Veja as principais informações dos quatro grandes de São Paulo desta quarta-feira,7

Palmeiras, Corinthians, São Paulo e Santos.

Demissões no Santos causam insatisfações

Três membros da comissão técnica do Santos foram demitidos na terça-feira (6): os fisioterapeutas, Tom Pierim e Diego Guietti e a psicóloga Juliane Fechio. Os jogadores inclusive, pediram para que a decisão fosse revista.

A demissão foi pedida pelo Conselho Deliberativo do clube que cobra um posicionamento melhor sobre os atletas no Departamento Médico. O caso de Bruno Henrique, lesionado desde a primeira rodada, pode ser o principal motivo.

O diretor Willian Machado e o técnico Jair Ventura, assim como os atletas, querem o retorno dos profissionais, que trabalham há um tempo no clube.

Romero fala em preconceito da imprensa com estrangeiros

Na tarde de terça-feira (6), o atacante Romero fez um pronunciamento na sala de imprensa do CT Joaquim Grava, onde falou em espanhol com os jornalistas. O atleta disse que “luta contra tudo e contra todos”.

O atacante disse que a imprensa não tem respeito com jogadores de outros países. Essa tem sido uma luta, que ele tem encontrado. O atleta pediu para ser cobrado pelo futebol apresentado dentro de campo.

Em relação a chamar o Peixe de time pequeno, Romero disse que não atacou  a história do clube, apenas falou sobre o momento.

Mattos está na Europa por futuro do Verdão

O diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, está na França, em Paris, para algumas negociações que envolvem o futuro do Palmeiras.

Mattos tem duas reuniões na tarde desta quarta-feira (7), mas o conteúdo não foi divulgado. Vale lembrar que os assuntos não são apenas sobre atletas que possam jogar no Verdão. O Palmeiras tem a intenção de proximidade com os clubes do velho continente.

Saiba mais:  Nossa Palavra: Deu xabu

Enquanto Mattos segue na Europa, Cícero Souza é o representante da diretoria no Brasil.

São Paulo faz contas para decidir no Morumbi

O Tricolor sempre esteve atrás dos grandes clubes nesse Paulistão. Para tentar definir uma possível vaga no Morumbi, a equipe de Dorival Júnior tentará vencer os dois próximos jogos, já que está chegando na pontuação de Corinthians e Santos.

Hoje, o São Paulo tem seis pontos a menos que o líder Palmeiras, por isso, o jogo de amanhã, é uma decisão para as pretensões do clube, que é de ao menos, jogar as quartas e as semifinais decidindo em casa.

Os comandados de Dorival Júnior vão enfrentar São Caetano ou Ponte Preta nas quartas de finais, a decisão neste momento seria no Morumbi. Estando apenas um ponto a frente de São Caetano e quatro a frente da Ponte.