre aquilo que é invisível quando estamos no mesmo nível.

_____________________________________

Terça-feira, 1 de maio de 2018

Renascer

Vamos renascer como a páscoa. Deixem de lado tudo que interfere na nossa vida. Vamos nos tratar como homens, como mulheres, como médicos que somos, como professores, como judeus, negros, pobres, deixem de lado rótulos e títulos. Vamos a partir de hoje fazer aquilo que nos de prazer, vamos cada um ser responsável por aquilo que nos faça feliz. Vamos a partir de hoje pensar diferente e ter coragem de renovar a vida que temos. A força esta dentro de cada um de nós. Vamos viver consigo mesmo pela eternidade. Então vamos fazer com que gostemos da nossa companhia, da nossa vida. Vamos nos renovar a cada momento, a cada

_____________________________________

Terça-feira, 24 de abril de 2018

Promessas

No mundo existem muitos povos com crenças e costumes diferentes, mas com todas essas diferenças existe somente um sol e uma só lua para todos eles que nutre necessidades e vontades. A única diferença entre esses povos é a ganancia e a vontade de querer dominar, subjugar os outros com mentiras e promessas de falsos dirigente, de falsos profetas que dizem ter o direito de ser mensageiros de Deus. E todas essas promessas são escritas na agua que uma simples bisa da manhã dissolve.

_____________________________________

Terça-feira, 17 de abril de 2018

Doçura

Comeria um doce agora. Não para satisfazer a gulodice, mas para adoçar a boca do mundo. Fazer com que as pessoas sentissem no dia a dia a doçura de se ter uma alma, a de ter sentimentos bons com relação às outras. Poder olhar com doçura, caminhar com doçura. E principalmente ter sempre palavras doces. Sentir na alma a doçura dos sentimentos puros das crianças, a doçura de quem já viu o mundo por muitos anos e entender que ele é doce, já as pessoas nem tanto. Poder chegar à primavera da vida e sentar-se a beira do penhasco e apreciar o amanhã que cada vez mais se aproxima pela ultima vez. Ter a doçura dos sentimentos do dever cumprido, da satisfação de ter feito e ajudado aqueles que um dia estenderam a mão pedindo algo que talvez fosse impossível de ser. Ah doçura. A da mulher amada, dos filhos criança que continuam como se fossem. Doçura de tantas coisas boas que vem e vão. Mas tem uma doçura especial que é aquela que vem do sorriso de mãe.

 

____________________________

Terça-feira, 3 de abril de 2018

Propósito

Sai pela vida procurando um propósito. Um propósito de vida, de amor, de ajuda, profissional e até um propósito de morte. Durante o percurso recebi olhares, escutas e propostas de vários candidatos. Queria que eu ficasse preso com aquele que oferecesse a melhor oferta. Um amor eterno, uma morte digna, e uma vida longa sem percalços ou qualquer tipo de revelia por menor que fosse. Todos tinham sempre uma oferta melhor para que eu me prendesse a ele. Até riquezas me foram ofertadas. Por todos fui adulado, por todos fui julgado e por todos fui julgado culpado, pois o meu propósito era viver sem ter que escolher nenhum deles, era viver de acordo com que eles fossem aparecendo, conforme se apresentassem bem ou mal. Era ter a noção dos sentimentos que nutria por cada um deles. Hoje se passaram os anos e os propósitos foram ficando para traz sem ter importância. E com isso fui descobrindo que deveria ter escolhido um somente um e os outros viriam na sequencia sem que eu precisasse fazer uma opção por um ou por outro era uma questão simples que teria feito da minha vida um lugar melhor para se viver.

