Brasileiros precisarão de autorização para entrar na Europa

A partir de 2020, será necessário visto eletrônico; Documento custará 7 euros.

Para entrar na Europa, a partir de 2020, será necessária uma autorização denominada Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem (Etias – na sigla em inglês).

O documento poderá ser obtido pela internet e custará 7 euros.

No formulário eletrônico, além das questões básicas, relativas à identidade como nome, data de nascimento e número do passaporte, o viajante deve informar se já esteve em áreas de conflito, se tem doenças pré-existentes, se possui histórico criminal e quais países já visitou. O questionário é similar ao do processo de vistos para os Estados Unidos.

Com esta medida, a União Europeia tem como intuito aumentar o controle de entrada de estrangeiros nos países do bloco. A permissão será exigida para turistas (permanência máxima de 90 dias em um período de seis meses) provenientes de 62 países que não precisam de visto, como é o caso dos brasileiros.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."