Segurança: Anac suspende voos com Boeing 737-8 Max

A medida foi anunciada após a queda de um avião da companhia aérea Ethiopian Airlines.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) determinou a suspensão dos voos com aviões Boeing 737-8 Max, no Brasil. A diretriz deve ser cumprida imediatamente, inclusive pelas empresas que já tinham anunciado a suspensão de suas operações, como a Gol Linhas Aéreas.

A medida foi anunciada nesta quarta-feira (13), três dias após a queda de um avião da companhia aérea Ethiopian Airlines, perto da cidade de Bishoftu, a 62 km de Adis Abeba, no Quênia. As 157 pessoas que estavam a bordo do modelo 737-8 Max morreram no acidente, cujas causas ainda estão sendo investigadas. Vários países suspenderam a utilização do modelo.

Em nota divulgada na noite desta quarta, a Anac informou que, antes de determinar a suspensão das operações, contatou a agência reguladora do setor aéreo dos Estados Unidos, a Federal Aviation Administration (FAA); a Boeing e a companhia Gol, única a utilizar o 737-8 Max no Brasil.

Em janeiro de 2018, especialistas da Anac avaliaram o modelo da Boeing antes da Gol colocá-lo em operação. Após identificar diferenças operacionais em relação aos modelos anteriores, a agência exigiu que os funcionários da companhia recebessem treinamento para operar as novas aeronaves.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."