Celulares da Vivo e Oi ficam sem sinal na região

Problema foi causado devido a um rompimento de fibra óptica da Vivo em Araraquara.

Atualizado em 18/05 às 18:30.

Nesta quinta (17) as cidades da região ficaram sem os serviços de telefonia celular da Oi e da Vivo desde o início da tarde.

O problema ocorreu porque a interligação dos diversos sistemas de comunicação ocorre através de cabos de fibra óptica. Quando ocorre um rompimento, as torres entram em stand by e os usuários ficam impossibilitados de realizar chamadas ou navegar pela internet através da rede celular. Técnicos consultados pelo jornal informaram que as operadoras compartilham a infra-estrutura, e este pode ser um dos motivos pelo qual duas operadoras pararam de funcionar simultaneamente na cidade.

A Vivo emitiu nota informando que o rompimento ocorreu em Araraquara e a falha atingiu diversas cidades no interior do estado, incluindo São Carlos (SP) e Ribeirão Preto (SP). Na região de Taquaritinga, diversos relatos dão conta de que os celulares estão mudos. O restabelecimento deve ocorrer tão logo ocorram os reparos da rede rompida.

No caso da Oi, houve roubo de equipamentos que forçaram uma parada técnica na data. Os serviços foram restabelecidos na madrugada de 18/05.

Leia a íntegra da nota da Vivo:

A Vivo informa que um rompimento de cabo óptico ocorrido hoje, 17/5, na região de Araraquara afetou os serviços de telefonia móvel de alguns clientes, incluindo a região de Ribeirão Preto e cidades próximas. A companhia já mobilizou equipes técnicas para realizar os devidos reparos no menor prazo possível.

Saiba mais:  Prefeito decreta ponto facultativo na próxima sexta-feira, 1° de junho

Leia a íntegra da nota da Oi:

A Oi informa que em razão de furtos de equipamentos do site que atende a cidade de Taquaritinga, foram necessárias manutenções para o restabelecimento do serviço. As ações terminaram na madrugada de hoje, 18/05, e os serviços estão reparados.

A Oi complementa informando que registrou, de janeiro a abril de 2018, 1.194 casos de furtos de equipamentos de telefonia no estado de São Paulo, sendo 30% na capital. A companhia adota medidas preventivas que visam a dificultar o furto de seus equipamentos telefônicos e tem investido na criação de novas equipes de manutenção, que auxiliam no monitoramento e reparo dos danos à sua rede causados por vandalismo. A Oi colabora com os órgãos de segurança pública, fornecendo informações que possam auxiliar as investigações. Todos os casos de furtos são registrados em delegacias locais. Além disso, a empresa mantém em funcionamento um canal para denúncias de furto de cabos de telefonia: 0800 282 5531. A ligação é gratuita.

 

*Com informações da Vivo, Oi e EPTV