Em Davos, governador se reúne com líderes da América Latina

Compromissos de João Doria na Suíça buscam, principalmente, atrair investimentos estrangeiros para o Estado de São Paulo.

O governador João Doria iniciou nesta terça-feira (22) a agenda de encontros no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça. Os compromissos buscam, principalmente, atrair investimentos externos para São Paulo.

Entre as reuniões, destacam-se as que foram realizadas com líderes da América Latina, como os presidentes do Paraguai, Mario Benítez, e da Costa Rica, Carlos Quesada. Benítez confirmou que irá participar do Fórum Econômico Mundial para a América Latina, que será realizado no próximo ano na capital paulista.

“São mais de cinco mil participantes e três mil destes são empresários, dirigentes de corporações, banqueiros, comandantes de fundos soberanos e fundos de investimento que vêm aqui em busca de oportunidades e querem conhecer opiniões e posições de chefes de estado, inclusive da América Latina”, disse Doria.

Copyright by World Economic Forum / Benedikt von Loebell

Durante o dia, o governador também participou de almoço organizado pelo Itaú Unibanco, que contou com uma palestra do ministro da Economia, Paulo Guedes. Em seguida, o governador participou do pronunciamento realizado pelo presidente Jair Bolsonaro, também no Fórum.

A agenda do Governo de São Paulo também inclui o seminário “New Era in Latin America” – com os presidentes do Paraguai, Costa Rica, Colômbia (Iván Duque), Equador (Lenín Moreno) e Peru (Martín Cornejo) – e um jantar com integrantes do banco BTG Pactual.

Doria está em Davos para apresentar a investidores estrangeiros o pacote de desestatização do Estado. O plano de privatizações do Governo de São Paulo é extenso e contempla desde aeroportos até novos trechos de rodovias e estradas férreas estaduais.

Principalmente focado em áreas de mobilidade urbana e atração de investidores para expansão e administração de ativos.

Do Portal do Governo

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."