Em Uberlândia (MG): pai dá murro em bebê e leva sete facadas da mulher

Mãe foi agredida com bebê no colo durante confraternização de família.

Após agredir violentamente o próprio filho na cabeça (um bebê de apenas cinco meses), um homem levou sete facadas da companheira e acabou preso.

O agressor e a família estavam numa confraternização quando o casal começou a discutir. O acusado teria empurrado e espancado a esposa com socos, sendo que um deles atingiu a cabeça da criança. O bebê teve traumatismo craniano e desmaiou na hora. O caso ocorreu em Uberlândia (MG), na semana passada.

De acordo com as informações prestadas ao Boletim de Ocorrência (BO), a esposa, de 29 anos, se desesperou ao ver o estado do bebê, pegou uma faca na cozinha e partiu para cima do companheiro.

O homem foi socorrido pelo padrasto da mulher e levado para a Unidade de Atendimento Integrado de Tibery, bairro onde se deu a ocorrência. Devido à gravidade dos ferimentos, o acusado teve de ser transferido para o Pronto-Socorro da Universidade Federal de Uberlândia sob escolta policial. Tanto o pai quanto o filho estão fora de risco.

Juntos há um ano e meio, os familiares relataram à polícia que as agressões do marido contra a mulher são constantes.

A vítima disse à polícia que nunca denunciou o companheiro por acreditar nas promessas de mudança que ele fazia.

O homem foi preso e enquadrado na Lei Maria da Penha contra a mulher e lesão corporal contra o bebê.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."