Globo inaugura gigantesco complexo de estúdios

Na quinta-feira (8), o Grupo Globo inaugurou três novos estúdios equipados com tecnologia 4K e 4k HDR, somando um total de 26.000 metros quadrados, ampliando o maior complexo de produção de conteúdo da América Latina.

Chamado Módulo de Gravação 4 (MG4), em seus 26.000 metros, além dos três novos estúdios, possui amplos setores de produção e armazenamento, entre pesquisas e obras levou cerca cinco anos para ser concluído, totalizando um investimento de R$ 207 milhões. Dessa forma, a emissora agora passa a ter o que há de mais moderno no quesito audiovisual, levando suas produções a níveis internacionais.

“Não há quem na indústria de mídia não prenda a respiração diante do que vem pela frente. Alguns se amedrontam e ficam paralisados. Outros seguem adiante, mas como se estivessem de olhos fechados. A tradição do Grupo Globo, em toda a sua existência e diante de todas as revoluções que enfrentou, foi sempre acolher o novo com otimismo e coragem, tendo como propulsor a reunião dos melhores talentos. a aposta enfática na qualidade e a atitude de dar os passos com urgência, mas com a responsabilidade que o desejo de progredir exige”, declarou Roberto Irineu Marinho, presidente do Conselho de Administração do Grupo Globo.

O MG4 veio para lidar com a crescente concorrência e os novos hábitos de consumo das pessoas, já que agora a emissora tem que competir pelos telespectadores, principalmente os jovens, com os serviços de streaming como a Netflix, que a cada dia vem ganhando mais popularidade.

Os estúdios possuem 100% de energia obtida de fontes renováveis, com iluminação LED na parte interna e externa, ar-condicionado eficiente, planta de energia solar. O espaço também funcionará com reuso de água de chuva e coleta seletiva de lixo.

Os três novos estúdios serão dedicados à produção de telenovelas, que são o carro-chefe da emissora. A novela Amor de Mãe, da autora Manuela Dias, prevista para ter as gravações iniciadas em outubro, será a primeira produção gravada no novo complexo.

O MG4 comporta:

  • 3 novos estúdios com 1,5 mil metros quadrados cada
  • 4,5 mil metros quadrados de área útil
  • 26 mil metros quadrados de área construída
  • Área externa de 4 mil metros quadrados para gravação integrada
  • 2 fossos cênicos para gravação contínua
  • Usina solar de 4,5 mil metros quadrados, com capacidade de geração de 1,05 MM KW no 1º ano
  • 700 empregos diretos durante a construção
  • 14 mil mudas plantadas

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."