Governo do Estado pagará R$ 72 milhões de bônus a 67,4 mil policiais

O pagamento da bonificação deverá ocorrer na próxima quarta-feira, dia 31 de julho, para policiais civis, militares e técnico-científicos

O Governador João Doria e o Secretário da Segurança Pública, General João Camilo Pires de Campos, anunciaram que 67.423 policiais civis, militares e técnico-científicos receberão bonificação por resultado referente ao quarto trimestre de 2018. No total, o valor chega a R$ 72 milhões e deve ser pago na próxima quarta-feira (31).

“Esse programa de bonificação estimula e faz com que o profissional vá ao encontro desses resultados. Com isso, nós fechamos 2018 e iniciamos o planejamento para o pagamento do primeiro trimestre e do segundo trimestre de 2019”, afirmou o secretário.

Serão beneficiados policiais que atuam em áreas em que houve redução dos índices de vítimas de letalidade violenta (homicídio doloso e latrocínio), roubo e furto de veículo, além de roubo em geral no trimestre. Ao todo, serão favorecidos com a bonificação 48.974 policiais militares, 16.164 civis e 2.285 técnico-científicos.

Foram pagos 963.728 bônus (mais de R$ 1 bilhão) desde 2014, quando o programa foi criado com objetivo para premiar o esforço dos policiais na redução de crimes.

Estatísticas de criminalidade

Durante o evento, o governador e o secretário também destacaram o resultado dos indicadores de criminalidade do Estado de São Paulo no primeiro semestre deste ano. De janeiro a junho de 2019, foi registrado o menor número de casos e vítimas de homicídios dolosos e latrocínios para o período na série histórica, iniciada em 2001.

“Foi um conjunto de ações que refletiu nos melhores índices da história da segurança pública no Estado de São Paulo. A ação que permitiu a melhora em praticamente em todos os setores foi resultado de uma ação integrada, de bom comando e de um bom planejamento. E ações preventivas também, porque a inteligência da Polícia hoje é praticada diariamente”, disse Doria.

Com recuo de 6,9%, os casos de homicídios dolosos passaram de 1.495 para 1.392, se comparado os primeiros seis meses de 2018 com igual período de 2019. O número de vítimas do crime reduziu 6,8%, com 107 casos a menos (de 1.570 para 1.463).

As taxas dos últimos 12 meses (de julho de 2018 a junho de 2019) caíram para 6,42 casos e 6,77 vítimas de homicídios dolosos a cada grupo de 100 mil habitantes do Estado. Os índices são os menores já contabilizados pela série história no período.

Os latrocínios também reduziram de janeiro a junho deste ano. Os casos recuaram 36,3%, com 86 ocorrências registradas nos seis primeiros meses de 2019, contra 135 em igual período de 2018. A queda se estendeu para o número de vítimas, que reduziu 35,3% (de 139 para 90). As quantidades são as menores já registradas pela série histórica no período.

Do Portal do Governo

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."