Dia das Mães: ainda dá tempo de presentear sem comprometer o orçamento

Especialista em gestão e negócios do Senac Jaboticabal dá dicas para quem vai às compras na segunda data de maior movimento do comércio.

O Dia das Mães, celebrado neste ano em 12 de maio, é uma data especial para o varejo. Isso porque, no calendário brasileiro, é a segunda comemoração que mais movimenta o setor, ficando atrás apenas do Natal. Segundo o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio, em 2018, foi registrada elevação nas vendas de 5,7% no período, o melhor índice dos últimos cinco anos.

Para quem ainda vai às compras, Eder Gomes Ferreira, docente da área de gestão e negócios do Senac Jaboticabal, ressalta que a oportunidade de presentear uma figura familiar tão importante pode ser precedida por um momento de empolgação, o que pode resultar em um investimento não tão positivo e, até mesmo, comprometer o orçamento. Então, é preciso cautela na escolha.

“Nas lojas físicas, principalmente, onde você encontra o apoio do vendedor para achar o presente ideal, é importante deixar a emoção de lado para não levar um item a mais do que o necessário ou de maior valor do que poderia gastar”, diz.

Outra dica do profissional é presentear com algo significativo, o que nem sempre quer dizer que é o de mais alto custo. Além disso, é preciso adequar ao planejamento financeiro pessoal. “Acrescente na planilha o valor de um pagamento ou de uma compra parcelada e veja de que maneira aquele presente influenciará o orçamento mensal. Se for pesar no bolso, mas ainda assim escolher presentear, veja quais gastos podem ser reduzidos para incluir a lembrança”, pontua.

Também há outros fatores que precisam ser observados nas compras do Dia das Mães, entre eles a forma de pagamento. De acordo com Eder, no caso de compras à vista e com desconto pequeno, se o desembolso for comprometer a vida financeira daquele mês, é melhor parcelar. Para quem prefere as compras virtuais, a notícia é boa: na internet estão os maiores descontos, uma vez que os custos da empresa são reduzidos com esse tipo de venda.

“Nos estabelecimentos físicos, a administração de preços é mais complexa, pois precisam cobrir os custos com estrutura física e gastos com funcionários. Se for possível, faça pesquisas antes de comprar algo, e procure também no comércio virtual. O segredo de uma boa escolha é dedicar um tempinho para analisar sua vida financeira e as opções do mercado, para ser premiado com o sossego das contas em dia no futuro”, explica o docente do Senac.

Atenção à escolha!

Nas datas de grande movimentação do comércio, onde as compras são motivadas por celebrações, é comum aparecer o arrependimento do consumidor depois de fechar o negócio. Nesse caso, é preciso observar as políticas de troca das lojas físicas e virtuais, se estão de acordo com o Código de Defesa do Consumidor. Em compras de eletroeletrônicos, por exemplo, é fundamental exigir que se faça o teste antes de retirar o produto da loja. Eder ainda indica pesquisas em sites de reclamações para verificar se a empresa ou o produto apresentam muitas insatisfações.

Já para lojas virtuais, é importante desconfiar de sites com preços muito atrativos, pois ainda existem falsos e-commerce. “Recomenda-se também olhar a data limite de entrega do produto. O aconselhável é que ela seja de, pelo menos, uma semana antes do compromisso, pois, em caso de atraso, ainda há tempo de tomar alguma medida, mesmo que isso signifique desistir da compra e realizar outra”, avalia Eder.

Ele ainda orienta que, em caso de desistência, o Código de Defesa do Consumidor prevê, para compras on-line, o cancelamento em até sete dias após a entrega do produto. “Seja no ambiente virtual, seja na loja física, as palavras-chave para passar por esse período sem lembranças que vão pesar no bolso durante meses são: cautela, pesquisa e preparação financeira”, orienta o especialista.

Serviço:

Local: Senac Jaboticabal

Endereço: Rua 24 de Maio, 831, Centro – Jaboticabal/SP

Informações e Inscrições: www.sp.senac.br/jaboticabal

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."