Nomeados os membros para compor a Junta Administrativa de Recursos de Infrações – JARI

Integrantes da comissão não serão remunerados

Conforme Portaria assinada em 11 de janeiro passado ocorreu a solenidade de posse no gabinete do prefeito Vanderlei Mársico dos membros da JARI – Junta Administrativa de Recursos de Infrações.

A JARI tem o objetivo de decidir sobre a aceitação dos recursos feitos por quem foi autuado em infrações de trânsito em 1ª instância. Os suportes financeiros e materiais serão dados pela Comissão Municipal de Trânsito – Comutran. Os critérios usados pelo prefeito para a escolha da comissão foi baseada na capacidade técnica e experiência dos membros indicados.

Os nomeados para cumprir o mandato de 2 anos são: presidente Felix Pereira Marques Junior, titular; Rodrigo Magdalena, suplente, ambos indicados pelo prefeito Vanderlei Mársico; Antonio Gonzaga da Silva, titular; e Paulo Geraldo Livon, suplente, representantes indicados pelos munícipes; Antonio Roberto Sabio, titular; e Thomaz Valeriano Filho, suplente, representantes da Comutran.

Cabe a estes membros analisar os processos administrativos de sua competência, decidindo sobre os recursos oferecidos contra sanções impostas no transito, dando ciência da decisão ao recorrente. Os membros titulares e suplentes do Conselho não receberão remuneração de qualquer espécie, considerando-se o exercício do mandato, serviço relevante à comunidade.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de O Defensor. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Defensor poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."