____________________________

Terça-feira, 27 de março de 2018

Donos do mundo

AH! Esses dias maravilhosos. Não que os de hoje não sejam, mas. Os dias eram todos iguais na vida. Sem preocupação com contas, pagamentos e outros compromissos senão aqueles corriqueiros e a maior responsabilidade era estudar para ser alguém. Escolhas difíceis nós tínhamos. Olhar as garotas, ir ao cinema e escolher roupas. Sim elas eram importantes. Camisa estampada calça boca de sino e tudo tinha que estar impecável, até o sapato brilhava. Coisas importantes na vida quando se é jovem. Nada importava mais do que ser iluminado pelos holofotes. Ser notado era muito importante tínhamos que brilhar. E na sexta feira ficávamos conversando e discutindo aonde ir no sábado à noite. Festas encontros saber se a garota que você pensava estar apaixonado estaria lá. Passávamos a semana inteira pensando somente na próxima sexta. Vida difícil naquela época. Ninguém pensava em quando, mas sim no agora, naquele momento. E todos os momentos eram sublimes. Bons tempos em que aproveitávamos cada minuto como se fosse o ultimo. E hoje vejo nos jovens a mesma coisa, de maneira diferente, mas a mesma coisa. Esses momentos devem ser guardados para serem lembrados com carinho de um tempo em que mandávamos no mundo sem a perspectiva de sermos donos dele.

________________________

Terça-feira, 20 de março de 2018

Doçura

Comeria um doce agora. Não para satisfazer a gulodice, mas para adoçar a boca do mundo. Fazer com que as pessoas sentissem no dia a dia a doçura de se ter uma alma, a de ter sentimentos bons com relação às outras. Poder olhar com doçura, caminhar com doçura. E principalmente ter sempre palavras doces. Sentir na alma a doçura dos sentimentos puros das crianças, a doçura de quem já viu o mundo por muitos anos e entender que ele é doce, já as pessoas nem tanto. Poder chegar à primavera da vida e sentar-se a beira do penhasco e apreciar o amanhã que cada vez mais se aproxima pela ultima vez. Ter a doçura dos sentimentos do dever cumprido, da satisfação de ter feito e ajudado aqueles que um dia estenderam a mão pedindo algo que talvez fosse impossível de ser. Ah doçura. A da mulher amada, dos filhos criança que continuam como se fossem. Doçura de tantas coisas boas que vem e vão. Mas tem uma doçura especial que é aquela que vem do sorriso de mãe.

________________________________________________________

Terça-feira, 13 de março de 2018

Valores 

Queria poder cantar, poder atuar, queria poder pintar e compor. Queria poder sonhar com uma vida de arte, com uma vida de paz. Queria que as coisas fluíssem e que os dias terminassem sempre num ocaso ensolarado e que a lua nascesse sempre grande e brilhante. Queria que as pessoas vivessem sorrindo e que caminhassem em direção à luz. Queria que tivessem a inocência dos recém-nascidos, que todos merecessem a divindade e que a quisessem também. Queria que os valores não tivessem sido invertidos, queria que os heróis existissem que as fadas fizessem magicas. Queria que o respeito voltasse. Que as pessoas tivessem caráter e que sempre a inocência estivesse presente. Mas aí a realidade aparece e o sonho acaba. Desperto para um novo dia onde as pessoas nem se lembram de que tudo isso existe, mas somente em sonho.

 

______________________________

Terça-feira, 6 de março de 2018

Universo

Fiz da minha vida um objeto sem rumo obscuro e largado ao destino. Às vezes caminhava adiante e às vezes parava no tempo. Tentei ser diferente, mas não conseguia, pois a vida era atraente e ao mesmo tempo mesquinha. Tive sonhos que mal começavam e se dissipavam no ar sem que ao menos eu tivesse tentado. A escuridão com que olhava para a vida era cega sem facho de luz. Sempre a vida foi bela e generosa para comigo. Trazia surpresas diversas e eu insistia em não usufruir desse presente. Por isso hoje eu digo. Apaixone-se pela vida, apaixone-se pelas palavras, apaixone-se pelos desejos e atos. Abrace a vida através das pessoas. Sorria e deixe a fluir como arco íris no céu, deixa que ela te mostre o caminho, pois quando vamos ao contrario somos pequenos e insignificantes perto do universo de probabilidades que ela nos oferece. Siga o caminho, compartilhe experiências, desejos, e paixões aprenda com esse ensinamento, eleve seu grau de poder com o universo, ensine e mostre o caminho aqueles que ainda não enxergaram o sentido e a razão das leis do universo.

________________________

Terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Duas palavras E, e SE

Outro dia não me recordo aonde, ouvi sobre duas palavras distintas que separadamente não dizem quase nada, mas se juntarmos dará sentido ao que dizemos. E, e SE. Vou colocar o que entendo sobre essa junção.

