Padre Zezo, vigário da Paróquia do Senhor Bom Jesus, recebe título de cidadão montealtense

Entrega do diploma ao taquaritinguense aconteceu em sessão da Câmara Municipal de Monte Alto, segunda-feira (9).

Projeto de Decreto Legislativo nº 3/2019, de autoria dos vereadores Julio Raposo e Thiago Cetroni, concedendo o Título de Cidadão Montealtense ao Reverendo Padre José Felipe Neto, carinhosamente chamado por Padre “Zezo”, foi aprovado, por unanimidade, na 97ª sessão Ordinária, realizada em agosto, na Câmara Municipal de Monte Alto.

A homenagem ao taquaritinguense foi feita na sessão do Legislativo montealtense na segunda-feira (9). O vereador Júlio Raposo disse que é praxe do Poder Legislativo reconhecer o trabalho e a dedicação de pessoas de outras cidades que prestam relevantes serviços a comunidade montealtense.

“O Padre Zezo, ao longo de sua vida sacerdotal, sempre esteve à disposição do próximo para ajudar, auxiliar, encaminhar, ouvir, oferecer uma palavra, entre muitas outras atividades”, exemplificou.

Biografia

Nascido em Taquaritinga, onde recebeu os sacramentos da Iniciação Cristã na Igreja Matriz de São Sebastião, foi batizado no dia 1º de janeiro de 1939 e fez a 1ª Eucaristia no dia 20 de junho de 1946.

Em 1976, ingressou no Seminário de Ribeirão Preto. Foi instituído nos Ministérios de Leitor e Acólito na Igreja Matriz de São Sebastião, de Taquaritinga.

Recebeu a Ordenação Diaconal no dia 20 de agosto de 1983 e a Ordenação Presbiterial no dia 12 de outubro de 1984.

Foi Vigário Paroquial em Monte Alto e Fernando Prestes. Foi Pároco em Monte Alto, Ariranha e Santa Ernestina. Desde 2017, é Vigário Paroquial da Paróquia do Senhor Bom Jesus de Monte Alto.

Há 4 décadas faz parte da Equipe Vocacional da Diocese de Jaboticabal.

Por longos anos foi Assessor Vocacional da Diocese e, mesmo quando deixou a função, continuou participando.

Gosta de escrever e até hoje colabora no Boletim Diocesano “O Ascensor”, escrevendo a Coluna “Espaço Jovem” que é dedicada aos jovens.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."