Batendo cabeça: Prefeitura inicia 2019 com os mesmos problemas

Reajuste salarial dos servidores é o maior deles.

No final da tarde de quarta-feira (9), por volta das 18 horas, um grupo de servidores públicos municipais (cerca de 15, conforme fontes da Prefeitura de Taquaritinga) se concentrou em frente ao Paço José Romanelli, na Praça Dr. Horácio Ramalho (antiga 9 de Julho), exigindo ser recebido pelo prefeito Vanderlei José Mársico. Entre eles estavam a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Maria Angélica Tiossi Boer, e o ex-presidente da Câmara de Taquaritinga, vereador José Rodrigo de Pietro. O motivo da conversa seria mais uma vez a questão das 8 horas de trabalho (que já está definida) e um hipotético reajuste salarial da categoria por conta disso.

Funcionários públicos defronte ao Paço Municipal – Foto: Auro Ferreira

O chefe do Executivo, lógico, não recebeu os manifestantes (seus assessores – até a Secretaria de Governo emitiu nota – justificaram com o fim do expediente, já que a Prefeitura estava fechada, e o CAT decidia sua classificação para a segunda fase na Copa São Paulo de Futebol Júnior no Estádio Municipal Dr. Adail Nunes da Silva (o popular Taquarão) no mesmo horário. A diretoria do Sindicato, através da Federação dos Servidores, pretende entrar com ação judicial reivindicando reposição salarial por parte da Municipalidade.

Já nos primeiros dias de 2019 uma nova polêmica abalou as estruturas da Prefeitura de Taquaritinga. Não mais a compra do antigo prédio da Stefani S/A, mas a instalação (outra vez!) de mão dupla no final da Rua Prudente de Morais com a Avenida Vicente José Parise, determinada pela Comissão Municipal de Trânsito (Comutran), através do engenheiro Jeter Pedrassoli, que alega que a mão dupla reduz a quantidade de acidentes de trânsito. Isso, todavia, é contestado pelo ex-diretor da Comutran na gestão Fúlvio Zuppani, Roberto Appis, que defende única mão no trecho, o que é compartilhado pela maioria da população, entre eles advogado e ex-vereador Valmir Carrilho Marciano. Vamos aguardar!

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."