Vivemos, crescemos, estudamos e nos relacionamos pessoal e profissionalmente. Fazemos coisas de que gostamos nos dedicamos e até erramos e muitas vezes durante nossa vida. Fazemos amizades, inimizades, namoramos, casamos, criamos filhos. Agora pergunto. – E Se? Quando juntamos essas duas ficamos lembrando e até pensando no que poderia ter mudado. E se eu não fosse para aquela escola? E se eu tivesse feito medicina? E se eu tivesse casado com outra mulher? E se eu ficasse solteiro? E se tivesse tratado meus filhos diferentemente? E se tanta coisa? Pois é não sabemos o que teria acontecido se tivéssemos usado essas palavras, mas tenho certeza que muita coisa teria mudado na nossa vida. Aí entra outra pergunta com outra palavra. “Talvez” eu não fosse o que sou hoje, talvez a sorte tivesse me favorecido mais, Talvez não fosse feliz como sou.  Mas de uma coisa eu tenho certeza. Poucas vezes essas duas palavras influenciaram minha vida. Poucas mas significantes porque tenho algumas coisas que eu teria feito diferente não para mudar, mas sim para melhorar. Às vezes a vida nos prega peças, mas pode apostar ela a vida sabe antes do que nós os acontecimentos do E, e Se.

_______________________________________

Terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Tempos difíceis

Escrever crônicas sobre o cotidiano e contos sobre coisas que acontecem ou podem acontecer nem sempre é muito fácil. Temos que olhar ao redor ou fazer a imaginação viajar. O difícil mesmo é escrever sobre a verdade cotidiana em que vivemos. Ver as coisas acontecendo e ver que somos um povo que adora se divertir, mas que infelizmente levamos muito pouca coisa a sério. Acho que pensamos assim: Enquanto minha vida e minhas finanças não forem atingidas não me importa. Puro engano porque quando sentirmos isso será tarde demais. Tudo é feito no silencio e as escondidas. Por esse motivo, devemos nos preocupar mais com que é certo do que com o que é popular. Coisa que nosso corpo de congressistas, executivos e juristas na sua grande maioria não faz. Agem fazendo exatamente o contrário. Não sei se me preocupo ou se abro mão e vou viver minha vida. Quando escrevo e digo para deixarmos de lado as bandeiras de sindicatos e partidos, recebo respostas de pessoas querendo e tentando disfarçar que uns dão golpe e outros não. Não importa que tipo de golpe for. Se nas pessoas ou na democracia. O que precisamos e lutar pelo bem estar das pessoas por impostos justos, por termos hospitais, escolas e benefícios com nossos impostos. E não importa quem seja por que para mim são todos tirando muito poucos deles. Eles são um bando e não pessoas em quem se possa confiar. E nós aqui nos digladiando defendendo esse ou aquele politico ou esse ou aquele partido. Ninguém tem uma filosofia de trabalho a não se ficar rico com dinheiro publico. Gostaria muito de estar aqui escrevendo coisas agradáveis de ler ou de se imaginar quando lidas, mas hoje abri esse espaço para que talvez ajude aqueles que são formadores de opinião a pensar com o cérebro e também com o coração e banir para sempre a maioria dessa corja que não tem caráter nem vergonha na cara e falam com a maior cara de pau que estão acima de todos e também da lei.

________________________________________________

Terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Ponte de Estrelas

As estrelas são como pequenos buracos no chão do céu. Mostrando-nos o caminho para o outro lado do abismo revelando os percalços de uma vida. Todos os sentimentos, todos os cheiros, todas as lagrimas e cheiros da passagem por este mundo que todos se apegam sem querer ir embora. Nesse caminho somos acompanhados pelo enigma do que é ter estado aqui e o que é ir para além do abismo. Sentimos todas as pessoas que participaram de uma vida, aqueles que nos ensinaram, nos prestigiaram, e mostraram sentimentos diversos desde uma raiva até a emoção de sentir a felicidade. Os sons, o silencio, as risadas e tudo o que a vida tem reservado para o ser vivente que habita cada um de nós. As probabilidades de aprendermos a sentir como é viver em harmonia.

