Câmara de Taquaritinga sediará mais um curso de Libras

Curso é realização da Comunidade Surda Taquaritinguense.

A Câmara de Taquaritinga cedeu espaço para a realização da terceira temporada do curso de Libras (Língua Brasileira de Sinais), nível básico, voltado para iniciantes. Nos dois primeiros anos, cerca de 60 pessoas concluíram o aprendizado, nas dependências do Legislativo – Praça Dr. Horácio Ramalho, 156. O curso é uma realização da Comunidade Surda Taquaritinguense, com apoio da Câmara e da Promotoria de Justiça da Pessoa com Deficiência da Comarca.

As aulas serão ministradas nas manhãs de sábado, a partir de 3 de março, pelo professor Leandro Marcello Gregorio, com apoio pedagógico de Leidjane Alves dos Santos. Os interessados deverão procurá-los para fazer inscrição pelos telefones 98108-2057 (Leidjane) ou 99274-4698 (Leandro – contato por Whatsapp ou SMS). A previsão é que o curso se encerre em meados de julho.

Inclusão –  A proposta do curso surgiu em 2016, como resultado da audiência pública das pessoas com deficiência residentes no Município, realizada no auditório da Câmara pelo Ministério Público (MP). Verificou-se, entre as prioridades, a necessidade da quebra de barreiras comunicacionais entre surdos e ouvintes, nos ambientes de atendimento ao público e prestação de serviços públicos.

Nessa perspectiva, bancos e órgãos púbicos, assim como empresas privadas, têm a oportunidade de destacar pessoas para o curso. Com o domínio da Língua de Sinais, esses entes poderão oferecer atendimento personalizado e inclusivo.

Equipe Pedagógica – Leandro Marcelo Gregorio: Surdo (deficiente auditivo), é formado em administração, instrutor de Libras da Associação de Pais e Amigos dos Surdos de Jaboticabal e professor efetivo de Libras do Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior (ITES). Possui certificação Proficiência no uso e ensino de Libras (Prolibras).

Leidjane Alves dos Santos: é ouvinte. Possui certificação em Libras 1 – curso de formação (Língua de Sinais) pela Faculdade de Tecnologia, Ciências e Educação e atuou como intérprete há cinco anos no Colégio Pequeno Príncipe. É formada em pedagogia pelo Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior e cursa pós-graduação no Instituto São Luís. Desenvolveu o projeto de Libras pelo Programa Escola da Família na escola Estadual Francisco Silveira Coelho.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."