Beata brasileira: Irmã Dulce será proclamada Santa

Devota foi beatificada em 22 de maio de 2011.

Nesta segunda-feira, 13 de maio, o Papa Francisco recebeu, em audiência, o prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, cardeal Angelo Becciu, e autorizou o Vaticano a promulgar nesta terça-feira, 14 de maio, oito novos decretos, entre eles o que reconhece “um milgare” atribuído à intercessão da beata brasileira Dulce Lopes Pontes, conhecida como “Irmã Dulce” e prevê sua canonização em uma próxima solenidade.

Irmã Dulce é recordada como “O Anjo bom da Bahia”, por suas obras de caridade e de assistência aos pobres e necessitados. Religiosa da Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, a beata nasceu em Salvador em 26 de maio de 1914 e ali faleceu em 22 de maio de 1992.

Entre os decretos promulgados também está a constatação das virtudes heroicas do Servo de Deus, Salvador Pinzetta (nome de batismo: Ermínio Pinzetta), religioso brasileiro da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos. Ele nasceu em Casca, no Rio Grande do Sul em 27 de julho de 1911 e faleceu em Flores da Cunha (RS) em 31 de maio de 1972.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."