Mãe e filha são detidas por tráfico de drogas no Jardim Santa Cruz

Fato aconteceu no último sábado, 1° de dezembro

Mãe e filha foram detidas na tarde do último sábado (1), em um estabelecimento comercial no Jardim Santa Cruz, pela prática de tráfico de drogas no local. O lugar, já conhecido pelo comércio de entorpecentes, foi alvo de averiguação há cerca de quinze dias, onde o namorado e pai, respectivamente, das mulheres abordadas, foi preso pelo mesmo motivo.

Segundo as informações do boletim de ocorrência, a equipe de Força Tática se dirigiu até o bar após uma denúncia anônima feita por um indivíduo.  Ao chegarem, os agentes encontraram a mulher, de 42 anos, acompanhada de um cliente, na porta de entrada do local. Ao serem abordados, um pino de cocaína foi encontrado com o homem, de 48 anos.

No interior do estabelecimento, a jovem, de 20 anos, foi detida no momento em que realiza o atendimento ás pessoas presentes. Em revista nas imediações do bar, um porta-papel contendo 53 porções de cocaína foi localizado.

Uma policial feminina foi solicitada para revistar as suspeitas, sendo encontrados mais quatro pinos de cocaína em uma peça íntima de uma delas, além da quantia de R$ 350 em dinheiro no interior de uma bolsa e mais R$ 102 no caixa do estabelecimento.

Ao ser questionada, a mulher disse ser dependente química e que os entorpecentes encontrados com ela seriam para o seu próprio consumo. Ela ainda alegou que a droga encontrada pertencia ao proprietário do bar e que não teria sido achada durante a sua prisão.

A jovem afirmou inocência, declarando não ser de seu conhecimento a existência das substâncias ilícitas no local. Ambas foram conduzidas para a Delegacia de Polícia Civil, onde o delegado Dr. Renato Cândido Soares elaborou a ocorrência em flagrante. Posteriormente, elas ficaram á disposição da Justiça, para serem apresentadas em audiência de custódia.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."