Em primeira reunião, CPI do Museu convoca ex-secretários de Cultura

Na tarde de terça-feira, 14 de maio, foi realizada a primeira reunião da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) aberta para investigar o paradeiro do acervo do Museu Histórico José Martins Sanches Filho. “Não vamos fazer caça às bruxas, mas apurar responsabilidades. O poder público deve uma resposta à sociedade, sobretudo às pessoas que fizeram doações de peças ao museu, que foi desativado”, disse o presidente da CPI, vereador Marcos Bonilla. “É a história de Taquaritinga que foi embora”, comentou Juninho Previdelli, que ocupa a vice-presidência do grupo, cujo relator é Genésio Valensio.

No encontro, acompanhado pelo procurador Dr. João Pedro Cucolicchio Rosa, pela estagiária Isabela Parise e pelo diretor legislativo Fábio Camargo, a CPI deliberou pela convocação dos secretários de Cultura da época, Chico Gabozzo e Marcelo Del Papa, e por oficiar o Corpo de Bombeiros e às Polícias Civil e Militar para descobrir se houve registro oficial de um incêndio ocorrido no barracão do Jardim Botânico, para onde muitas peças teriam sido levadas. A Comissão quer saber, por exemplo, se existe um rol de peças que foram queimadas. De acordo com informações divulgadas na época, algumas peças foram guardadas no Almoxarifado Municipal e numa sala da antiga sede do Clube Imperial, então alugada pela Prefeitura. O desmanche do museu ocorreu em março de 2014, porque o prédio – alugado – seria demolido para a construção de uma agência bancária.

As reuniões da CPI, registradas em vídeo, serão realizadas às terças-feiras, sempre às 14h, no plenário da Câmara. São abertas ao público.

Texto e Foto: AICMT

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."