Artigo: Redes sociais – Quem hoje não faz uso delas, certo?

Quem hoje não depende delas para procurar emprego ou não as usa para ter um perfil profissional e, assim, chamar a atenção dos empregadores? E quem não as usa como um diário pessoal e profissional postando tudo e o que não deve?

Se você não as usa, não depende delas e, muito menos, faz delas seu diário pessoal e profissional, ótimo! Sinal que você prioriza o mundo real, as pessoas à sua volta e preserva sua vida pessoal e profissional. Mas entenda como utilizá-las a seu favor:

Se tratando de redes sociais o ideal é não se expor tanto, sendo importante criar um limite entre o que você quer que os outros saibam e o que eles realmente precisam saber. É esse limite que determinará seu sucesso ou seu fracasso, é o que te fará ser bem ou mal visto pelas pessoas.

Facebook, Instagram, Twitter, Whatsapp, Pinterest, LinkedIn, beBee, Google +, etc. São “palcos” para a vida perfeita brilhar, para mostrar que a “nossa grama é sempre mais verde que a do vizinho”, para o desfile de amarguras, preconceitos e ignorâncias, e são “palcos” para quaisquer tipos de postagens. O que só prejudica a nós mesmos em todas as áreas da vida, inclusive profissional.

Você passa uma imagem e tem uma reputação a zelar. Esta imagem diz muito sobre quem você é e o que faz, e as redes sociais podem influenciar seu estilo de vida e sua personalidade. Por isso, ser sensato, e saber absorver positivamente tudo o que se é postado, tanto por você quanto pelas outras pessoas, é essencial para o crescimento pessoal e profissional.

Usar as redes sociais também para falar mal, mandar indiretas e/ou desabafar não é legal e dependendo do nível da postagem pode manchar a imagem diante das outras pessoas e ainda prejudicar a vida profissional (esteja ciente que os empregadores estão de olho nas redes e qualquer vacilo afeta o emprego ou impede a contratação). Seja sensato e assertivo ao postar e se tiver conflitos com alguém procure resolver diretamente com ele.

As redes sociais servem para:

  • Divulgar bons conteúdos;
  • Criar postagens úteis;
  • Ganhar notoriedade;
  • Procurar emprego;
  • Fazer Networking;
  • Se comunicar com contatos pessoais e profissionais;
  • Influenciar positivamente as pessoas;
  • Divulgar um negócio;
  • Divulgar informações e compartilhar novos conhecimentos.

Cada rede social tem propósitos para atingir o objetivo que você deseja alcançar. Partindo disso, utilize as ferramentas disponíveis para que suas ações sejam bem-sucedidas.

O que nunca se deve fazer nas redes sociais:

  • Falar mal de alguém, principalmente de chefes e/ou do emprego;
  • Fazer comentários negativos ou criar postagens contendo discursos de ódio, com preconceitos, racismos e/ou contendo apologias.
  • Desabafar problemas pessoais e/ou financeiros:
  • Mandar indiretas e criar conflitos com alguém;
  • Criar conteúdos inapropriados;
  • Criar conteúdos e postagens com erros de português, com gírias e com linguagem inapropriada;
  • Divulgar informações falsas de si mesmo ou de outras pessoas;
  • Divulgar informações sigilosas do trabalho.

As redes sociais podem prejudicar sua reputação e imagem se você usá-las de maneira inapropriada, sem ter propósitos e intempestivamente.

Vamos em Frente sempre!

*Alex Portilho é bancário, professor e coaching. Tem formação em Bacharel em Administração – UNIESP “Taquaritinga”, Pós-Graduado em Administração de Recursos Humanos pela faculdade – UNIP “Araraquara”, Pós-Graduado em Pedagogia e Licenciado em Administração pela – CPS – Centro Paula Souza e Coaching pela Instituição “SBC – Sociedade Brasileira de Coaching”.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."