_________________________________________________________

Terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Escolhas

Apesar de o meu caminho estar diante dos meus pés ele parece um caminho invisível. Vejo no horizonte oportunidades perdidas, palavras ditas ao vento, promessas não cumpridas, amores desprezados, verdades incompreendidas e tempos desperdiçados. A escola da vida é a mais perfeita que existe, mas é a mais dolorosa e desgastante porque aprendemos pela experiência que é a mais dolorida dos aprendizados. Faz-nos sentir e ver depois de passada como poderíamos evoluir de outra forma. Onde o aprendizado e a sabedoria deveriam prevalecer, onde o bom senso seria o correto. Você tira, aproveita, especula sempre sendo mais esperto que a vida, mas um dia ela vem lá detrás para cobrar e colocar em dia tudo que foi dado de mão beijada, sem esforço, sem garra, sem consistência. Essa cobrança tem um preço muito alto às vezes e você sente o peso que talvez não possa carregar e leve o mesmo tempo para se quitada. Tudo aqui é culpa sua. As escolhas, os caminhos, as ofertas. Você é quem decide você é quem escolhe. Os ensinamentos e a educação são passadas sempre da melhor maneira possível o certo e o errado vem logo nos primeiros passos. Ninguém, mas ninguém tem culpa do seu sucesso ou do seu fracasso. São suas as opções. A eternidade depende de você, do que fez, do que semeou e do que colheu. Um dia após a sua partida uma ou muitas pessoas podem lembrar ou esquecer-se de você. Tudo será sua culpa. O Sucesso ou o Fracasso. A Saudade ou o Esquecimento.

Terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Entorno

A poesia, o conto, a crônica estão por aí. Elas estão na beleza das pessoas, nas palavras até de quem não sabe se pronunciar corretamente. Esta nos gestos, na saudade, na esperança e até na fé das pessoas. Não percebemos no dia a dia que vez ou outra estamos escrevendo no ar, estamos traçando linhas que dizem o porquê fazemos isso ou aquilo. Nós só não percebemos porque não prestamos atenção no que falamos ou fazemos. Se passarmos a observar melhor a vida, a ouvir em vez de escutar, veremos a beleza existente em cada coisa da vida, em cada gesto, em cada sorriso. As coisas que nos trazem inspiração estão a nossa volta, no nosso dia a dia basta aprender a ver, a enxergar e transformar isso tudo em palavras para que de uma maneira ou de outra possamos fazer um pouco melhor esse mundo e passar a sentir a beleza que esta até quando uma folha cai da arvore.

____________________________________________

Terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Espirito de Natal

Onde anda o espirito de natal? Onde andam aquelas pessoas com sorriso no rosto, pureza de coração e alma bondosa? Parece que com o tempo que passa e a tecnologia que chega cada vez mais rápido, ficamos sem saber o que fazer com o espirito de natal. Hoje temos panetone o ano inteiro, entramos nas padarias e tem lá no balcão rabanada e não importa o mês em que estejamos. Parece até que Papai Noel perdeu a vontade de viajar com seu trenó para entregar presentes. Cada vez menos as crianças acreditam nesse conto. Perdemos a fé? Perdemos a esperança? ou não temos mais tempo para coisas que foram importantes na nossa infância? Peço até desculpas a esse bom velhinho que não faz mal a ninguém e passa 12 meses esperando a data para ser lembrado. E quando chega pouca gente sente esse espirito chegar. Não temos enfeite nas casas, no comércio, nas indústrias. Presenteamos hoje os funcionários com cestas de Natal porque faz parte da lei trabalhista? Não sei mas gostaria muito de voltar a ver nos rostos das pessoas o brilho nos olhos pela chegada do natal. Gostaria de ver estampado nas crianças a espera pelo dia seguinte, pela abertura dos presentes e não nas lojas escolhendo em vez de escrever para o bom velhinho. Sinto, mas cada vez mais essa época fica na

