Governo Paulista inicia a implantação do programa SP Sem Papel

Ação tem objetivo de eliminar gradualmente o trâmite do material entre os órgãos da administração do Estado de São Paulo

A Prodesp, empresa de tecnologia da informação do Governo do Estado, começou a implantar o programa SP Sem Papel, iniciativa que busca reduzir ou eliminar gradualmente o trâmite do material entre os órgãos da administração estadual e na relação do Governo com os municípios e o cidadão.

“Para contribuir com os procedimentos, a Prodesp assumiu o compromisso de desenvolver e operacionalizar o programa. Os sistemas são simples, intuitivos e extremamente seguros. Os principais ganhos são eficiência, transparência e agilidade”, ressalta o presidente da Prodesp, André Arruda.

Apresentação

De modo a colocar a ação em prática, a Prodesp convidou todas as secretarias para uma reunião de apresentação na qual os participantes se comprometeram a indicar os responsáveis pela operacionalização em cada área.

Estiveram presentes no evento 48 representantes de 25 secretarias e órgãos do Governo Paulista. Vale destacar que o programa prevê ações de desburocratização e a adoção de processos de tramitação e controles de demanda totalmente digitais.

“A tecnologia está sendo amplamente inserida no novo sistema do Portal SP Sem Papel, que dará uma visão em 360º dos municípios, permitindo ao Estado entender as necessidades de cada cidadão e das prefeituras para atendê-las de maneira mais rápida e eficiente”, salienta o superintendente da Prodesp, Ernesto Mascellani Neto.

“O SP Sem Papel será responsivo para o sistema de telefonia móvel e contará com modelos de documentos padronizados e prontos para o preenchimento. A assinatura digital de documentos, que pode ser única ou em lote, permitirá mais velocidade ao trâmite de processos, que pode ser realizado totalmente pelo sistema, assim como a assinatura de convênios”, acrescenta.

Cronograma

A implantação começa pelas secretarias de Governo, Casa Civil, Fazenda e Planejamento, Educação, Saúde e Desenvolvimento Regional, além da Prodesp. Posteriormente, ainda em 2019, será estendida para todas as demais pastas. Até o fim deste ano, todos os processos, de toda a Administração Direta, serão digitais. Em 2020, serão digitalizados os processos da Administração Indireta.

“A Prodesp desenvolveu o SP Sem Papel e será um dos primeiros órgãos a implantar o sistema. A empresa também vai dar suporte para que a implantação seja um sucesso em todo o Governo”, enfatiza Pedro Fogolin, integrante da equipe de desenvolvimento e implantação da ação.

Com a instituição do processo digital, a Administração ganha em eficiência e sustentabilidade, reduzindo gastos com papel, impressão, transporte e correios. O acesso via internet permite a produção e encaminhamento dos documentos para outras áreas ou órgãos a qualquer hora e de forma imediata.

“A iniciativa representa uma inovação sem precedentes na história do Governo de São Paulo. Além de trazer o Estado para a tecnologia de ponta no trâmite de documentos, o sistema proporciona desburocratização em todas as áreas, trazendo agilidade”, avalia Jaime Cardoso da Silva, integrante da equipe de desenvolvimento e implantação do programa.

“O SP Sem Papel torna os processos administrativos mais transparentes, além de dar mais agilidade às entregas do governo para o cidadão. Isso significa respostas mais rápidas do Estado para a sociedade e o cidadão, na medida em que todos os processos estão em uma plataforma digital desde o início até a entrega final”, diz José Lucas Cordeiro, integrante da equipe de desenvolvimento e implantação do SP Sem papel.

Transparência

A Prodesp também criou um portal para o SP Sem Papel, o que dará mais transparência ao trâmite dos documentos, permitindo pesquisa simplificada em tempo real pelos servidores públicos. Isso facilitará o trabalho, permitindo a elaboração de documentos a partir de modelos padronizados.

O sistema garantirá mais confiabilidade, pois a autenticidade dos documentos será assegurada por meio de assinatura digital. Para assegurar o sucesso da implantação, os servidores de todas as áreas do Governo serão treinados para conduzir a iniciativa. Além da capacitação presencial de multiplicadores de cada secretaria, serão disponibilizados tutoriais e treinamento pelo sistema de ensino a distância.

A Prodesp, que começou as atividades há 50 anos com a missão de emitir a folha de pagamentos do Estado, tem sido responsável por grande parte das inovações na administração do território paulista. O maior exemplo é o Poupatempo, gerido pela Prodesp desde a sua criação, em 1997, com quase 99% de aprovação nas pesquisas com usuários.

O SP Sem Papel é mais um exemplo do uso da tecnologia para aumentar a eficiência do setor público e facilitar a vida dos cidadãos. Os interessados podem conferir, pela internet, o vídeo institucional sobre a iniciativa.

Do Portal do Governo

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."