Cuidados com documentos no Carnaval

Durante o ano de 2017, cerca de 4 milhões de pessoas solicitaram a segunda via de RG e CNH.

O Defensor alerta os foliões sobre os cuidados que devem ser tomados com os documentos durante o Carnaval. Nessa época do ano, cresce o índice de casos de perda, furto ou roubo de documentos. Na euforia da festa, muitas pessoas relaxam nos cuidados e depois precisam correr atrás de segundas vias. O resultado, todos os anos, é um aumento do número de pessoas que precisam tirar segunda via de documentos importantes como a Carteira de Identidade (RG) e Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O aumento da incidência de pedidos de segundas vias de documentos também ocorre após as festas de fim de ano, o que eleva a procura por segundas vias no mês de janeiro. Este ano, o Poupatempo prestou 3,4 milhões de atendimentos no mês de janeiro. Desse total, 335 mil atendimentos foram para segundas vias de RG e 40,2 mil para as de CNH.

Além do RG e da Carteira Nacional de Habilitação, alguns outros documentos são perdidos no Carnaval, como: Título de Eleitos, CPF, Título de Reservista e até Carteira de Trabalho. A dica é sempre levar o mínimo possível de documentos. Se a pessoa for dirigir, leve apenas a Carteira Nacional de Habilitação e o documento do carro. Caso não vá pegar a direção, apenas um documento de identificação já é o suficiente para a festa.

Saiba mais:  Tenente Lourençano diz que Prefeitura de Taquaritinga não está cumprindo a Lei de Acesso à Informação

Durante o ano de 2017, cerca de 3,5 milhões de pessoas solicitaram a segunda via do RG e mais de 458 mil pediram a segunda via da CNH em todas as 72 unidades do Poupatempo no Estado de São Paulo.