_____________________________________________________________________________________________

Terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Escuridão 

Tem pessoas que passam pela vida sem poder ver o sol nascer, a chuva cair o vento balançar as arvores. Eles podem sentir o calor, a chuva e o vento, mas a beleza singular que cada um tem eles não vão conseguir ver ter o prazer de sentir o calor e ver o sol se por. Mas o pior de tudo são as pessoas que apesar de ter a visão, passam a vida em uma eterna escuridão. Não conseguem enxergar o nariz. Não sentem, não contribuem, nem ajudam. Passam pela vida como sangue suga. Vivem na sombra dos outros. Não tem luz própria e aproveitam as sobras. Podem ver o sol, mas não sentem seu calor, enxergam a chuva, mas não sentem as gotas de agua e quando chega à noite não conseguem ver a beleza das estrelas, da lua e das sobras curiosas que ela provoca. Não conseguem definir cor passam em preto e branco. Se notarmos são pessoas sem sombra, sem qualquer capacidade de produzir um obrigado. São pessoas que procuram e não acham, olham, mas não enxergam, tocam, mas não sentem. Tudo é pura e simplesmente uma farsa como tudo na sua vida. São pessoas que passam pela vida vivendo na escuridão.

______________________________________________________________________________

 

Terça-feira, 14/11/2017

O Tempo e o Espaço

O tempo o espaço, o ontem, o hoje e o amanhã. A matéria, a vida e a consciência. Tudo contido no início em uma única célula que se reproduz conforme o tempo vai passando. Multiplicam-se através dos anos, dos meses, dos dias, das horas e dos minutos. Todas elas precisam do tempo para a evolução não importando a forma ou natureza do ser. Através delas adquirimos conhecimento e alguns deles nos são passado através daquelas do qual viemos, da qual ganhamos vida. Até nos tornarmos matéria viva e pensante, mas afinal o que é a matéria e o que é o tempo. Como podemos ter conhecimento do ontem e não do amanhã se o hoje foi ontem e o hoje foi o amanhã. Engraçado esse tempo. Para mudar ele mesmo precisa de tempo e espaço para acontecer. Estudamos física, matemática, química, geografia e história entre tantas matérias que nos ensinam e também precisamos do tempo para assimilar tudo isso, para aprender e colocar em prática. Como explicar esse conhecimento? Como explicar a matéria? Como explicar a existência? As medidas que criamos para poder estudar a terra a matéria e o cosmo. Como explicar as crenças, os acontecimentos e os ditos milagres. Vivemos perguntando e ainda não temos as resposta da origem das coisas. Para evoluir precisamos unificar as medidas, precisamos trabalhar em conjunto. A ciência e a filosofia deveriam unir esforços para obter respostas mais rápidas. Ter a percepção filosófica e a comprovação da ciência. Por esse motivo deixo aqui uma pergunta.

O TEMPO É A ÚNICA PROVA REAL DA MATÉRIA.

______________________________________________________________________________

07/11/2017

Sentidos 

Cheiros, sabores, audição, tato são sentidos que às vezes me fazem lembrar, do porque sinto as sensações e de como ela acontece desde a infância até o inicio do ocaso da vida. Cheiros que levam de volta a infância, aquele os odor que nos faz lembrar uma torta, um bolo ou até um bife frito que somente sua avó sabia fazer. Sabores da juventude como o gosto do feijão, o sorvete que somente na sua infância e naquela sorveteria era inigualável. O tato daquela camisa favorita que quando usada parecíamos os reis da noite e junto com aquela calça favorita fazia com que nos sentíssemos invencíveis na moda atual. Os sons das musicas que nos embalavam noite adentro entre danças e paqueras. Ah! Como é bom ter essa lembrança dos sentidos que vem da infância até onde estamos hoje. Somos adultos com boas lembranças dos anos que passaram e fizeram com nos tornássemos as pessoas que somos hoje. Agora tem uma coisa muito importante que eu acho que a maioria de nós lembra perfeitamente. O gosto do primeiro beijo, a sensação de flutuar no espaço e achar que aquilo era a melhor coisa, a melhor sensação, a felicidade infinita. Hoje com a idade mais avançada, feliz daquele que tem dentro de si boas lembranças para dividir com filhos e netos, contar e poder contribuir um pouco que seja com eles das histórias que fizeram o despertar da vida.

