Reajuste dos servidores fica – de novo! – para a semana que vem

Desta vez foi Tonhão quem fez o pedido de vista.

Depois de um diversas discussões entre funcionalismo público, plateia e vereadores,  o projeto de Lei Complementar, enviado pelo Executivo, que concede reajuste de 4% nos vencimentos dos servidores públicos da administração pública direta e indireta de Taquaritinga e dá outras providências, não chegou nem a ser votado pela Câmara.

Providencialmente, o vereador Tonhão da Borracharia apresentou pedido de vista aprovado pela unanimidade dos vereadores. Foi um suspiro de alívio ter deixado a decisão para a última sessão legislativa do mês de junho. Antes, a presidente do Sindicato dos Servidores, Maria Angélica Tiossi Boer, usou a tribuna livre da Câmara para falar sobre as reivindicações salariais apresentadas, havia vista que o projeto do reajuste estava na pauta da sessão.

Foi a 14ª sessão ordinária da Câmara do Município de Taquaritinga, realizada na noite de segunda-feira (10), onde até bolo de aniversário foi levado pelo ex-presidente da Câmara, vereador Rodrigo de Pietro, para simbolizar as perdas do funcionalismo com a compra do prédio da Stéfani S/A pela Municipalidade.

Embalde os edis da base governista tentaram convencer os servidores sobre os benefícios dos 4% de reajuste proposto pelo prefeito Vanderlei. Eles queriam mesmo eram os 5,7%. Não deu. O voto decisivo será dado mesmo na segunda-feira (dia 24 de junho).