Sem manutenção, Centro de Lazer ‘vira’ armadilha para frequentadores

Abandonado, local se torna ponto de encontro de usuários de drogas.

Criado para ser um ponto de encontro das famílias do Conjunto Habitacional Rosa Bedran e adjacências para recreio e divertimento, o Centro de Lazer do Trabalhador “Dona Dinha Baptista Camassutti”, matriarca detradicional e vasta família da Vila São Sebastião, só funcionou durante os oito anos da gestão de Paulo Delgado (DEM)-Dr. José Maria Modesto (PSDB), quando foi inaugurado com grande pompa. Na época, aquela área era monitorada por seguranças e até por bombeiros profissionais contratados pela administração.

Por falta de manutenção e segurança no Centro de Lazer, as famílias foram se afastando e o local cada vez mais ficou ao “deus-dará”, predisposto a todo e qualquer ato de vandalismo e depredação. O mato alto e a quantidade de dejetos jogados encobrem a “prainha”feita com tanto carinho no bairro pelos urbanizadores. A areia branca e os quiosques continuam sendo danificados pela própria população e crianças e adolescentes jogam do alto do tablado de pesca coberto as telhas francesas outrora tão bem cuidadas.

Para quem vem da Avenida Washington Luiz na direção centro-bairro e quiser entrar no Centro de Lazer do Trabalhador não precisará mais de portão de entrada. Os vândalos fizeram questão de abrir um rombo na cerca de arame ao lado do portão principal de antigamente. Os bancos de concreto que ornamentavam a alameda que servia para que as crianças brincassem enquanto os pais conversavam estão todos quebrados. A própria represa não tem nem mais sinalização e muito menos vigilância municipal.

Saiba mais:  Aposta de Curitiba leva prêmio de R$ 104 milhões da Mega-Sena

Um outro ponto de reclamação dos esportistas foi o total abandono do campo de futebol no Centro de Lazer. Quando da inauguração, além do alambrado, a Municipalidade tinha providenciado as arquibancadas, os vestiários e até mesmo o barzinho para comercializar bebidas. Infelizmente, depois que usuários de drogas começaram a frequentar o local, esses benefícios foram sendo ocupados pelos vândalos e os empreendimentos destruídos pelos próprios. Triste fim para um sonho do próprio Município.

Com falta de manutenção e segurança no local, abandonado à própria sorte, o Centro de Lazer do Rosa Bedran (existe um outro Parque Municipal, o “Prefeito Ernesto Salvagni”, localizado no Jardim Sesquicentenário, à beira da Avenida Pedro Carletto, ao lado do Complexo Santa Cruz – antiga Cecap), a represa atrai para a morte aqueles que ousam atravessá-la sem muitos cuidados, já que o mato alto, a criação de taboas e muito lodo, além dos galhos, se tornam bastante perigosos até mesmo para os ótimos nadadores.

Veja algumas imagens de como está o espaço público:

Parque de Lazer do Trabalhador - Dona Dinha Camasutti - Fevereiro de 2018  (19)
« 1 de 23 »