 

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Os heróis

Porque ganhar ou perder! Quando crianças convivemos sem esse pensamento frenético que a vida nos impõem. Não sabemos se estamos por cima ou por baixo, à direita ou à esquerda. Simplesmente estamos ali e isso basta. Não temos noção da noite ou do dia temos sim um sinal que nos diz que devemos adormecer e às vezes muito contra a vontade. Não temos problemas, não resolvemos problemas e amigos, amigos são todos iguais não importando sua cor, credo ou opção sexual. Nem sabemos que essas coisas existem. Alias eles estão por perto sempre. Os heróis. Eles vêm e vão como em um passe de magica sempre que precisamos eles aparecem do nada e nas conversas secretas resolvemos coisas que qualquer adulto nem faz ideia do que somos capazes de fazer ou resolver através deles. Sozinhos, mas na companhia do herói cantamos, brincamos, conversamos e no final do dia tudo esta resolvido, mas tem sempre um adulto que não contente por estarmos falando sozinho pergunta. – Com quem estamos falando. Alias, eles não entendem de heróis e ficam lá querendo dividir nossos segredos. E tudo começa a mudar quando pela primeira vez vestimos uma roupa estranha um tênis novinho, penteiam nosso cabelo e nos largam em lugar com outras crianças que estão com o mesmo sentimento que o nosso e com aquela cara de susto pensando o que vai acontecer comigo. E acontece mesmo. Aprendemos a dividir o que não queríamos, a ficar em um lugar demarcado e achando que fomos abandonados. La começamos a aprender a esquecer dos heróis, a saber, que existem crianças de outro sexo, de outra cor e que eles são diferentes. Começamos a entrar na vida dura e difícil como ela é e cada vez mais vamos nos distanciando da pureza, da beleza e leveza de ser criança. Aprendemos regras, deveres e tudo que se tem que saber para sobreviver nesse mundo. Nesse momento acabam-se os sonhos, as amizades sem interesse, os poucos afazeres e fica pior quando descobrimos que também os heróis se foram e depois de um tempo perguntamos. – Porque os crescemos tão rápido.

_________________________________________________________________________________________________________________________________

Sons e letras

Gostaria de poder compor. Transformar o que escrevo em melodia. Ver as letras saltando e dançando enquanto as escrevo pelo papel. Gostaria de vê-las soltas de dar timbre a cada uma delas. Que elas tivessem vida própria que soubessem cantar enquanto desfilassem pela folha e fossem formando instrumentos e que cada vez mais fossem se juntando a elas guitarras, cornetas, trompete, trombones, flautas, oboés e que no final da escrita elas tivessem se transformado numa orquestra melodiosa. E que todos ouvissem como as letras de cada poesia tem um tom diferente e que quando se juntam formam aquela mensagem que vem do universo. Sim porque letra e musica principalmente com orquestras só pode vir de um lugar chamado desconhecido que cada autor dessas musica e somente ele tem a chave da porta que leva as melodias dispersas pelos sistemas do universo.

 

________________________________________________________________________________

 

 

Criticos

Hoje venho aqui para falar de algo que não sei como podem fazer isso. Falar sobre críticos. De cinema, de arte, de musica, comida, literatura e outras coisas mais. Não podendo esquecer também os comentaristas esportivos. Vamos começar por eles. Se você subtrair uns três ou quatro que jogaram futebol ou vôlei, ou basquete e sabem fazer o que os outros fazem dentro de campo ou da quadra, os demais são puros palpiteiros. Falam coisas que até Deus duvida. Como por exemplo: – Poxa, mas, essa bola era defensável, esse gol até eu fazia, ele não fez o passe era só tocar. Enfim, porque não vão lá e mostram como se faz para os jogadores, porque cobram coisas que muitas vezes nem sabem como fazer e o pior é que ganham para isso e ganham bem. A mesma coisa com os críticos não importa a modalidade da crítica. Como por exemplo: – A comida estava com um pouco a mais de pimenta, a alface não cabe com esse prato, ou no cinema eles falam: – O roteiro poderia ser mais bem elaborado, a luz não estava adequada, a interpretação dele deixou a desejar. No teatro eles dizem até que o elenco poderia ser mais bem escolhido pelo diretor. Nos musicais, nas obras de arte em todas as categorias que olhamos lá estão eles. Artistas, roteiristas, atores, diretores e músicos. Para mim todos gostariam de ser aquele que ele esta criticando. Vai lá e faz em vez de criticar trabalhos que bem ou mal feitos às vezes leva anos para estarem prontos. A maioria gosta mesmo de é de falar. Até concordo que alguns entendem e outros que até já fizeram alguma coisa interessante. É o trabalho de uma vida que vai por agua abaixo. Eu já recebi criticas sobre as crônicas ou contos que escrevo, mas, o que coloco no papel é o que vejo no dia a dia ou nos contos às vezes vou tão fundo para buscar que leva dias para voltar. Podemos viver sem os críticos? Infelizmente não, pois ganharam fama de que se for indicado por esse ou aquele a coisa é boa. E o gosto pessoal onde fica? A sensibilidade de cada um. Posso ir assistir a um filme com cinco estrelas e não gostar. Como vou responder a aquele critico que colocou as estrelas.

