Homem reage à abordagem policial e acaba colidindo com duas viaturas

Na madrugada da ultima segunda-feira (26), por volta da 01 hora e 40 minutos, a polícia foi solicitada para comparecer na Rua Maximiano Antônio de Moraes, no bairro São Luis, onde segundo as primeiras informações passadas por um jovem, dois veículos teriam se envolvido em um acidente de trânsito.

Chegando ao local, o rapaz de 27 anos declarou que conduzia seu carro VW Fox, ano 2.009, de cor prata, após deixar sua namorada na residência dela, localizada no bairro Vila Romana. No interior do carro, o irmão dele estava como passageiro, e em certo momento, ao acessarem a Rua Wilson Ruivo, eles acabaram cruzando com uma caminhonete Ford F1000. Em sua ultrapassagem, o condutor do veículo ligou o automóvel, obstruindo a via pública. Neste momento, a vítima realizou uma manobra com o carro, a fim de evitar uma colisão, mas o motorista iniciou uma perseguição.

O jovem, a princípio, pensou que poderia estar sofrendo uma tentativa de roubo. Durante o trajeto, ele precisou frear o veículo ao se aproximar de uma lombada asfáltica, e acabou sendo atingido na traseira do automóvel pela caminhonete, sendo arrastado até avançar em uma calçada e se chocar com uma lixeira. Em meio a toda essa situação, o declarante conseguir chegar até sua residência e acionar os agentes.

O Soldado Cabrera, Cabo Serapião, Cabo Abrahão e o Cabo Leandro eram os policiais que estavam atuando na ação. Ao retornarem no local indicado pela vítima, o causador das circunstâncias iniciou fuga com o seu carro ao perceber a aproximação da viatura.

Durante a rota, já nas proximidades do Jardim São Sebastião, o condutor da caminhonete, acabou parando o carro, e um dos policiais foi em sua direção para prosseguir com a abordagem. Na oportunidade, o sujeito manobrou seu veículo, acionando a marcha a ré, com a intenção de prensar o agente entre o seu automóvel e a viatura policial. Foi necessária a efetuação de dois disparos na direção dos pneus da caminhonete, enquanto o agente tentava se esquivar da agressão. Posteriormente, o sujeito retomou a fuga, adentrando em uma antiga estrada que dá acesso ao distrito de São Lourenço do Turvo, no município de Matão (SP).

Saiba mais:  Jornal O Defensor já está nos pontos de distribuição

Após 45 minutos de perseguição, os policiais conseguirem alcançar o suspeito, que colidiu propositalmente com outra viatura, já nas imediações da zona rural do distrito. Foi necessário quebrar o vidro do lado direito da caminhonete, pois o infrator resistiu em obedecer as ordens passadas pelas autoridades.

O homem, de 42 anos, apresentava sinais visíveis de embriaguez e se queixava de dores em seu peito. Ele foi levado até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para passar por atendimento médico, e logo em seguida, foi levado para a Delegacia de Polícia Civil.

Pelo plantão policial, o sujeito negou todos os fatos, dizendo que não se envolveu em nenhum acidente, e que fugiu dos policiais porque teria ingerido bebida alcoólica. A Delegada plantonista, Dra. Célia Souza Reis, lhe deu voz de prisão em flagrante pelos crimes de Embriaguez ao Volante e Dano ao Patrimônio Público. O carro foi apreendido e levado até um pátio de recolhimento daqui da cidade.

O indivíduo foi apresentado em audiência de custódia realizada na tarde de ontem (26), onde acabou sendo liberado.


*Com informação de Alessandra Cason, Rádio Mensagem FM