 

_____________________________________________________________________________________________________________________________

 

Gostaria de ensinar o mundo a cantar.

Gostaria de dizer ao mundo é cantar vivendo. Vendo o mundo dançar e cantar em vez caminhar. Ver as pessoas ao redor do mundo sendo levadas pela emoção, sorrindo e conduzindo as pessoas em direção à harmonia. Ouvir as vozes mescladas de crianças, homens e mulheres, poder sentir e ouvir os corações. Ter a certeza que a mão que segura à outra será a que esta conduzindo para um mesmo caminho sem precisar de maestro, todos no mesmo tom, todos ao mesmo destino. Caminhando e cantando em torno do mundo. Onde ninguém conhece ninguém, mas o primeiro conhecera o ultimo e todos estarão no mesmo compasso em um som uníssono. O som do começo e do fim. Pois todos que partirem dará lugar ao outro que chega sempre no mesmo ritmo, sempre na mesma direção. A felicidade.

Este é o som que todos precisamos ouvir.

__________________________________________________________________________________________________________________________

 

Plenitude

Vivencia, lagrima, desconhecido, sorrisos tudo nos confunde e nos intimida. Tudo é desconhecido e achamos que sabemos o porquê das coisas. Aí vêm coisas mais desconhecidas como o Amor. De onde ele vem para onde ele nos leva, mas como leva por quê? Se tentarmos de verdade, veremos que ele nos leva a satisfação à plenitude. Não temos que ter medo do amor pelo amor. Varias são as situações que ele aparece, mas quando falamos em amor a maioria pensa em amor de mulher e não em todas as formas de amar. O amor não pode mentir ele é forte o suficiente. Queiramos de verdade e não sentiremos medo ou pavor. E nos sentiremos forte. Nesse dia deixaremos de existir para começar a viver. E um dia então todos choraremos lagrimas de alegria.

______________________________________________________________________________________________________

Prece de Luz

Senhor derrame sua benção sobre este ser pecador que esta a caminhar pela estrada da escuridão. Meu senhor quero sentir seu sopro, poder sentir seu calor e ver sua luz nessa negritude. Sinto-me sozinho, desamparado e perdido. Não sou diferente nem especial. Sou somente um espirito a procura do caminho de planos mais sensíveis. Sou apenas alguém tentando deixar o passado ir embora, limpar e abrir o caminho para o pouco futuro que ainda me resta e que seja digno do seu olhar. Somente o senhor me fara merecedor de receber a luz que irradia a todos neste planeta. Assim poderei caminhar em paz para o plano superior.

_______________________________________________________________________________________________

 

LUZ

Rogo para que meus olhos possam mostrar meus caminhos. Mostrar sempre o certo mesmo quando eu não saiba aonde ir. Que ele guarde a lembrança do que já tinha visto quando eu estiver perdido.  Que me leve ao lugar onde estarei a salvo. Rogo para que meus olhos vejam sempre a luz que irradia, e isso vou guardar sempre no meu coração. Ela se ascendera quando a escuridão chegar. Pois sua luz é única. E nas minhas orações a fé me fara ir ao encontro onde ela nos leva. La no seu nascedouro pura e límpida LUZ.

________________________________________________________________________________